Elimine fungos das unhas de forma natural e eficaz

Nesse artigo você vai aprender como eliminar fungos  das unhas com tratamentos naturais e caseiros. Esse é um dos principais problemas de saúde nas unhas (tirando o nascimento de cutículas e a quebra das mesmas).

Os fungos aparecem principalmente nos pés e podem causar muito incômodo, dores e, em casos graves, até mesmo a remoção da unha. No entanto, as unhas são uma parte muito importante da manutenção da higiene pessoal.

Mas, por estarem sempre em contato com a pele e orifícios, elas são um dos principais intermédios entre nosso organismo e agentes nocivos para a saúde. Além disso, a saúde das unhas é importante pois quando temos um problema nelas, é algo que se torna incômodo, feio e doloroso.

Apesar de ser um problema bem chato, o desenvolvimento de fungos nas unhas é mais comum do que se imagina. Contudo, as maneiras caseiras e naturais para tratá-las também são. Entenda!

Remédios caseiros para fungos nas unhas

Alho, vinagre de maçã, limão e bicarbonato de sódio são alguns dos tratamentos naturais ideais para eliminar os fungos das unhas. Por essa razão, confira a seguir o porque eles são utilizados para esse problema e como aplicá-los na região afetada!

Unha com fungos

Alho, vinagre, limão e bicarbonato de sódio podem eliminar fungos nas unhas (Foto: depositphotos)

Alho

O alho é um ingrediente comum, barato, muito fácil de encontrar em qualquer mercado e o melhor: tem uma ação muito eficiente contra bactérias e fungos como os que aparecem nas unhas. Isso porque, ele possui propriedades antifúngicas e antibióticas. (1)

Além disso, o alho também é capaz de eliminar germes e pequenos parasitas que possam estar fazendo moradia nas unhas. É também uma ótima opção de prevenção para esses problemas, principalmente para quem já passou por infecções fúngicas semelhantes ou no mesmo local.

Há duas maneiras de usar o alho no combate aos fungos nas unhas. Você pode adicionar 5 dentes de alho em ½ litro de água e deixar ferver. Descansar a infusão por 10 minutos, em seguida colocar em um recipiente e deixar os pés ou mãos submersos por 20 minutos. Não precisa tirar os dentes de alho da água.

Ou você pode também produzir uma pasta de alho com azeite de oliva. Para isso, triture 10 dentes de alho e coloque em um recipiente, vá adicionando azeite de oliva até que fique em ponto cremoso. Aplique sobre as unhas e deixe agir por 30 minutos. Em seguida, enxágue.

Vinagre de maçã

O vinagre de maçã é uma das melhores opções para eliminação de fungos. Por ter sua base ácida, o vinagre de maçã possui compostos ativos que controlam o pH da pele e unhas, criando assim locais onde os fungos não se desenvolvem.

O vinagre branco também tem propriedades antifúngicas, mas não tão eficientes quanto o vinagre de maçã. Ambos podem ser usados, mas vão exigir quantidades de usos e métodos diferentes. Portanto, podemos dizer que o vinagre também possui propriedades antifúngicas. (2)

Quanto ao vinagre de maçã, você pode usá-lo misturando em uma bacia 1 medida de vinagre para 1 medida de água, até atingir o suficiente para mergulhar os pés. Deixe por 20 minutos e em seguida seque bem os pés.

Com o vinagre comum, o processo é o mesmo, entretanto você deve misturar 2 medidas de água para 1 de vinagre.

Limão

O limão também pode ser uma boa solução para tratar problemas nas unhas, como fungos e bactérias. Possui propriedades antimicóticas e é antibactericida. Além disso, possui características antibióticas, que ajudam na solução contra fungos nas unhas. (3)

Para obter os benefícios do limão nesse tratamento, você pode simplesmente cortar um limão e esfregar a unha com cuidado. Esse uso não é recomendado em casos de infecção ou feridas, o atrito do limão com a área afetada pode irritar e causar dores.

Nesses casos, você deve extrair o suco de 1 limão e ir pingando sobre a unha. Não enxágue depois, deixe o limão agir na unha. Repita o processo três vezes ao dia.

Bicarbonato de sódio e limão

O bicarbonato de sódio por si só já possui propriedades antibactericidas e antifúngicas, assim como o limão. (4) A união dos dois produz uma excelente opção para casos mais graves de fungo nas unhas.

É recomendado para casos em que as unhas já estejam mais amareladas e frágeis, mas essa solução pode ser usada em todos os estágios do problema.

Para isso, coloque em um recipiente 2 colheres de bicarbonato de sódio e vá adicionando o suco do limão até dar um ponto de pasta. Lave os pés com água corrente e em seguida aplique a pasta nas unhas. Deixe agir por 30 minutos.

Em seguida, enxágue bem. Repita o processo duas vezes ao dia até que os fungos sejam eliminados e a unha começe a crescer saudável.

Por que crescem fungos nas unhas?

O surgimento de fungos nas unhas é conhecido oficialmente como onicomicose. Na maioria dos casos, esse episódio causa problemas estéticos, como descamação, descoloração e quebra das unhas. Entretanto, sem tratamento adequado ou rápido, pode causar infecções e feridas bem dolorosas.

Os fungos nas unhas aparecem geralmente nos pés. Apesar de também ser possível observar fungos nas unhas das mãos. Contudo, esse tipo de caso é mais raro, devido ao cuidado maior que temos com as mãos.

Nos casos comuns, os fungos surgem nas unhas devido às circunstâncias nas quais se encontram os pés, como por exemplo, umidade, sudorese, falta de higiene nos pés e sapatos. Também podem aparecer devido ao contato direto com fungos e o mau cuidado com as unhas e dedos.

O uso excessivo de tênis ou sapatos fechados, principalmente em locais de clima quente e úmido, é um grande facilitador para esse tipo de problema. No Brasil, é estimado que mais de 2 milhões de pessoas por ano sofrem com esse problema.

A onicomicose também é conhecida como a principal infecção fúngica do mundo, isto é, aquela com mais casos de incidência em todo o planeta. É também um problema que afeta mais homens do que mulheres, devido ao fato que a maioria dos calçados masculinos é fechado.

As opções naturais para tratar esse problema podem ajudar muito algumas pessoas e outras não. Isso depende do grau de infecção e até mesmo do organismo de cada pessoa, assim como a situação das unhas. Para melhor tratar, procure um médico especialista.

Referências

(1) LEONÊZ, Ana Cláudia. “Alho: alimento e saúde“. Universidade de Brasília. 2008. Disponível em: http://www.bdm.unb.br/bitstream/10483/327/1/2008_AnaClaudiaLeonez.pdf. Acesso em 19 de março de 2018.

(2) Associação Portuguesa de Nutricionistas. “Vinagres, temperar o saber!” Disponível em: https://www.apn.org.pt/documentos/ebooks/Vinagres_Temperar_o_Saber_2017.pdf. Acesso em 19 de março de 2018.

(3) Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN). “Benefícios do limão”. Disponível em: http://portal.ifrn.edu.br/servidores/campus-verde/lateral/educacao-ambiental/arquivo/beneficios-do-limao/view. Acesso em 19 de março de 2018.

(4) ROSA, Francinne Miranda; BRUSCO, Larissa Corrêa; PERES, Paulo Edelvar Corrêa. “Análise in vitro da eficácia do bicarbonato de sódio e da nistatina na inibição de Candida albicans”. Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal, 2006. Disponível em: https://www.redalyc.org/html/850/85002304/. Acesso em 19 de março de 2018. 

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.