Quando devo usar compressa fria e compressa quente? Descubra

Utilizar a compressa em lesões do nosso corpo é um velho truque. Mas nem sempre sabemos qual de usar

É inevitável! Não existe aquele que seja imune ao tombo. Desses pequenos acidentes herdamos as pancadas, torções, contusões e machucados em geral que, além da dor, apresentam inchaço local e vermelhidão, algumas vezes até mais que isso, deixam nossa pele roxa.

Fazer um compressa e aplicá-la nos lugares lesionados do nosso corpo é um velho truque ensinado de geração em geração. Entretanto, poucas vezes sabemos como usar a técnica quente no lugar da fria e vice-versa.

Este artigo visa tratar exatamente sobre a questão das compressas. Entenda agora, quando usar cada uma de forma segura e eficiente.

Compressa fria x Compressa quente

Quando devo utilizar a compressa fria?

A compressa fria é ideal para pancadas, lesões e quedas. Quando machucamos alguma área e aparece uma espécie de “vermelhidão” ou “roxão” é porque houve vazamento de sangue ou a formação de linfa (que provoca o inchaço). Portanto, aplicar no local algum objeto gelado vai fazer com que os vasos se contraíam e diminuam o fluxo da região.

Quando devo usar compressa fria e compressa quente? Descubra

Foto: depositphotos

Quanto tempo devo aplicar a compressa fria?

Você deve fazer uso da compressa fria até 48h depois da pancada, lesão ou queda.

Quando devo utilizar a compressa quente?

Esse tipo de paliativo deve ser utilizado para machucados onde há a formação de pus ou para traumas depois das 48h iniciais. A água quente vai dilatar os vasos e vai estacionar processos inflamatórios.

Em quais outros casos a água quente é eficiente?

A água quente também promove o relaxamento muscular, portanto é ideal para torcicolos, dores de dente e cólicas na barriga.

Quais os cuidados que devo ter ao aplicar um compressa?

Nunca aplique sobre uma região muito sensível, como em peles muito finas (como a de bebês ou idosos), pois em ambos os casos ela pode causar queimaduras. Por isso, sempre envolva a compressa em um pano para amenizar as sensações do quente ou do gelado e não aplique por mais de 15 minutos sobre o mesmo local.

Qual é a compressa mais efetiva para dores crônicas, como nas costas?

Para dores crônicas nas costas o recomendado é a aplicação de compressas quentes até 15 minutos. Essa aplicação pode se repetir até seis vezes ao dia, a depender do incômodo causado pela dor ou pela disponibilidade de tempo do paciente. A compressa fria só é indicada se você sofre de artrite, por exemplo, que é uma espécie de inflamação. Nesses casos, você também deve permanecer 15 minutos com a compressa de gelo, sempre envolta em uma toalha para evitar queimaduras. A aplicação pode ser feita de 3 a 4 vezes por dia.