Pomada para queimadura caseira

Fazer uma pomada com alface e azeite é uma das melhores opção para aliviar a dor e acelerar a recuperação

Nesse post você vai aprender a fazer uma pomada caseira e natural para queimaduras. Vamos falar nesse artigo sobre os graus de queimaduras e os principais remédios caseiros para tratá-los. Aprenda também a como agir em caso de queimaduras leves e graves.

As queimaduras são acidentes muito recorrentes no dia a dia de todas as pessoas. Você, com certeza, já se queimou ou conhece alguém que já se queimou. Até mesmo o sol é responsável por provocar esse tipo de situação.

Contudo, existem métodos e produtos caseiros e naturais capazes de tratar e prevenir queimaduras na pele.

Se você não sabe o que fazer após uma queimadura, seja bem-vindo(a) ao lugar certo! Conheça aqui tudo o que você precisa saber sobre esse tipo de acidente.

Receita de pomada caseira para queimadura

Lave com água fria o local da queimadura de 1º ou 2º grau. Em seguida, cubra com gaze até que seque bem. Faça uma pasta amassando 3 folhas de alface com 2 colheres de azeite. Aplique sobre a queimadura e enfaixe. Troque o cataplasma 2 vezes por dia.

O alface tem propriedades analgésicas que vão aliviar as dores causadas pela queimadura. Além disso, esse vegetal folhoso ajuda a rejuvenescer a pele e a evitar maiores cicatrizes.

Contudo, é importante ressaltar que o cataplasma de alface só serve para queimaduras leves e pequenas, de 1º ao começo do 2º grau. Em caso de queimaduras grandes ou mais graves, é preciso chamar uma ambulância e receber assistência médica.

Veja também: O que fazer quando queimar a língua

Esse método é muito bom para queimaduras de sol e causadas por água quente. Mas não é indicado para queimaduras graves, em que a pele é altamente danificada.

Remédios caseiros para queimadura

Conheça outras opções naturais e caseiras de remédios que servem em caso de queimaduras.

Casca de banana

A casca da banana atua como remédio caseiro para queimadura

A casca de banana previne o surgimento de bolhas e acelera a cicatrização (Foto: depositphotos)

A casca de banana é uma alternativa muito boa para o tratamento de queimaduras. Isto se deve a leucocianidina, substância presente na casca da fruta que acelera a cicatrização e previne o surgimento de bolhas.

Para usar corretamente, aplique a casca de banana limpa sobre a queimadura e cubra com gaze, como se faz com qualquer ferimento. A casca deve ser trocada a cada 2 horas. Esse método vai acelerar muito a cicatrização.

Coloque a parte interna da casca da banana sobre a queimadura e depois cubra com uma gaze esterilizada. Substitua a casca, se necessário, ao fim de 2 horas. Repita o procedimento várias vezes ao dia.

Pasta de açúcar

A pasta de açúcar atua como remédio caseiro para queimadura

Uma das maiores funções dessa mistura é hidratar a pele (Foto: depositphotos)

A pasta de açúcar é muito boa para queimaduras porque ajuda a hidratar o local. Ela acelera e facilita muito a cicatrização. Isto ajuda o corpo a se curar bem mais rápido. A pasta também previne bolhas e maiores cicatrizes.

Misture água e açúcar em um recipiente até virar uma pasta homogênea. Lembre-se que, para isso, é necessário pôr mais açúcar do que água. Aplique-a sobre a queimadura e enfaixe o local. Troque 2 vezes ao dia, lavando a pele a cada troca.

Uma dica é adicionar a clara de 1 ovo durante o preparo da pasta. A clara possui colágeno em sua composição, o que ajuda na recuperação da pele.

Veja tambémRemédios caseiros para queimadura com óleo quente

Gel de babosa

O gel de babosa atua como remédio caseiro para queimadura

O gel da babosa é hidratante e calmante para a pele (Foto: depositphotos)

O gel de babosa (aquela baba que existem dentro das folhas da planta) é um remédio natural para várias enfermidades e situações. Para as queimaduras, ele é bem-vindo pois é um gel hidratante e calmante para a pele. O que ajuda na cicatrização e alivia a dor.

Lave e corte 1 folha de babosa ao meio, no sentido do comprimento, não da largura. Com uma colher, retire o gel do interior da folha e aplique sobre a queimadura. Em seguida, enfaixe com gaze até cobrir toda a região. Troque 2 vezes por dia.

Graus de queimadura

Você também já deve ter ouvido falar sobre graus de queimadura. Eles servem para identificar a gravidade do acidente e, claro, são situações diferentes que devem ser tratadas individualmente. Conheça um pouco mais sobre cada grau.

Primeiro grau

É a queimadura simples e superficial, que resulta do aumento da temperatura da epiderme (parte externa da pele). Causa dor, vermelhidão e pode ser bastante incômoda, mas a sua recuperação é rápida. Em 5 dias a queimadura desaparece sem deixar cicatriz evidente.

A queimadura de primeiro grau é muito comum nas cozinhas, devido ao manuseio de panelas e travessas quentes. Também é comum em motociclistas que se descuidam e tocam em partes quentes da moto.

Essa também caracteriza a famosa queimadura de sol. Claro que a luz e calor solar podem causar queimaduras graves, mas no geral, as comuns são de primeiro grau. A dor desse tipo de queimadura leva de 2 a 3 dias para desaparecer.

Veja o que fazer em caso de queimadura de primeiro grau:

  1. Lave a região queimada com água fria de 10 a 15 minutos. Evite água muito gelada, pois a mudança brusca de temperatura na pele pode danificá-la.
  2. Mantenha sempre o local da queimadura úmido nas primeiras 24h, usando um pano molhado com água fria. Certifique-se de que o pano está limpo.
  3. Não use produtos como pasta de dente, manteiga ou vinagre no local queimado. Eles não servem para nada e alguns ainda podem ser prejudiciais.
  4. Após as primeiras 24h, passe a usar pomada hidratante ou cicatrizante no local da queimadura. Existem muitos tipos nas farmácias e geralmente elas são baratinhas.

Veja também: Use folha santa e babosa para tratar queimaduras solares

Segundo grau

Essa é considerada a queimadura mediana, mas em alguns casos já é bem grave. É mais profunda que a de primeiro grave e atinge a derme (segunda camada da pele). Formam-se bolhas, a dor é intensa e o tempo médio de recuperação são de 3 semanas.

Além das bolhas, outras características estão associadas as queimaduras de 2º grau, como vermelhidão e inchaço.

Esse tipo de acidente acontece quando a fonte de calor passa mais tempo em contato com a pele. Por exemplo, quando se derrama água quente no corpo.

De modo geral, a dor desse tipo dura de 3 a 4 dias, mas a recuperação total é mais lenta e leva de 3 a 4 semanas (a depender da extensão da queimadura). Outro detalhe sobre esse tipo é que ele deixa cicatrizes, ainda que leves.

Veja o que fazer em caso de queimadura de segundo grau:

  1. Lave o local queimado com água corrente fria por 15 minutos. Não use água gelada para não danificar a pele e provocar cicatrizes.
  2. Cuidadosamente, lave o local com sabão de pH neutro, para higienizar e ajudar a pele.
  3. Molhe um pano limpo com água fria e aplique sobre a queimadura. Sempre que o pano esquentar, molhe para que ele volte a ficar frio e reaplique.
  4. Nunca fure ou esprema as bolhas, se elas surgirem! Isto é um convite para cicatrizes e infecções graves.
  5. Se aparecerem muitas bolhas ou uma bolha muito grande, procure um médico. Isto porque é preciso tomar cuidado com infecções no local.

Terceiro grau

Esse é o tipo de queimadura mais grave que existe, que pode inclusive levar à morte. Ocorre quando a queimadura ultrapassa as camadas da pele e atinge nervos, músculos, órgãos e etc. Nesses casos, é preciso chamar uma ambulância urgente!

Há casos em que a queimadura de 3º grau é tão severa que alguns órgãos param de funcionar. Seja por danos causados ou porque o corpo está usando toda sua força e energia para se defender da queimadura.

Por isso, é importante tentar deixar a vítima consciente. Caso ela desmaie, é necessário realizar massagem cardíaca.

Um detalhe curioso sobre esse tipo de queimadura é que ele pode não causar dor, de início, devido a destruição dos nervos. Mas o tratamento e recuperação desse tipo de problema são lentos e dolorosos.

Veja o que fazer em caso de queimadura de segundo grau:

  1. Chame uma ambulância. Você pode ligar para o 192 ou diretamente para um hospital privado que ofereça o serviço. Levar por conta própria a vítima ao hospital é uma opção nesse caso, devido a gravidade do problema.
  2. Com cuidado, coloque um pano limpo e molhado com água fria sobre a queimadura até a chegada da ajuda médica.
  3. Em nenhuma hipótese lave ou aplique qualquer tipo de produto ou alimento sobre a região queimada.

Como tratar queimadura com bolhas?

A primeira regra é bem clara: nunca estoure as bolhas! Esse erro é comum e pode causar danos graves à pele e ao organismo. Vamos te explicar tudo sobre isso.

A bolha é um curativo natural e biológico feita pelo próprio corpo humano. Ela resulta de queimaduras de 2º grau e serve para conter os danos causados pelo aumento de temperatura.

Há o levantamento de uma leve camada da pele que se enche de líquido transparente (na maioria dos casos). O procedimento correto para se livrar delas é através da drenagem, feita por um médico. Isto vai retirar o líquido sem retirar a pele da bolha.

A pele da bolha é muito importante para a recuperação da queimadura. Além de ser uma proteção natural contra infecções e bactérias.

Após o estouramento da bolha, sempre deixe o local queimado limpo e enfaixado para evitar contaminação. Caso a bolha estiver apresentando pus em seu interior, procure um médico imediatamente. O pus pode ser sinônimo de infecção.

Veja também: Queimaduras do sol podem ser aliviadas com tratamentos caseiros

Como tratar queimadura de sol?

As queimaduras de sol são muito comuns na praia. Nós somos acostumados a nos proteger do sol, e na praia ou piscina, fazemos exatamente o oposto. Nossa pele não está acostumada com essa exposição e, mesmo com protetor solar, podem surgir as queimaduras.

A queimadura na pele causada pelo sol é uma das mais comuns e recorrentes

Esse tipo de queimadura é muito incômoda e leva até 4 dias para parar de doer (Foto: depositphotos)

Em primeiro lugar, use protetor solar. Não só na praia, mas no dia a dia. O protetor solar ajuda a amenizar os efeitos do sol na pele, previne o envelhecimento e as rugas. É o melhor jeito de se proteger das queimaduras do sol.

Caso tenha se queimado com o sol, o indicado é sempre manter a pele hidratada e fria. Use compressas de gelo ou panos molhados com água gelada sobre a pele. Para alívio da dor, você pode fazer cataplasmas de alface (como ensinamos lá em cima) ou tomar analgésicos.

Os sintomas da queimadura de sol geralmente são ardência, descamação e vermelhidão. Contudo, também podem surgir rugosidades, manchas e erupções. Lembre-se sempre de manter a pele limpa e hidratada em todos os casos.

O que fazer após queimadura de moto?

Quem não está muito familiarizado com motocicletas pode não saber quão comum é levar queimaduras no cano de escapamento desse meio de transporte. Para quem não sabe, essa parte do veículo esquenta muito e as queimaduras podem ser frequentes dependendo do tipo da moto.

As queimaduras deste tipo, geralmente acometem partes da perna do motociclista como canela e tornozelo. Contudo, são queimaduras comuns, como as que ocorrem com panelas, por exemplo e devem ser tratadas de acordo com o seu grau.

Lave bem o local queimado com água fria e enfaixe. Como os acidentes com queimadura de cano de escapamento geralmente machucam as pernas, fica fácil de enfaixar com gaze limpa.

E lembre-se: mantenha crianças longe de motocicletas! Principalmente durante ou após o uso. Elas podem queimar outras partes do corpo, como mãos, braços e rosto.

Veja também: Dicas para aproveitar o verão sem prejudicar a saúde

Como agir em caso de queimadura de óleo quente?

As queimaduras de óleo quente também são comuns, principalmente para quem tem o hábito de cozinhar. No geral, são respingos de óleo que acabam indo parar na pele, o que causa a queimadura.

Quando acontecer, em primeiro lugar, desligue o fogo e pare tudo o que estiver fazendo. Dê total atenção ao machucado. Lave bem com água corrente e fria e sabão de pH neutro, esfregando com cuidado. Não use água gelada ou água quente. A primeira opção danifica a pele e a segunda piora o machucado.

Se o óleo quente caiu na roupa e queimou a pele debaixo dela, não puxe a roupa de cima da queimadura. Você pode puxar a pele junto, fazendo que ela descole e cause uma baita ferida. Lave o local com a roupa e, durante isso, vá retirando a roupa aos poucos.

Especialmente nesse caso, não use nada além de água na queimadura. Evite creme dental, vinagre, manteiga e qualquer outra coisa. Mantenha apenas um pano molhado com água fria sobre o local nas primeiras 24hrs.

Então, após esse período, use uma das alternativas caseiras que listamos aqui ou pomadas próprias para queimaduras.

Como se prevenir

Como qualquer acidente, as queimaduras são imprevisíveis. Contudo, existem cuidados que podem ser tomados para diminuir as chances desse problema acontecer. Confira:

  • Evite o acesso de crianças à cozinha, principalmente na hora em que alguém estiver cozinhando
  • Não deixe fósforos, isqueiros, álcool e produtos inflamáveis no alcance de crianças
  • Sempre deixe os cabos das panelas virados para trás
  • Lembre-se que fogos de artifícios não são brinquedos
  • Em caso de queda de energia elétrica, tenha cuidado onde vai colocar velas. Evite locais próximos a cortinas, camas e plantas
  • Nunca saia de casa enquanto houver alguma chama acesa, seja no fogão ou mesmo velas
  • Proteja as tomadas da casa para evitar choques, curtos e incêndios
  • Nunca cozinhe enquanto segura crianças nos braços
  • Não deixe crianças terem acesso ao ferro de passar e eletrodomésticos como cafeteiras e micro-ondas
  • Em festas juninas, não deixe crianças se aproximarem de fogueiras, principalmente saltá-las
  • Não ligue muitos aparelhos eletrônicos em uma mesma tomada, pois pode causar curtos e incêndios
  • Desligue a chave geral de energia ao realizar algum serviço elétrico
  • Não coloque objetos de metal dentro do micro-ondas

Como realizar os primeiros socorros

De acordo com a Sociedade Brasileira de Queimaduras, em caso de acidente, o primeiro cuidado é “extinguir a fonte de calor, ou seja, impedir que permaneça o contato do corpo com o fogo, líquidos e superfícies aquecidas”. Caso necessário, deve-se afastar a vítima do local do acidente.

Existem três graus de queimadura, sendo o terceiro o mais grave

As queimaduras na cozinha são muito comuns, principalmente com óleo quente (Foto: depositphotos)

Após isso, o ideal é que o local atingido seja lavado com água corrente e fria. Manter nesse processo até a região queimada seja resfriada. Mas lembre-se, isso só vale para queimaduras de 1º e 2º grau. Nas de 3º, apenas molhe um pano com água fria e, cuidadosamente, envolva a queimadura.

Se for uma queimadura de 3º grau, chame o resgate médico imediatamente. Se não houver ambulâncias disponíveis na sua região, leve a vítima à emergência para que ela receba o socorro profissional.

Em caso de incêndio e feridos, acione o Corpo de Bombeiros e os serviços de socorro do SAMU. O contato para a ligação gratuita do SAMU é o 192 e o dos Bombeiros é o 193.

Erros comuns durante os primeiros socorros

  • Nunca passe produtos de higiene pessoal (como creme dental, enxaguante bucal, etc) ou alimentos (manteiga, vinagre, etc) na queimadura. Produtos de higiene pioram a situação e os alimentos (mesmo em remédios caseiros) só tem efeito após às primeiras 24hrs.
  • Manteiga não é remédio para queimadura, apesar de servir como hidratante e lubrificante para a pele. Não é nem de longe a melhor opção.
  • Não use pomadas ou cremes na área queimada logo após a queimadura. A área está sensível ao toque e também a qualquer produto.
  • Nunca estoure as bolhas. Elas só devem ser manuseadas por médicos. Não tente esvaziar, espremer ou estourar.
  • Não deixe a queimadura exposta nos primeiros dias. Elas podem infeccionar facilmente.
  • Nunca cubra a queimadura com tecidos que grudam, como algodão. Tecidos assim podem se agarrar a pele e causar dor e incômodo.
  • Retire anéis, pulseiras e acessórios da vítima. O corpo incha naturalmente após queimaduras, então é melhor evitar outro problema.

Veja também: Aprenda três tratamentos naturais para queimaduras!

Como tratar cicatriz de queimadura

Nesse artigo você aprendeu a fazer os melhores remédios caseiros para o tratamento de queimaduras. Conheceu também um pouco sobre cada grau desse problema e tirou dúvidas sobre os primeiros socorros e erros comuns.

Agora é hora de aprender a amenizar e até se livrar de vez das marcas de queimaduras. As cicatrizes são comuns para quem sofre queimadura de 2º grau em diante.

Vários dos remédios caseiros listados aqui também servem para eliminar cicatrizes como a pasta de açúcar com clara de ovo (que contém colágeno) e o cataplasma de alface. Você também pode incluir na sua alimentação alimentos com colágeno, como a gelatina e o frango.

Há também a Laserterapia com Luz Pulsada (LIP). É um tratamento estético que consiste em eliminar o excesso de pele e relevo da queimadura. Trata-se de um método eficaz para diminuir a diferença de cor e disfarçar a marca.

Em caso de queimaduras de 3º grau, dificilmente haverá alguma alternativa caseira para amenizar as cicatrizes. Nesse caso, a saída é procurar um especialista em cirurgias plásticas da pele.

Sobre o autor

24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.