Toranja: o que é e benefícios da fruta

A toranja é uma fruta cítrica, chamada muitas vezes de “filha da laranja”, porque é o resultado de um cruzamento artificial entre o pomelo (Citrus maxima) e a laranja comum (Citrus sinensis). 

A espécie, que também é muito conhecida pelo seu nome em inglês, grapefruit, não é tão popular aqui no Brasil, mas o consumo dela traz vários efeitos benefícios para a saúde e por isso vale a pena adicioná-la no cardápio. 

Entre os motivos para comer a fruta estão: o fortalecimento da imunidade, a melhora do sistema gastrointestinal e o auxílio ao emagrecimento.

Toranjas inteiras e ao meio

A toranja é uma fruta híbrida, originada do cruzamento da laranja comum com a pomelo (Foto: depositphotos)

Para explicar tudo sobre essa fruta exótica, convidamos o nutricionista Luis Braz, que destacou alguns dos principais benefícios dela para a saúde e ainda deu dicas de como consumi-la. Confira! 

Quais os benefícios da toranja?

O nutricionista informou que a toranja é uma ótima fonte de vitamina A e C, fibras alimentares e também de compostos fitoquímicos importantes, como o flavonoide e betacaroteno, que dão a cor vibrante da fruta.

Ela apresenta ainda pequenas quantidades de vitaminas do complexo B, como tiamina e a riboflavina, e minerais, tais como: fósforo, ferro e potássio. Tudo isso com uma pequena quantidade de carboidratos por cada porção de 100 gramas e apenas 41 calorias. (1)

Fortalece a imunidade 

Você já deve ter ouvido alguma vez na vida alguém indicando a vitamina C para prevenir a gripe, não é? Pois saiba que “a toranja é uma fruta importante para o fortalecimento do sistema imunológico em função da presença dessa vitamina”, explicou Braz. 

A proteção, que não é apenas contra a gripe, mas contra várias outras doenças, acontece porque esse nutriente é essencial para a produção de novas células de defesa, que lutam diretamente para eliminar mutações nas células e microrganismos invasores. 

Com esse aumento de anticorpos, o corpo consegue lutar melhor contra os agentes causadores de doenças e com isso as chances de você cair doente com uma gripe ou alguma outra enfermidade aproveitadora é bem menor.

Combate os radicais livres 

Segundo Luis, o consumo da toranja também ajuda a combater os radicais livres, uma vez que a fruta é rica em compostos antioxidantes, principalmente vitaminas A e C. 

Mas o que isso tem demais? Você pode estar se perguntando…

Esse potencial antioxidante ajuda a deixar o corpo mais saudável e a prevenir diversos tipos de doenças degenerativas. Isso porque os radicais livres são moléculas instáveis que “se prendem” às células saudáveis e acabam fazendo com que elas se oxidem (degradem) e se multipliquem desordenadamente.

O resultado, como é possível imaginar, é uma reação em cadeia que prejudica bastante o organismo. 

Promove a boa saúde intestinal 

Além desses benefícios, a grapefruit também é capaz de “promover melhorias na qualidade da atividade dos intestinos pelo seu alto teor de fibras”, atesta o profissional de nutrição. 

Isso ocorre porque as fibras solúveis são capazes de absorver água no caminho para o intestino, já que não são digeridas pelo ácido estomacal. Lá, essa água serve tanto para hidratar as fezes, evitando o ressecamento que causa constipação, tanto para fermentar essa massa e aumentar a proliferação de bactérias boas para o organismo. 

Desse modo, adicionar a toranja à dieta pode melhorar as suas idas ao banheiro e ainda prevenir problemas como a diarreia. 

Previne o envelhecimento da pele 

Luiz explicou que a vitamina C consegue ainda melhorar a aparência da pele, pois serve para aumentar a produção do colágeno, uma proteína essencial para a estrutura da pele, dando mais firmeza e elasticidade. Contudo, a produção dela vai diminuindo com o tempo, o que favorece o envelhecimento precoce. 

Por isso, adicionar esse nutriente a alimentação pode prevenir o surgimento de linhas de expressão e da flacidez, deixando a pele mais lisa e com uma aparência saudável. Motivo pelo qual a vitamina está presente em várias formulações de dermocosméticos.

Auxilia no processo de emagrecimento 

Apesar da toranja não ser nenhum alimento “milagroso”, ela pode sim contribuir para perda de peso corporal”, esclareceu o nutricionista.

Esse benefício “se deve à presença de substâncias com poder antioxidantes e pelo alto teor de fibras, algo que pode proporcionar mais saciedade, regular o trânsito intestinal e estimular as funções hepáticas de modo a manter a estabilidade do metabolismo”, explicou.

Além do mais, as fibras também são responsáveis por reduzir a absorção de gorduras e açúcares, que são nutrientes com alto valor energético. Aliado a isso está o fato da fruta possuir apenas 41 calorias, o que também contribui para a manutenção do peso. 

Mas lembre-se: não existe milagre. Para emagrecer com saúde é preciso mudar hábitos, adotando uma alimentação balanceada e praticando exercícios físicos regularmente.

Protege o coração

O consumo da grapefruit pode ajudar a proteger o coração contra várias doenças, devido aos flavonoides encontrados na sua composição. Eles impedem que a gordura comece a formar placas e se acumule nas artérias, provocando o entupimento. 

Ela ainda é capaz de reduzir a pressão arterial porque é vasodilatadora. Ou seja, relaxa e alarga as veias, permitindo que o sangue flua de maneira mais suave. Desse modo, reduz os riscos de infarto e outros problemas cardiovasculares. (2)

O que é exatamente a toranja?

A toranja é uma espécie híbrida, originada do cruzamento de duas espécies do gênero citrus, a laranja comum e o pomelo. Seu nome científico é Citrus paradisi e são considerados frutos grandes, pesando em média 350 gramas, de casca lisa e polpa avermelhada. Ela é originária da ilha de Barbados, na América Central, e possui sabor amargo e cítrico. (3)

Como consumir e receitas

A toranja é descrita pelo profissional de nutrição como uma fruta bem versátil, visto que “seu consumo pode ser ao natural, na forma de sucos ou de chás“.

Mas não é apenas isso, ela também pode ser usada como ingrediente principal de compotas ou doces, que disfarçam bem o sabor amargo da polpa. Veja a seguir como preparar algumas dessas receitas!

Suco de toranja

Copo com suco de toranja

(Foto: depositphotos)

Você vai precisar apenas descascar 2 toranjas, tomando cuidado para retirar toda a parte branca, que é bastante amarga, e levar os gomos ao liquidificador com 1 copo de água filtrada. 

Bata bem, em seguida basta colocar em um copo com gelo e adoçar com mel. O nutricionista recomenda “não coar a bebida pois pode ser mais estratégico para a perda de peso ou saciedade”. 

Chá de toranja 

Xícara com chá de toranja

(Foto: depositphotos)

Para fazer o chá, perfeito para tomar naqueles dias mais frios, você vai precisar de 2 toranjas de tamanho médio, 1 colher (de sopa) de canela em pó, 1 colher (de sopa) de gengibre fresco ralado, 1 xícara de água e ¼ de xícara de mel. 

Esprema a fruta para retirar o sumo e coloque em uma panela junto com as cascas, a canela, o gengibre e água. Leve tudo ao fogo baixo e deixe ferver por, pelo menos, 10 minutos. Em seguida basta coar, adoçar com mel e beber ao longo do dia. 

Geleia de toranja

Pote de vidro com geleia de toranja

(Foto: depositphotos)

A geleia de grapefruit também é bem fácil de preparar. Você vai precisar apenas de 6 frutas de tamanho médio e 3 xícaras de açúcar cristal. 

Separe os gomos da toranja e retire a pele de todos eles apertando para extrair um pouco do suco, é meio trabalhoso, mas faz muita diferença no resultado. Em seguida leve ao fogo junto com o açúcar e deixe cozinhar por 15 minutinhos. Feito isso, espere esfriar e está pronto. Você pode guardar na geladeira, em um pote de vidro esterilizado, por até 3 meses.

Cuidados

Mesmo com todos esses benefícios a toranja deve ser consumida com bastante cuidado, pois interage com mais de 85 medicamentos diferentes e pode potencializar os efeitos de remédios usados para tratar pressão alta, problemas cardíacos, renais e até alguns usados no tratamento de câncer. 

Também causa reações graves quando o consumo é combinado com remédios de uso contínuo. Por isso, caso utilize medicamento de uso controlado, evite consumir a fruta sem aval do seu médico. 

Pessoas idosas devem tomar cuidado redobrado, porque são mais vulneráveis aos efeitos nocivos da fruta. (4)

*Texto feito com o apoio do nutricionista especialista em nutrição esportiva Luis Braz (CRN6 – 7771). 

Referências

(1) SINCLAIR, Walton B. The Grapefruit: Its Composition, Physiology & Product. Estados Unidos: Agriculture & Natural Resources, 1972. Acesso em: 31 de outubro de 2019.

(2) GUPTA, V. et al. Pharmacological potentials of citrus paradisi – an onverview. International Journal of Phytotherapy Research, v., n.1, p.8-17, 2011. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/d969/fec1441d0c3044e6189516a93f50ac6d29fe.pdf. Acesso em: 31 de outubro de 2019.

(3) BASTOS, Débora Costa; CALGARO, Marcelo; PASSOS, Orlando Sampaio. Recomendações para o Cultivo do Pomeleiro ‘Flame’ nas Condições do Vale do São Francisco. Embrapa Semiárido: Petrolina, 2017. Disponível em: https://www.embrapa.br/busca-de-publicacoes/-/publicacao/1088293/recomendacoes-para-o-cultivo-do-pomeleiro-flame-nas-condicoes-do-vale-do-sao-francisco. Acesso em: 31 de outubro de 2019.

(4) BAILEY, David G.; DRESSER, George; ARNOLD, J. Malcolm. Grapefruit-medication interactions: Forbidden fruit or avoidable consequences?. Canadian Medical Association Journal, v.185, n.4, p.309-316, 2013. Disponível em: https://dx.doi.org/10.1503%2Fcmaj.120951. Acesso em 31 de outubro de 2019.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (Mtb-PE: 6770) com formação completa no curso de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo (UniFavip-DeVry). Experiência prática de dois anos em produção jornalística para TV e rádio. Atualmente atua na área de redação para web, nas áreas de educação, beleza e saúde alternativa. Além da formação no curso superior, possui experiência em produção de vídeo, diagramação de livros e revistas e marketing.