Sabia que a pele também necessita de proteção no inverno? Especialista explica

Estudos apontam que a radiação solar no inverno brasileiro também é prejudicial e pode ser comparada ao verão na Europa

Não é só no período das altas temperaturas e do sol forte que a pele precisa de proteção. No inverno, onde o frio predomina, as pessoas também devem cuidar da pele com atenção.

Sendo assim, o protetor solar é um produto indispensável, que deve sempre estar ao alcance para ser usado com frequência. Isso vai garantir que a sua pele esteja sempre saudável e longe de problemas como o câncer de pele.

Ainda sobre a importância do protetor solar, você sabia que as temperaturas mais amenas podem disfarçar o perigo e dispensar o uso diário do produto? Os dias nublados podem ser uma armadilha! Estudos apontam que a radiação solar no inverno brasileiro também é prejudicial e pode ser comparada ao verão na Europa. No hemisfério sul, as baixas temperaturas seguem até o mês de setembro.

Perigos de falta de proteção

Uma das doenças mais incidentes e graves no que diz respeito à falta de proteção é o câncer de pele. Só para se ter ideia, no Brasil, esse é o câncer mais frequente na população e corresponde a 30% de todos os tumores malignos registrados no país, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA). Mesmo assim, esse tipo apresenta altos percentuais de cura, se for detectado precocemente.

A pele também necessita de proteção durante o inverno

Foto: depositphotos

As áreas do corpo que mais precisam ser protegidas são rosto, membros superiores, região cervical e tórax. O oncologista da Oncoclínica Recife, Igor Montenegro, explica que as pessoas devem prestar muita atenção ao horário de exposição ao sol, principalmente as crianças, que tem a pele mais sensível. “Os horários mais críticos à exposição são os de maior intensidade solar, geralmente entre 10h e 16h”.

Além desse cuidado, ele explica ainda que passar o protetor solar é imprescindível, porém as pessoas têm de atinar para repor o produto com frequência. “O protetor solar deve ter fator 30, pelo menos, e deve ser colocado de 15 a 30 minutos antes da exposição solar, a fim de que possa ser formado um filme protetor sobre a pele. O mesmo deve ser reaplicado a cada duas horas”, orienta Montenegro.

O oncologista afirma ainda que apesar de as pessoas de pele mais clara necessitarem de maior proteção, todas as pessoas se beneficiam do uso de filtro solar, inclusive as pessoas de pele negra. O produto age não apenas na proteção contra tumores de pele, mas também evitando os danos solares como envelhecimento precoce.

Cuidados naturais para cuidar da pele no inverno

Além do uso regular de protetor solar, você também pode tomar outras providências para evitar problemas de ressecamento da pele e até o câncer de pele. Preste atenção nas dicas a seguir:

Beber água – No verão ou no inverno, beber muita água é um fator imprescindível para manter a hidratação do corpo e também da pele. Por isso, o recomendado é que a ingestão diária não seja inferior a dois litros de água.

Banho quente – Na hora do banho, evite a água em temperatura quente demais, também não passe muito tempo no banho. Isso afeta o manto hidrolipídico, uma proteção natural da pele, e causa ressecamento.

Uso de hidratantes – Para compensar o ressecamento da pele causado pelo banho quente, a dica é usar hidratante corporal. Isso vai manter a sua pele hidratada e evitar aquele efeito de descamação. Para a área do rosto, procure produtos específicos.

Proteja os lábios – Os lábios são partes bem sensíveis do corpo ao frio. Por isso, no inverno, vale a pena investir no uso de protetor para os lábios ou até manteiga de cacau. Já as mulheres, podem abusar dos batons, já que eles ajudam a proteger os lábios.