Benefícios do levedo de cerveja

Chamado cientificamente de Saccharomyces cerevisiae, o levedo de cerveja é um fungo que cresce no lúpulo, um tipo de planta trepadeira. Além de ser usado na fabricação de cervejas, é também uma ótima fonte de vitaminas e minerais.

Mas, o que realmente chama atenção nesse alimento é a rica composição em proteínas. De acordo com a nutróloga e membro da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN), Tamara Mazaraki, em 100 gramas de levedura há 50 gramas de proteína completa.

Além de baixar os níveis de glicose e colesterol, o levedo de cerveja evita doenças (Foto: depositphotos)

Toda essa quantidade do nutriente no levedo de cerveja contribui com melhores resultados para os praticantes de musculação. Além disso, favorece a manutenção de um peso saudável.

Outros benefícios que entram na cota da levedura são: melhor digestão e controle da glicose e do colesterol. Confira tudo aqui!

Levedo de cerveja: para que serve?

De todos os minerais presentes no alimento, dois recebem um destaque significativo: cromo e selênio. Segundo a médica, o primeiro é responsável por auxiliar no controle da taxa de açúcar no sangue.

Já “o selênio participa de muitas enzimas importantes para o metabolismo e é essencial para o aparelho cardiovascular“, completa Tamara Mazaracki.

Complementa a alimentação de vegetarianos e veganos

Quem deixou de comer carne deve estar cansado de ouvir a pergunta: “mas, e as proteínas?”. Ao contrário do que muitos possam pensar, existem diversos alimentos vegetais que são excelentes fontes proteicas, como é o caso da levedura.

Dessa forma, vegetarianos e veganos podem aproveitar dos inúmeros benefícios desse nutriente, como a proteção contra infecções e o crescimento de células e músculos.

Contribui com o DNA

De acordo com a nutróloga, DNA e RNA são formados por ácidos nucleicos, os quais também estão presentes no levedo. Essas substâncias estão correlacionadas com as células do corpo, por isso ajudam no fornecimento de energia celular.

Além disso, o consumo constante do alimento consegue trazer alguns benefícios para a estética, como a prevenção da queda de cabelo e a manutenção da pele saudável.

E como auxilia na saúde das células, a levedura ainda está associada à prevenção de doenças degenerativas, como problemas cardíacos, câncer e mal de Alzheimer.

Baixa níveis de glicose e colesterol

Lembra do mineral cromo e de sua função no controle dos níveis de glicose? Então, segundo Tamara Mazaracki esse benefício já foi comprovado em estudo publicado no Journal of Trace Elements in Medicine & Biology.

Nessa pesquisa, os estudiosos descobriram não apenas a redução na glicemia em pacientes diabéticos, mas também no colesterol ruim (LDL). Além da comprovada destruição de gorduras e carboidratos.

Reforça o sistema imunológico

Uma das razões que coloca o levedo de cerveja como um aliado do sistema imunológico é a presença de um composto chamado betaglucana. Isso porque, ele é capaz de estimular os glóbulos brancos do tipo macrófagos.

“Além disso, levedo fornece glutationa, um poderoso antioxidante que também atua como imunoestimulante”, explica a médica.

Regula o intestino e melhora a digestão

Esse alimento é considerado probiótico e prebiótico, por isso possui e ao mesmo tempo estimula a produção de bactéricas desejáveis no intestino. Em outras palavras, melhora tanto a função digestiva como o trânsito intestinal.

Mas outro motivo que corrobora com esses benefícios é a presença de fibras solúveis. Isso porque elas facilitam os movimentos peristálticos, contribuindo também com a eliminação das fezes.

Combate bactérias

Por agir em defesa do sistema imunológico, o produto natural também desempenha uma ação contra a bactéria Clostridium difficile, sendo esta a responsável por diversas doenças gastrointestinais acompanhadas de diarreia.

Salmonella e Escherichia coli são outras bactérias que podem ser combatidas pela levedura. Para isso acontecer, o fungo do lúpulo fortalece a função do fígado, fazendo com que o órgão remova as bactérias do sangue de forma mais efetiva.

Favorece a musculação

“Para os praticantes de musculação e atletas em geral, o levedo é muito interessante por ser rico em proteínas de fácil assimilação e cromo, o que ajuda na definição, ganho de massa muscular e na recuperação pós-treino”, destaca a médica especialista em nutrologia.

Ainda segundo Tamara, ele pode ser tomado a qualquer momento do dia, antes ou depois do treino.

Quais vitaminas tem esse alimento?

A principal vitamina presente no levedo de cerveja é na verdade um conjunto: as vitaminas do complexo de B. De uma maneria geral, elas são importantes para manter a saúde dos cabelos, unhas e pele.

Além disso, também ajudam na queima de gordura, na regulação do sono e na saúde da visão. Veja a seguir mais detalhadamente quais são as vitaminas presentes na levedura e quais são suas principais funções:

  • B1 (tiamina): auxilia o sistema nervoso, melhorando a função cerebral e combatendo a depressão. Além disso, contribui com o sistema circulatório, previne o envelhecimento e combate a fadiga
  • B2 (riboflavina): responsável pela cor amarelada do levedo, essa variação previne a catarata e contribui com a produção do hormônio da adrenalina
  • B3 (niacina): fortalece o sistema nervoso e imunológico, sem contar nos benefícios provenientes da redução de triglicérides e colesterol
  • B6 (pridoxina): excelente aliado da saúde do coração, impedindo doenças cardíacas. Também alivia enxaquecas e náuseas
  • B12 (cobalamina): de todas as vitaminas do complexo de B, a B12 é a que menos é encontrada na levedura. Mesmo assim, ela é importante para a saúde da pele e para o equilíbrio hormonal. (1)

Levedo de cerveja engorda ou emagrece?

“Embora alguns estudos mostrem que o cromo pode ajudar a reduzir a gordura corporal, a quantidade perdida é pequena em comparação com o que pode ser eliminado com exercícios e uma dieta equilibrada”, revela a médica.

Entretanto, Tamara também explica que o levedo é um alimento energético e rico em proteína, por isso pode se somar a outros fatores que ajudem o consumidor a manter um peso saudável.

“Por seu teor de fibra ele contribui para a saciedade, o que ajuda na dieta”, complementa a nutróloga.

Como tomar?

O levedo de cerveja pode ser adquirido em pó ou em flocos. Em ambos os casos, você pode adicioná-lo em outros alimentos, como sucos, vitaminas, iogurte, sopas e até em saladas.

Também pode ser consumido em qualquer horário do dia, seja de manhã, de tarde ou à noite. No entanto, se for aproveitado no café da manhã, ele vai ajudar a proporcionar um dia cheio de energia.

Contudo, a maior recomendação de consumo é começar devagar, principalmente se não há o costume de comer esse alimento. Conforme indicação da médica, uma colher (de chá) é uma ótima maneira de se adaptar.

Aos poucos, a dose deve ir dobrando até atingir a quantidade máxima recomendada por dia: de uma a duas colheres (de sopa).

Veja a seguir uma indicação de shake dada pela médica Tamara Mazaracki!

Receita de shake

É possível tomar o levedo de cerveja em vitaminas, iogurtes e shakes (Foto: depositphotos)
  • 250 ml de água de coco ou leite vegetal (de amêndoas, coco, castanha ou arroz)
  • 4 morangos
  • 1 banana pequena
  • 2 colheres (de chá) de flocos de levedo de cerveja.

Bata no liquidificador e tome imediatamente. Se preferir, adoce a gosto com mel ou xilitol.

Contraindicações e efeitos colaterais

Diabéticos que usam medicação controlada devem evitar o consumo da levedura sem o acompanhamento médico. Isso porque, o alimento pode interagir com o medicamento e reduzir ainda mais a glicemia.

Tamara Mazaracki também desaconselha o uso de quem utiliza de remédios que tenham uma substância chamada inibidor da MAO. Assim, evita-se casos de pressão alta.

Grávidas e mulheres que estão amamentando devem consumir com consciência, evitando os excessos. E ainda há quem possa sofrer com alergia a esse alimento.

“Se não estiver acostumado ao levedo, uma dose alta pode causar náusea, gases e até diarreia“, finaliza.

*Artigo feito com a colaboração da nutróloga Tamara Mazaracki, membro da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) (CRM 52 301716).

Referências

(1) Aditivos & Ingredientes. “As vitaminas do complexo B“. Disponível em: https://funcionaisnutraceuticos.com.br/upload_arquivos/201612/2016120367203001481552689.pdf. Acesso em 30 de novembro de 2019.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.