Os benefícios do feijão preto

O feijão preto é rico em fibras, proteínas, vitaminas e sais minerais.

O feijão preto é um dos alimentos que está presente com bastante destaque na mesa do brasileiro. Além de aparecer como uma rica fonte de vitaminas, o alimento possui muitas outras propriedades que ajudam a evitar uma série de doenças.

O alimento pode ser encontrado com facilidade em supermercados e feiras livres. Na alimentação, o feijão preto pode ser combinado com o arroz branco ou integral, aparecendo como opção saudável para a dieta.

O feijão preto é mais saudável do que qualquer outro tipo. Ele possui um pouco mais de proteínas do que o carioquinha, por exemplo. Mas a quantidade de calorias é bem parecido”, diz a nutricionista Cristiana Pattro Fabri.

O feijão preto e seus efeitos benéficos

Transforme a sua saúde com os benefícios do feijão preto

Feijão preto possui benefícios capazes de transformar a sua saúde (Foto: depositphotos)

Veja também: Tipos de feijão e seus benefícios

O feijão preto é rico em fibras, proteínas, vitaminas e sais minerais. Entre os mais relevantes, destaque para a vitamina A, cálcio, ferro e manganês. O alimento também têm altos níveis de flavonoides e omega-3.

Ainda no âmbito nutricional o feijão preto possui ácido fólico e níveis anormalmente elevados de molibdênio, conhecido como composto raro e imprescindível para a alimentação. Ele, dificilmente, é adicionado de forma natural a um regime de saúde.

Assim como outros grãos, o feijão preto é muito útil, por exemplo, para quem tem metabolismo da glicose irregular, assim como os pacientes com diabetes e hipoglicemia, já que ele tem baixo índice glicêmico.

Dessa forma, a glicemia, ou a taxa de açúcar no sangue, não sobe tanto depois de consumir o feijão, assim como acontece com o consumo de pão branco. Isso acontece devido à presença de maiores quantidades de proteínas, além das fibras solúveis.

A grande quantidade de fibras ajuda também a melhorar o funcionamento do intestino, uma vez que ajuda a mover os alimentos do estômago para o intestino grosso, mantendo o aparelho digestivo regulado e mais saudável.

O consumo de feijão preto tem a função de um excelente medicamento natural contra a anemia. “Em 100 gramas de feijão cozido, você consegue 15 gramas de carboidratos. Além disso, o feijão é rico em ferro, fósforo, ácido fólio, magnésio, potássio e fibra”, pontua o nutricionista João Paim.

Evite doenças consumindo feijão preto

Fique livre de certas doenças consumindo feijão preto

Doenças nunca mais! Feijão preto te ajuda a se escudar das doenças (Foto: depositphotos)

Veja também: Feijão de corda e seus benefícios para o organismo

O consumo do feijão preto ajuda a reduzir os níveis de colesterol no sangue, interferindo na possibilidade do aparecimento de doenças coronárias e ataques cardíacos. Tudo isso é possível, graças às fibras solúveis.

Rico em ácido fólico, magnésio, além de possuir propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, o feijão preto ajuda ainda na preservação, de uma forma geral, da saúde cardiovascular.

A prevenção do estresse oxidativo, responsável pelo aumento do desenvolvimento de doenças cardiovasculares, se dá devido à presença de proteção antioxidante e anti-inflamatória, essenciais para este fim.

O consumo de feijão preto pode ajudar ainda na prevenção ao câncer. Isso porque o alimento contém pelo menos oito flavonoides diferentes com um grande potencial antioxidante. Além disso, possui um alto teor de fitoquímicos que ajudam a prevenir o desenvolvimento de tumores.

Estudos realizados recentemente sugerem eficácia considerável do feijão contra o adenoma de cólon, um tumor não-cancerígeno que podem evoluir para o câncer de cólon.

O sistema nervoso depende de uma substância que é encontrada em grandes quantidades no feijão preto: o folato ou vitamina B6. Esta é responsável pela produção de aminoácidos necessários para o bom funcionamento do sistema nervoso.

O ácido fólico também é essencial para mulheres que estão em período gestacional, pois a deficiência dessa substância pode causar o desenvolvimento inadequado do cérebro do feto e medula espinhal.

Feijão emagrece?

Feijão preto pode ajudar na sua dieta, mas desde que consumido corretamente

Consumido da forma correta, o feijão ajuda a emagrecer (Foto: depositphotos)

Veja também: Benefícios do feijão verde para a saúde

Ao contrário do que muita gente pensa, o feijão pode ser incluído na dieta de emagrecimento. Agora, para que ele surta os efeitos desejados, é importante que o alimento seja consumido da forma e na quantidade certas.

Já no preparo, a gordura deve ser abolida, assim como os temperos industrializados. Isso possibilita que o alimento ganhe status saudáveis e não faça nenhum mal quando consumido por quem quer perder peso.

Uma outra dica é ficar atento a quantidade que se coloca no prato. De acordo com recomendação de nutricionistas, o feijão deve ser consumido ao menos uma vez por dia, sem que apresente prejuízo para a dieta.

Para comprovar mais esse benefício do feijão, com a palavra o nutricionista João Paim. “O feijão não atrapalha o emagrecimento, pelo contrário. Todos os nutrientes ajudam no processo”, enfatiza.

É importante lembrar que, o feijão só apresenta o efeito emagrecedor se for consumido em paralelo com a prática de exercícios físicos e a readequação alimentar. Por isso, vale a pena consultar um profissional para não cometer nenhum erro.

Segundo dados da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), o Brasil produz cerca de três milhões de toneladas de feijão por ano. Há diversos tipos disponíveis no mercado, mas nem todos são consumidos em grande escala.

Entre os principais tipos de feijão estão: carioca, feijão branco, feijão-de-corda, fradinho, feijão-jalo, feijão-rosinha, azuqui, entre outros. A popularidade de cada um deles pode variar de região para região.

Sobre o autor

Formado em Jornalismo pela UniFavip | Wyden. Já trabalhou como repórter e editor de conteúdo em um site de notícias de Caruaru e em três revistas da região. No Jornal Extra de Pernambuco e Vanguarda de Caruaru exerceu a função de repórter nas editorias de Economia, Cidades, Cultura, Regional e Política. Hoje é assessor de imprensa do Shopping Difusora de Caruaru-PE, Seja Digital (entidade responsável pelo desligamento do sinal analógico no Brasil), editor da revista Total (com circulação em Pernambuco) e redator web do Remédio Caseiro.