O chá de losna do Mato estimula o apetite

Uma característica dessa planta é seu sabor amargo

A losna do mato (Artemisia absinthium) é uma erva com propriedades medicinais, conhecida há milhares de anos. Na Grécia Antiga, a planta era usada como uma maneira de homenagear a deusa Ártemis; atualmente, é utilizada na fabricação da bebida alcoólica absinto.

Pertencente à família das Compostas, é também conhecida por outras denominações, tais como erva-do-fel, alenjo, absinto e sintro. A planta alcança de 40 a 80 cm de altura e apresenta flores amarelas agrupadas em pequenos capítulos.

Graças aos benefícios proporcionados pelas suas propriedades medicinais, a losna do mato pode ser utilizada para tratar uma série de condições de saúde.

Propriedades e benefícios da losna do mato

A losna do mato possui um característico sabor amargo. Dentre as suas propriedades medicinais estão a sua ação vermífuga, digestiva, emenagoga e tônica.

A losna do mato é utilizada na fabricação da bebida alcoólica absinto

Essa planta também é conhecida por erva-do-fel, alenjo, absinto e sintro (Foto: depositphotos)

Devido às suas propriedades terapêuticas, o chá de losna do mato pode ser útil no tratamento de diversos problemas de saúde. Confira a seguir:

  • Ativa a circulação sanguínea;
  • Auxilia no tratamento de anemias;
  • Ameniza a azia e dispepsias;
  • Ajuda na prisão de ventre;
  • Repele piolhos e outros insetos;
  • Pode auxiliar no tratamento de nevralgias, mau hálito, vômitos, insuficiência hepática e menstruações irregulares e dolorosas;
  • Limpa e normaliza o funcionamento do estômago;
  • Trata rins, bexiga e pulmões;
  • Atua como estimulante de apetite e da digestão, podendo ser útil para tratar anorexia e quadros similares.

Veja tambémBulimia: sintomas, causas e formas naturais para auxiliar o tratamento

Chá de losna: como preparar?

As partes utilizadas da planta são as suas folhas e pequenos capítulos florais. Para aproveitar os seus benefícios, basta preparar o chá: ferva um litro de água e desligue o fogo, acrescente 20 gramas de folhas ou flores da planta e deixe descansar pelo período de 10 minutos.

Recomenda-se a ingestão de uma xícara deste chá antes das refeições principais. Não exceder duas xícaras ao dia.

Efeitos colaterais e contraindicações

Se for consumido em excesso, o chá de losna do mato pode provocar tremores, convulsões, tonturas e delírios. Se for misturado com álcool, pode resultar em dependência, alucinações e até danos neurológicos irreversíveis. A bebida também não deve ser consumida por longos períodos.

Veja também: Absinto: saiba mais sobre os benefícios desta planta

Este chá é contraindicado para gestantes, lactantes e indivíduos que sofrem de gastrite. Lembre-se da extrema importância de consultar um especialista antes de iniciar quaisquer tratamentos!

Sobre o autor

Formada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas) pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), com certificado DELE (Diploma de Español como Lengua Extranjera), outorgado pelo Instituto Cervantes. Produz conteúdo web, abrangendo diversos temas, e realiza trabalhos de tradução e versão em Português-Espanhol.