Erupção cutânea pelo calor? Dicas naturais para resolver isso

Técnicas caseiras podem aliviar o desconforto e resolver o problema

Em épocas mais quentes é comum que as pessoas passem por situações incômodas, como é o caso das erupções cutâneas. Estes calombos vermelhos que surgem na pele são causados pelo suor que fica preso nos tecidos, ou seja, transpiração não é evaporada de forma absoluta, não permitindo que a pele fique resfriada.

Desta forma, a pele que não consegue transpirar acaba ficando inchada, vermelha e irritativa. Surge então a erupção, que ao começar a liberar o suor pode emitir dores pontiagudas no paciente. Caso isso ocorra com você, saiba que é possível cuidar deste problema no conforto da sua casa e com produtos simples.

Fique atento a algumas dicas que o livro “1.001 Remédios Caseiros”, da editora Seleções Reader’s Digest, traz para este problema.

Orientações para tratar a erupção cutânea

Há um cuidado que deve ser colocado em prática de maneira geral, quando o assunto é o melhor tratamento a ser seguido no caso das erupções cutâneas.

Uma dica natural para resolver erupções cutâneas pelo calor é o uso da aloe vera

O calor pode favorecer o aparecimento de calombos vermelhos (Foto: depositphotos)

Neste sentido, é indicado que o paciente deixe os calombos ao ar livre, ou seja, não os tampe. Isto porque, se o problema vier acompanhado de ferimentos, é essencial que estes fiquem em contato com o ar para acelerar a cicatrização. Outros métodos podem otimizar a pele adoentada, como:

Veja tambémReceitinhas caseiras e práticas vão deixar a sua pele maravilhosa. Aprenda a fazer

Bicarbonato de sódio

Aplique o bicarbonato de sódio diretamente nas erupções ou prepare um banho com esta substância misturada na água. Deste modo, você alivia a coceira, provocando um maior conforto na região afetada. Consequentemente, a erupção sara sem maiores dificuldades. No caso da aplicação direta, é indicado reaplicar a cada duas horas na pele limpa e seca.

Gelo

Uma simples compressa fria durante 10 minutos a cada quatro horas é um tratamento muito adequado para quem quer reduzir a coceira dos edemas que se formam na pele. Isto porque, o gelo diminui a temperatura da pele deixando ela livre do prurido. Se preferir, a compressa pode ser substituída por um banho de água bem fria.

Veja tambémEspecialista ensina como manter a pele do rosto saudável no verão

Aloe vera

Sabe aquele sumo viscoso que sai da babosa quando sua folha é cortada ao meio? Pois então, esta substância é altamente cicatrizadora e também auxilia na diminuição da coceira. Por estas razões, a aloe vera pode ser utilizada no caso de erupção cutânea. A forma de tratamento é simples, basta aplicar na pele de duas a três vezes por dia, sempre higienizando a região antes da aplicação.

Amido de milho

De maneira semelhante ao bicarbonato de sódio, o amido de milho também é indicado como tratamento alternativo para combater o prurido das erupções cutâneas. Esta produto pode ser usado para absorver a transpiração e umidade da região machucada. Para isso, é indicado que o amido seja utilizado na hora do banho ou diretamente na área afetada, sendo reaplicado a cada duas horas na pele limpa e seca.

Veja tambémAproveite o verão sem se preocupar com as doenças de pele

Sobre o autor

Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.