Inhame engorda ou emagrece? Nutricionista esclarece

Esse tubérculo é rico em fibras, o que proporciona maior sentimento de saciedade

Você já se perguntou se o inhame engorda ou emagrece? Assim como outros ingredientes, o inhame tem despertado a curiosidade das pessoas com relação ao processo de emagrecimento.

Mas ao contrário do que muitos possam pensar, o inhame é sim um aliado da perda de peso. Além de ser um ingrediente repleto de benefícios para a saúde de seus consumidores.

E para explicar melhor todo o potencial desse produto da terra, conversamos com a nutricionista Creuza Nunes. Com o auxilio dessa profissional e de pesquisas científicas, o Remédio Caseiro preparou esse artigo repleto de informações importantes sobre o inhame.

No final, é possível conferir ainda algumas receitas que podem ser adotadas utilizando-se desse ingrediente especial. Além de alguns acompanhamentos ideais para quem está de dieta.

Inhame engorda ou emagrece?

“O inhame é um excelente alimento para ser incluso no planejamento alimentar. Ele possui boas quantidades de fibras, e com isso ele proporciona maior saciedade, que é um fator bastante importante em dieta para perda de peso”, explica a nutricionista Creuza Nunes.

Inhame cortado

As fibras presentes nesse tubérculo aumentam a sensação de saciedade (Foto: depositphotos)

Além disso, esse tubérculo contém carboidratos complexos, fazendo com que sua digestão e absorção seja mais prolongada. (1) Com tudo isso, fica claro que o inhame é uma boa opção para quem está de dieta ou quer perder peso.

Mas afinal, quanto deve ser consumido por dia para obter o emagrecimento? Com relação a essa dúvida, a profissional em nutrição informa que tudo irá depender do objetivo do paciente.

“O nutricionista irá calcular de forma individualizada de acordo com as necessidades específicas do paciente, assim é levado em consideração o hábito alimentar, estilo de vida, patologias entre outros.”

No entanto, é importante destacar que sozinho o inhame não faz milagres. Isso significa dizer que, quem deseja emagrecer deve adotar novos estilos de vida e, de preferência, acompanhados por profissionais de nutrição e de educação física.

“O primeiro passo para quem deseja perder peso é procurar por um nutricionista, para elaborar o plano alimentar de acordo com as suas necessidades e rotina diária. Desse modo, é importante iniciar com uma reeducação alimentar, aprendendo a se alimentar de forma correta, consumindo alimentos saudáveis, como frutas, verduras, legumes, carnes magras, aumentar a ingestão de líquidos e comer fibras“, alerta Creuza.

Além disso, é necessário evitar alimentos ricos em sódio e açúcar, bem como gorduras, frituras, massas, refrigerantes e alimentos industrializados. “O processo de emagrecimento envolve o trabalho de diferentes tipos de profissionais, assim como o nutricionista, o educador físico também faz parte desse processo.”

Benefícios do inhame

Auxiliar na perda de peso é apenas um dos tantos benefícios que podem ser conquistados a partir do consumo apropriado do inhame. De acordo com a nutricionista, além das fibras e carboidratos, esse alimento também é rico em vitamina C, melhorando o sistema imunológico.

“Também é rico em vitaminas do complexo B (como o ácido fólico, por exemplo) e potássio (que ajuda a regular a pressão arterial). Entre os nutrientes do tubérculo estão o cálcio, o ferro, e magnésio”, cita Creuza Nunes.

Para a nutricionista, se bem adaptado à alimentação, o inhame pode auxiliar a reduzir os riscos de doenças como obesidade, diabetes e hipertensão. Confira a seguir a lista dos benefícios já comprovados do inhame:

  • Efeito hipolipemiante
  • Efeito anti-inflamatório
  • Efeito anticancerígeno
  • Efeito antidiabético
  • Efeito modulador do sistema imune
  • Benéfico para saúde da mulher

Efeito hipolipemiante

Estudos comprovaram que animais alimentados com uma dieta suplementada com inhame apresentaram uma redução significante na concentração de colesterol. Essa habilidade do alimento também pode ser observada no estilo de alimentação de alguns povos.

Por exemplo, a população em Nova Guiné (Oceania), apresenta níveis séricos de colesterol mais baixos quando comparados com os europeus. Isso porque, o tubérculo é um alimento base da cultura dos papuásios. (2)

Anti-inflamatório

O efeito anti-inflamatório desse produto da terra é devido aos agentes presentes em sua composição, como os fitosteróis e flavonoides. Além disso, também possui ação antioxidante. (2)

Anticancerígeno

Assim como o povo de Nova Guiné, a população havaiana também tem esse alimento como base. Por essa razão, algumas observações foram feitas nesse local. E o que ficou constatado foi a baixa prevalência de câncer intestinal. 

Para os pesquisadores, esse efeito tem relação com o alto teor de fibras encontrado no inhame. Isso porque, a prevenção do câncer está associada às dietas ricas em vegetais. (2)

Efeito antidiabético

Além disso, “o inhame é rico em fibras sendo considerado um carboidrato de baixo índice glicêmico, isso quer dizer que o carboidrato é liberado de forma lenta na corrente sanguínea, assim este alimento evita picos de glicemia”, explica a profissional de nutrição.

Modulador do sistema imune

Esse alimento ainda está relacionado com o crescimento de células do sistema imunológico. (2) Por essa razão, fortalece o organismo, evita o surgimento de problemas de saúde e melhora as respostas aos antígenos.

Saúde da mulher

“Há estudos associando o consumo de inhame a um maior controle hormonal, diminuindo os sintomas da menopausa e possivelmente da TPM”, relata Creuza Nunes.

Qual é melhor: inhame ou batata doce?

Esse questionamento pode ser feito por quem está procurando uma melhor alimentação, principalmente quando é com relação à perda de peso. Mas segundo a nutricionista, a batata doce, assim como o inhame, também é rica em carboidratos de baixo índice glicêmico.

Além disso, ela é rica em vitaminas do complexo B e alguns minerais como o cálcio e magnésio. Também pode ser classificada como uma excelente fonte de fibras, ajudando a equilibrar o intestino e dar mais saciedade. Ou seja, a batata doce contribui com a perda de peso.

“Entre a batata doce, ou inhame, use o alimento que mais agradar o seu paladar. Lembrando que tanto a batata quanto o inhame são excelentes fontes de carboidratos para incluir em um planejamento alimentar”, destaca.

Receitas com inhame: o que fazer, como preparar e como consumir?

Segundo Creuza Nunes, o inhame pode ser preparado de diversas maneiras, como refogados, preparações cozidas, sopas, purê, pães, tortas e bolos. Além disso, pode ser um substituto do leite de vaca, uma vez que é possível fazer um extrato com a polpa desse tubérculo.

Já quando o assunto são os acompanhamentos do inhame, a nutricionista faz algumas recomendações. “Pode ser consumido com boas fontes de proteínas, como frango, ovos e queijo. No entanto, evite prepará-lo com manteiga e óleos que aumentam seu valor calórico.”

E como o inhame pode ser servido no lugar de outros tipos de carboidratos, ele pode ser consumido tanto no café da manhã como também no horário do jantar.

Confira a seguir algumas receitas feitas com o inhame para você que deseja emagrecer. Mas claro, antes de adotá-las diariamente, procure conversar com um nutricionista.

Inhoque de inhame

  • Rodelas de inhame
  • Farinha de trigo integral
  • Sal marinho a gosto.

Os primeiros passos são cozinhar os inhames, descascá-los e amassá-los juntamente com a farinha de trigo e o sal. A mistura deve ficar com uma consistência ideal para ser enrolada. Depois, corte em quadradinhos e cozinhe em fogo médio. O molho para o inhoque deve ser um de sua preferência, como o clássico de tomate. (3)

Purê de inhame

  • Inhames descascados e cortados em cubos
  • Água suficiente para cobrir o inhame durante o cozimento
  • Sal a gosto
  • Leite desnatado
  • Cheiro verde para polvilhar.

Cozinhe o inhame até que o tubérculo fique bem macio. Depois, escorra a água e amasse com o auxílio de um garfo. Em seguida, aqueça o inhame, adicionando o leite e mexendo, até formar um creme liso. Complemente a receita com o sal e o cheiro verde. Pronto, o purê está pronto para ser servido! (4)

Purê de inhame

Purê é uma forma saudável de utilizar o inhame e aproveitar os benefícios desse tubérculo (Foto: depositphotos)

Sopa de inhame

  • Inhame descascado e cortado em cubos
  • Cenoura cortada em cubo
  • Batatas cortadas e descascadas
  • Fio de óleo
  • Cheiro verde a gosto
  • Alho e Cebola a gosto
  • Sal a gosto
  • Água.

Primeiro, refogue todos os ingredientes e depois acrescente água para cobri-los. Deixe-os cozinhar até que fiquem macios. Coloque todos no liquidificador e bata para a mistura ficar com uma consistência cremosa. Caso fique muito grosso, você pode regular adicionando mais água. Salpique cheiro verde e sirva. (4)

*Artigo feito com a colaboração da nutricionista Creuza Nunes (CRN-25439/PE).

Referências científicas

Por fim, veja abaixo as referências científicas usadas na produção deste artigo. O Remédio Caseiro é um site comprometido com informações verdadeiras, conteúdo relevante e, claro, com a sua saúde. Sendo assim, fique sempre bem informado(a) em nosso site!

Referências

(1) Departamento de Nutrição e Metabologia da SBD. “Manual de Nutrição Profissional da Saúde“. Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), 2009. Disponível em: https://www.diabetes.org.br/profissionais/images/pdf/manual-nutricao.pdf. Acesso em 5 de maio de 2019.

(2) REIS, Graciane Dias e. “Avaliação da atividade biológica do Taro [(Colocasiaesculenta (L.) Schott)] no ensaio de letalidade com Artemia salina Leach, no teste antifúngico de microdiluição em caldo e na hipercolesterolemia em coelhos“. Universidade Federal de Ouro Preto, Escola de Farmácia – Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas, 2011. Disponível em: http://www.tede.ufop.br/tde_arquivos/19/TDE-2013-07-10T112531Z-1078/Publico/EFAR%20-%20Diss%20-%20Graciene%20Dias%20e%20Reis.pdf. Acesso em 5 de maio de 2019.

(3) Voletim Informativo do Núcleo Liroral Solidário – Rede Ecovida de Agroecologia. “Novas receitas para alimentos tradicionais“. Ano V – Edição 8, 2006. Disponível em: www.centroecologico.org.br/boletim_download.php?id_boletim=58&tipo=pdf. Acesso em 5 de maio de 2019.

(4) Governo do Estado do Paraná. “Receitas com inhame“. Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional – Departamento de Nutrição e Alimentação. Disponível em: http://www.gestaoescolar.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/alimenatacao_escolar/receitas_inhame.pdf. Acesso em 5 de maio de 2019.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.