Remédio caseiro para micose de unha

A pasta de alho é um excelente antifúngico, capaz de eliminar os fungos e tratar micoses de unha

Você sabia que existe remédio caseiro para micose de unha? Pois saiba que esse é um dos problemas que podem ser tratados de forma natural. Esse tipo de micose é mais comum do que parece e acontece devido a presença e proliferação de fungos nas unhas. Aqui você vai aprender tudo sobre como evitar e tratar essa doença.

A onicomicose, também conhecida popularmente como micose nas unhas, é uma infecção causada pela presença de fungos como bolor e levedura. Essa doença é responsável por deixar a unha grossa, deformada e amarela.

Comum principalmente na população idosa, a micose nas unhas é vista mais como uma questão estética do que uma questão de saúde. Realmente, as unhas (principalmente a dos pés) ficam muito feias. Mas vale lembrar que essa doença pode causar incômodo também e se tornar algo mais sério.

Entre os principais modos de tratar essa doença está o uso de remédios e esmaltes antifúngicos. E, de fato, eles são bem importantes dependendo da gravidade da situação. Lembre-se que trata-se de uma infecção, então não podemos ver o problema como “besteira”.

Sendo assim, confira agora como fazer um ótimo remédio caseiro para micose nas unhas. Veja também outras alternativas para tratar e evitar o problema. Tire também dúvidas sobre essa doença.

A pasta de alho é um poderoso remédio caseiro para micose de unha

As micoses aparecem mais frequentemente nas unhas dos pés (Foto: depositphotos)

Como fazer remédio caseiro para micose nas unhas

O melhor remédio caseiro para micose nas unhas é a pasta de alho. Isso porque esse é um alimento com alta capacidade antifúngica. Ou seja, o alho é capaz de eliminar os fungos que causam o problema. Veja como preparar esse ótimo remédio caseiro:

Como preparar

Amasse 5 dentes de alho em um recipiente e adicione 1 colher (de chá) de azeite. Misture bem até formar a pasta. Antes de dormir, lave bem os pés com água corrente, enxugue e aplique a pasta. Na manhã seguinte, retire a solução das unhas. Repita até a micose desaparecer.

Veja também: Saiba como tratar micose em casa com uma receita incrível

O que é onicomicose (micose de unha)?

Como já explicado, a micose de unha é uma infecção causada por fungos que pode acometer as unhas das mãos e dos pés. Sendo mais comum nos pés (devido a umidade e presença de agentes nocivos nos sapatos e meias), pesquisas estimam que cerca de 30% da população adulta tenha ou já tenha tido a doença.

Geralmente, os fungos que atingem as unhas e causam a micose também podem causar infecções em outras partes do corpo. Por isso é importante não deixar esse problema ficar por muito tempo no corpo. Outras doenças como pé de atleta, podem resultar da falta de tratamento das micoses nas unhas.

Vale ressaltar que as micoses podem ocorrer também nas unhas das mãos. É mais difícil de acontecer, pois geralmente lavamos as mãos mais do que os pés. E também nossos pés costumam ficar em ambientes fechados e úmidos, como sapatos e sandálias. Estes são ambientes favoráveis aos fungos.

A onicomicose não é fatal, mas pode causar dor, incômodo e afetar negativamente a qualidade de vida. Em alguns casos, é preciso fazer a retirada da unha, que é um processo doloroso.

Como se pega essa doença?

Os fungos que causam a micose de unha podem ser encontrado em lugares úmidos e quentes, como banheiros, chuveiros, vestiários e piscinas. Quando eles são públicos, a probabilidade de haver fungos é ainda maior.

Existem 2 grandes fatores de risco para se pegar micose de unha: estar descalço e ter lesões na região dos pés e unhas. Essa é a chance perfeita para os fungos alcançarem e penetrarem nas unhas. Também é preciso que os pés (ou mãos) estejam constantemente expostas a ambientes úmidos, para que os fungos se multipliquem.

É contagiosa?

Sim! Mas não é um tipo de contágio direto. Você não vai pegar micose de unha se o seu pé estiver perto do pé de alguém infectado. Pode ficar calmo quanto a isso! O jeito de transmitir a doença geralmente é compartilhando tesouras, lixas e cortadores de unha.

No geral, também é necessário manter contato constante com pessoas e objetos usados por pessoas infectadas. Em resumo, pode ficar tranquilo! Não se pega micose de unha apertando a mão ou tocando em objetos usados por infectados.

Sintomas da micose de unha

Os sintomas da micose de unha geralmente aparecem bem rápido. Isso acontece porque os dedos dos pés ficam bem longe do coração, o que faz com que o sangue não corra tanto quanto em outras partes do corpo, por exemplo.

Veja também: É possível tratar a onicomicose com métodos naturais

Dessa maneira, os anticorpos e glóbulos brancos do sangue (células de defesa) não chegam às unhas dos pés tão fácil quanto às unhas da mão. Então, veja como identificar os sintomas da micose nas unhas logo no início da doença:

  • Unhas frágeis e quebradiças
  • Distorções no formato da unhas
  • Perda do brilho das unhas
  • Escurecimento ou amarelamento da unha
  • Descolamento entre a unha e a pele
  • Incômodo ou dor na unha

É importante citar também que as micoses podem começar em qualquer lugar da unha, como nas pontas ou na base (próximo às cutículas). Também pode surgir na parte superficial da unha, como uma capa em cima da unha.

Micose nas unhas: outros remédios caseiros

Além da pasta de alho, existem outros remédios caseiros e naturais muito bons para eliminar os fungos que causam as micoses nas unhas. Confira:

Chá de hortelã-pimenta

A hortelã-pimenta é uma planta com alta capacidade antisséptica. Isso ajuda a eliminar fungos, bactérias e qualquer agente malicioso do organismo. No caso da micose de unha, o ideal é fazer uma escalda-pés com o chá da planta.

O chá da hortelã-pimenta é um exemplo de remédio caseiro para micose na unha

A hortelã-pimenta é uma planta com alta capacidade antisséptica (Foto: depositphotos)

Ferva 500 ml de água. Depois desligue o fogo e adicione 30 folhas de hortelã-pimenta. Tampe e deixe por 10 minutos. Em seguida, retire as folhas e coloque o chá em uma bacia.  Deixe os pés submersos por 20 minutos e depois seque bem. Repita o processo pelo menos 1 vez por dia até a micose sumir.

Óleo de copaíba

O óleo de copaíba é um exemplo de remédio caseiro para micose na unha

O óleo de copaíba tem propriedade antifúngica (Foto: depositphotos)

Outra alternativa natural para combater as micoses de unhas é o óleo de copaíba. O óleo extraído dessa planta medicinal tem propriedades antifúngicas, cicatrizantes e anti-inflamatórias.

Contudo, ele não é muito fácil de encontrar. A melhor maneira de conseguir esse óleo é através de farmácias de manipulação. E assim, pedir o preparo de um creme ou pomada contendo óleo de copaíba e aplicar sobre as unhas infectadas 3 vezes ao dia.

Veja tambémUnha encravada inflamada; veja o que fazer

Cravo-da-índia

O cravo-da-Índia é um exemplo de remédio caseiro para micose na unha

Além de ser antibacteriano, o cravo-da-Índia é antifúngico (Foto: depositphotos)

O cravo-da-índia possui propriedades antifúngicas e antibacterianas. Aqueça em banho-maria 2 colheres (de sopa) de azeite e 10 cravos-da-índia. Deixe por 15 minutos até que o cheiro do cravo fique bem forte. Espere esfriar e guarde em um recipiente de vidro. Use todos os dias até a micose sumir.

Água oxigenada

A água oxigenada é um exemplo de remédio caseiro para micose na unha

A água oxigenada é uma substância antisséptica e higienizadora (Foto: depositphotos)

A água oxigenada também consegue agir muito bem no tratamento de micose de unha. Isto porque é uma substância com alta capacidade antisséptica e higienizadora. Com esse produto, é possível eliminar grande parte dos fungos e outras impurezas das unhas.

Em uma bacia, adicione medidas iguais de água oxigenada a 3% e água pura, até conseguir o suficiente para submergir as unhas. Deixe os pés na mistura por 30 minutos. Você pode fazer isso enquanto usa o computador ou assiste TV. Repita 1 vez por dia até conseguir o resultado.

A micose de pele é igual a micose das unhas?

Não, mas são causadas por fungos também, que inclusive podem ser os mesmos. A micose de pele, geralmente, apresenta mais riscos a saúde e a aparência do que a micose nas unhas. É caracterizada por vermelhidão, coceira e manchas, e deve ser tratada por um dermatologista.

Entretanto, pode existir relação entre a micose nas unhas e na pele. Isto porque um tipo de micose pode levar ao outro. Por exemplo, se você não tratar uma micose na unha, ela pode se espalhar pelo pé e virar uma micose de pele. E vice-versa.

As opções caseiras que tem ação antifúngica citadas nesse artigo também servem para combater os fungos das micoses de pele. Contudo, suas receitas e usos podem mudar. O ideal é sempre procurar um dermatologista nesses casos.

Pomada para micose de pele

Uma receita comum de pomada natural para micose consiste em ½ cebola bem picada, 1 dente de alho amassado, 10 g de alfafa, 2 colheres (de sopa) de azeite de oliva e o suco de 1 limão. Misture tudo até virar uma pasta homogênea. Aplique na região da micose antes de dormir e lave ao acordar. Aplique até que a micose desapareça.

Se quiser evitar o contato da pomada com os lençóis (para não ficarem com cheiro ou manchas), aplique a pomada e depois enfaixe ou cubra a região com gaze limpa. Nunca use a mesma gaze nesse processo.

Como evitar micoses?

Agora que já falamos sobre os remédios caseiros para micose na unha e na pele, assim como explicamos mais sobre a doença, é hora de aprender como evitá-la. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, existem alguns hábitos higiênicos e cuidados importantes na prevenção das micoses. Veja:

  • Usar somente o próprio material ao ir à manicure
  • Secar-se sempre muito bem após o banho, principalmente nas ‘dobras’ do corpo, como as axilas, as virilhas e os dedos dos pés
  • Evitar o contato prolongado com água e sabão
  • Evitar andar descalço em locais que sempre estão úmidos, como vestiários, saunas e lava-pés de piscinas
  • Não ficar com roupas molhadas por muito tempo
  • Não compartilhar toalhas, roupas, escovas de cabelo e bonés, pois esses objetos podem transmitir doenças
  • Não usar calçados fechados por longos períodos e optar pelos mais largos e ventilados
  • Evitar roupas muito quentes e justas e aquelas feitas em tecidos sintéticos, pois não absorvem o suor, prejudicando a transpiração da pele.

Veja também: Receita caseira para a micose largar dos seus pés!

Além dessas dicas, é bom citar a questão do suor, principalmente nos pés. Em dias quentes, os pés suam muito e podem criar um ótimo ambiente para fungos dentro dos sapatos. Evite usar meias e sapatos fechados por muito tempo. Se for necessário, use um talco antifúngico para diminuir a umidade.

Sobre o autor

24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.