Lichia: uma fruta cheia de benefícios 

Conhecida por seu sabor doce e levemente ácido e aparência exótica, a lichia vem conquistando cada vez mais apreciadores. Além dessas características, ela carrega um conjunto de nutrientes que agregam benefícios diversos para a saúde do organismo.

Entre eles estão o auxílio no funcionamento do intestino, graças a quantidade expressiva de fibras que apresenta e o favorecimento da circulação sanguínea, por possuir boa quantia de potássio.

A fruta de nome científico Litchi chinensis é originária da China, mas cultivada em países de clima quente da Ásia, a exemplo da Índia, Paquistão, Tailândia e Filipinas. Com a exportação, o fruto da lichieira passou a ser consumido em várias partes do mundo, incluindo o Brasil.

Comumente consumida in natura, ela também pode ser o ingrediente principal de várias receitas na forma de sucos, sorvetes, geleias etc. 

Principais benefícios da lichia

Confira a seguir alguns dos benefícios do consumo da lichia para a saúde: 

1. Pode auxiliar no emagrecimento

A fruta, por si só, já é bem pouco calórica. Em 100 gramas dela são encontradas apenas 66 kcal. A nutricionista, Bianca Bayer, afirma que a lichia pode, sim, ser aliada no processo de emagrecimento. Devido a alta concentração de fibras, seu consumo pode aumentar a sensação de saciedade e regular o intestino. Consequentemente, auxilia na perda de peso

Mas o efeito positivo só é alcançado adquirindo também hábitos saudáveis, ou seja, boa alimentação e pratica de atividade física com regularidade.

A nutricionista também alerta para a moderação no consumo da lichia, ainda que possua poucas calorias. Ela recomenda ingerir entre 3 a 4 unidades por dia. Os benefícios não estão associados apenas a polpa da fruta, a farinha obtida da lichia também teve efeito positivo no emagrecimento de crianças com sobrepeso. (3)

2. Melhora o sistema de defesa do organismo

Bianca Bayer afirma que a quantidade de vitamina C em sua composição torna a lichia uma grande aliada do sistema imunológico. Além disso, a fruta é uma grande fonte de potássio, nutriente que ajuda nas funções cardiovasculares e no sistema circulatório em geral. 

3. Auxilia na prevenção de doenças

Essa frutinha tropical também é rica em antioxidantes, aliado na prevenção e tratamento de processos inflamatórios. Também ajudam na proteção contra doenças neurodegenerativas e o câncer. (1,2)

4. Ajuda a controlar a pressão arterial

O potássio presente na lichia ajuda a combater os malefícios do sódio. Sabemos que, se consumido em excesso, o sódio pode comprometer muito a pressão arterial, pois aumenta a quantidade de líquido nos vasos sanguíneos.

O potássio atua relaxando as artérias, diminuindo a pressão no interior dos vasos. E cada 100g de lichia concentra, aproximadamente, 171 mg do nutriente.

Portanto, o recomendado para controlar a pressão arterial é combinar o consumo de alimentos ricos em potássio, com a redução do consumo de sal e outras fontes de sódio. 

5. Saúde e beleza da pele

Por ser rica em vitamina C, o consumo da fruta estimula a produção de colágenoAgindo, especialmente, no combate ao envelhecimento precoce e na proteção contra a ação nociva dos raios solares, potencializando os efeitos do filtro solar. 

6. Fonte de vitaminas do complexo B

Ela também possui altas concentrações de vitaminas do complexo B, a exemplo da B2 e a B6. Esses nutrientes são responsáveis por diversas funções no organismo, entre elas, manter o sistema nervoso em dia e regular a produção de hormônios. 

Como consumir a lichia

Além da forma in natura, a lichia também pode encabeçar receitas diversas.

Geleia de lichia

Taça com geleia de lichia

(Foto: depositphotos)

Ingredientes

  • 1 quilograma de lichia
  • 500 gramas de açúcar.

Modo de preparo

Descasque a fruta e retire as sementes. Coloque a polpa em uma panela e acrescente o açúcar. Leve ao fogo por 15 minutos, mexendo sem parar, até dar o ponto. Despeje a geleia ainda quente em potes de vidro e tampe.

Suco de lichia

Copo com suco de lichia

(Foto: depositphotos)

Ingredientes

  • ½ xícara de polpa lichia
  • 5 folhas de hortelã
  • 1 copo de água
  • Gelo a gosto.

Modo de preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador até obter uma mistura homogênea. Sirva.

Sorvete de lichia

Taça com sorvete de lichia

(Foto: depositphotos)

Ingredientes

  • 2 colheres (de sopa) de açúcar de confeiteiro
  • 1 unidade de clara de ovo
  • 1 colher (de sopa) de suco de limão
  • 450 gramas de lichias frescas (sem pele e sem sementes).

Modo de preparo

Bata a polpa da lichia com o açúcar de confeiteiro até obter um purê. Acrescente o suco de limão e bata mais um pouco. Peneire a mistura e coloque  no congelador por 3 horas. Passado esse tempo, pique o sorvete com um garfo, bata na batedeira até a consistência ficar uniforme, nesse momento, coloque a clara de ovo. Congele por 8 horas e estará pronto. A dica é servir essa sobremesa natural com rodelas de limão para decorar.

Agora que você já conhece os benefícios dessa frutinha maravilhosa, não deixe de incluí-la na sua alimentação diária. E lembre-se que, para obter todos os benefícios da lichia, você deve consumi-la regularmente. 

*Artigo feito com a colaboração da nutricionista da Clínica Michelle Freitas, Bianca Bayer (CRN 39538)

Referências

(1) MOTTA, E.L.. Avaliação da composição nutricional e atividade antioxidante de Litchi chinensis Sonn. (“Lichia”) cultivada no Brasil. Universidade Federal do Rio De Janeiro. Disponível em: http://objdig.ufrj.br/59/teses/725620.pdf . Acesso: 30 de out. 2019. Disponível em: http://objdig.ufrj.br/59/teses/725620.pdf. Acesso em: 01 de novembro de 2019.

(2) ZHAO, M. Immunomodulatory and anticancer activities of flavonoids extracted from litchi (Litchi chinensis Sonn.) pericarp. International Immunopharmacology, v. 7, Issue 2, February 2007, p. 162-166. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1567576906002815. Acesso em: 01 de novembro de 2019.

(3) GARCIA, C.C.A; SANTOS, V.S; FERREIRA, M.E. Aceitação da farinha de lichia e seu efeito no emagrecimento de crianças com excesso de peso. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, São Paulo. v.9. n.52. p.158-166. Jul./Ago. 2015. Disponível em: http://www.rbone.com.br/index.php/rbone/article/view/390/355. Acesso em: 01 de novembro de 2019.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.