Domando o frizz dos cabelos com uma receita caseira

Você arruma os cabelos, prende, e lá estão eles: os detestáveis fios rebeldes do frizz! Mas você sabia que pode reduzi-los com receitas caseiras?

Conversamos com o cabeleireiro Jefferson Azevedo sobre como controlar esse “probleminha” usando itens que você encontrar na despensa da casa. Mas além das dicas, é importante saber como o frizz aparece.

De acordo com o profissional, existem diversas razões que levam ao surgimento desses fios rebeldes. Quando o cabelo está ressecado, com a cutícula aberta, é um exemplo. E isso normalmente se deve ao uso constante de secadores e chapinha.

Além disso, os processos químicos frequentes acabam por desgastar a cutícula capilar, fragilizando o fio e arrepiando-o. Então, se você está nessa situação e não sabe mais o que fazer, que tal conferir uma dica caseira para melhorar o aspecto das madeixas? Assim você fica satisfeita com seu visual e ainda mais bonita.

Receita caseira contra frizz dos cabelos

“Um dos métodos mais utilizados para redução e tratamento do frizz para que ele venha se normalizar, é a umectação”, explica Jefferson. Ainda de acordo com o profissional, esse procedimento pode ser feito utilizando-se de um velho conhecido da cozinha brasileira: o azeite de oliva extra virgem.

Segundo Jefferson Azevedo, a umectação deve ser feita iniciando-se pela lavagem do cabelo com um shampoo antirresíduos. Em seguida, deve-se aplicar o azeite no cabelo mexa por mexa.

Mulher segurando cabelos

O frizz são os fios arrepiados, que geralmente causam incômodo visual em quem os possui (Foto: depositphotos)

Depois disso, é importante deixar o produto agir nas madeixas. “Você pode deixar algumas horas ou pode deixar de um dia para o outro. Fazendo depois a retirada desse óleo com shampoo, hidratação e finalizando com condicionador para selar as cutículas”, ensina o cabeleireiro.

Para todo esse processo, escolha os produtos que mais se adequam ao seu tipo de cabelo. Por exemplo, se você tem um cabelo cacheado, use uma linha específica para ele. Da mesma forma se ele for descolorido, liso ou crespo.

Vale ressaltar ainda que essa receita é apropriada para todos os tipos de cabelo. Então, tanto os lisos, ondulados, cacheados e até os crespos podem se beneficiar com essa umectação à base de azeite de oliva extra virgem.

Além disso, o profissional afirma que essa receita pode ser usada em qualquer estação do ano. Mas Jefferson alerta: “Livre um dedinho do couro cabeludo, para que não sobrecarregá-lo com óleo.”

Mas além de reduzir o frizz, o azeite também é indicado para quem deseja ter cabelos mais macios e sedosos. Outro benefício também é a ação rejuvenescedora desse óleo nos cabelos, uma vez que ele é rico em vitamina E, um antioxidante natural. (1)

Outras receitas

Se você não deseja usar o azeite de oliva extra virgem no cabelo, o cabeleireiro Jefferson Azevedo oferece mais duas opções de umectação caseira: à base de óleo de coco e de rícino.

Aplicando de maneira igual ao procedimento indicado anteriormente, é possível garantir uma redução do frizz. Primeiro lave o cabelo com shampoo, em seguida seque com uma toalha tirando toda a umidade.

Depois separe a quantidade de óleo de coco ou de rícino que seja suficiente para aplicar no seu cabelo. Divida os fios e comece passando o produto natural mexa por mexa. Após toda a madeixa receber o tratamento, espere algumas horas para tirar a umectação e finalizar com shampoo, hidratação e condicionador.

Enquanto o óleo de coco age como uma substância reparadora dos cabelos danificados, o óleo de rícino é ideal para ajudar no crescimento dos fios. De uma forma ou de outra, esses dois tratamentos vão trazer benefícios para as madeixas.

Por essa razão, é possível intercalar os tipos de umectação com base nos resultados que se deseja obter. Por exemplo, se o cabelo está com muito frizz e ressecado, é indicado fazer uma vez por semana.

Já se as madeixas estão mais estruturadas, no entanto os fios rebeldes ainda incomodam, o tratamento pode ser adotado a cada 15 dias.

O que é o frizz?

“O frizz são cabelos desalinhados, de textura e comprimento diferenciados de todo restante do cabelo”, explica Jefferson. Por isso é fácil de reconhecê-los, basta encontrar fios arrepiados, que geralmente causam um incômodo visual em quem possui.

Apesar de ser tido como uma questão estética, o frizz também pode revelar algum problema de nutrição do cabelo. Ainda segundo o profissional capilar, o frizz pode ter uma textura mais espessa do que o restante do cabelo na sua forma natural. Assim, eles podem ser muito grossos ou muito finos.

E quando o assunto é a forma como eles aparecem nas madeixas, o cabeleireiro explica que pode ser mais de uma. “Podem ser causados devido química, ressecamento, umidade e genética também.”

Dicas para ter um cabelo bonito

Como já mencionado, a umectação é uma excelente forma de controlar e de evitar os fios rebeldes que surgem. Mas além desse tratamento, é possível prevenir o frizz mantendo o cabelo nutrido e hidratado adotando outros procedimentos.

“Para se ter um cabelo saudável hoje em dia é só buscar alternativas que você se identifique, no sentido de custo-benefício e tempo. E seguir um cronograma capilar de acordo com o seu tipo de cabelo, sua disponibilidade de tempo e seguir sempre hidratando e reconstruindo. Hoje em dia, devido aos fatores ambientais, acabamos tendo um cabelo não tão saudável. Mas com essas alternativas de cronograma é possível trazer a naturalidade e a vitalidade para o cabelo”, explica o cabeleireiro Jefferson Azevedo.

Assim, a hidratação é fundamental para corrigir esse problema. Deve-se fazer uma hidratação profunda ao menos uma vez por semana, além de condicionar os fios todas as vezes em que se lavar os cabelos.

Também é recomendado fazer uma cauterização a cada três meses, principalmente para quem tem muita química. O excesso de procedimentos químicos acaba com a queratina dos fios se eles não receberem tratamento adequado, por isso, evite se possível.

Além dessas dicas, confira a seguir hábitos saudáveis que vão lhe ajudar a ter um cabelo bonito e sem frizz:

  • Beba bastante água, de preferência dois litros por dia. Assim você mantém o organismo hidratado, inclusive seus cabelos
  • Dê preferência às frutas suculentas, que também são ricas em água
  • Consuma alimentos ricos em vitamina E como avelã, azeite, milho, coco, tomate, cenoura etc. (1)

*Artigo feito com a colaboração do profissional cabeleireiro Jefferson Azevedo.

Referências

1. GONZALES, Fabio Gonçalves. “Vitamina E“. Disponível em: http://www.medicinabiomolecular.com.br/biblioteca/pdfs/Nutrientes/nu-0142.pdf. Acesso em 22 de janeiro de 2019.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.