Conheça os benefícios do óleo essencial de patchouli

O óleo de pathouli possui diversos poderes curativos que estão associados a manutenção da saúde humana

O patchouli é um óleo essencial bastante usado em todo o mundo. Ele é extraído de uma planta nativa do sudeste da Ásia que pertence ao gênero das Pogostemon. Devido as suas propriedades, o patchouli pode ser usado em diversos processos curativos, além de ser eficaz contra insetos e ajudar a proteger roupas. Suas aplicações também estão vinculadas ao emocional. Mas, para usá-lo de forma correta, é preciso um conhecimento específico, seja de um médico ou especialista em ervas.

Essa planta é considerada de pequeno porte. Suas folhas possuem pequenos pelos na sua superfície. O óleo essencial de patchouli é extraído por destilação a vapor das folhas da planta de mesmo nome. Para que o processo seja realizado, assim que as folhas são colhidas, elas são deixadas para fermentar por alguns dias, logo em seguida, segue com o processo de destilação. Com o passar do tempo, o óleo de patchouli fica mais apurado e potente.

Com fragrância adocicada, é necessário que se tome alguns cuidados quando for utilizar o patchouli. Mesmo se tratando de um ingrediente natural, onde os riscos de contraindicações são menores, o médico deve ser consultado.

O óleo do pathouli pode ser usado contra a depressão, pois estimula o humor

O óleo de patchouli é conhecido por seu poder inseticida (Foto: depositphotos)

Além de utilizá-lo da melhor forma, o paciente vai poder tirar todas as dúvidas em relação a frequência de uso, indicação e dosagem. Esse passo simples pode ajudar a evitar uma série de complicações, principalmente se o paciente apresentar algum tipo de alergia.

O óleo de patchouli não deve ser usado de forma interna. Os tratamentos que podem ser realizados a partir dele são todos de uso externo.

Benefícios medicinais do patchouli

Os benefícios que envolvem os poderes curativos do patchouli estão ligados a diversas ações. São elas: antidepressiva, flogística, antisséptica, afrodisíaca, adstringente, cicatrizante, citofilática, desodorizante, diurética, febrífuga, fungicida, inseticida, sedativa e tônica. Para que tudo isso seja possível, a planta dispõe de alguns componentes básicos, entre eles, destaque para alpha bulnesene, cariofileno, norpatchoulenol, álcool de patchouli, seychellene e pogostol.

Patchouli para a pele

No geral, o pathouli pode ser usado para tratar problemas dermatológicos tais como acnes, pele rachada, dermatite, eczema, envelhecimento da pele, cicatrizes, queimaduras, pé de atleta e caspa. Ela também ajuda na aglutinação de tecidos que passam firmeza para a pele. Como se ainda não bastasse, o pathouli combate o envelhecimento das células da pele, com ação tônica e regeneradora.

Ainda dentro dos benefícios que ela pode trazer para a pele, destaca-se ainda o combate às celulites, varizes, inflamações, impede a proliferação de bactérias e alivia os sintomas associados às picadas de inseto. A planta também é ideal para tratar a retenção de líquidos e as dores musculares.

Patchouli para o bem-estar

O óleo do pathouli pode ser usado contra a depressão, já que ele estimula o humor e relaxa a tensão a partir do estímulo a liberação de hormônios do prazer. No âmbito da depressão, o pathouli acalma o corpo e a mente, eliminando os sintomas de ansiedade. Para os pacientes que são acometidos por problemas de febre alta, ele também pode ser usado para aliviá-la.

O patchouli também possui efeito adstringente, sendo indicado para tratar de problemas nos dentes, perda de cabelo e hemorragia. Para o sangue, o patchouli aumenta a produção de glóbulos vermelhos, já que ele aumenta a oxigenação de órgãos e células do corpo. Por interferir no ciclo de vida das células, o óleo também evita o desenvolvimento de câncer colorretal.

O efeito afrodisíaco também é uma das indicações do óleo de patchouli, podendo ser usufruída por homens e mulheres. Ele é capaz de tratar problemas pontuais como disfunção erétil, impotência, frigidez, ansiedade sexual e desinteresse por parte de alguns dos parceiros. No corpo, o óleo estimula a secreção de testosterona e estrogênio, hormônios sexuais masculino e feminino, respectivamente.

Como usar o óleo de patchouli

Depois de conhecer todas as propriedades vinculadas ao óleo de patchouli, certamente você ficou curioso em saber como usá-lo. A partir de agora, você vai ter oportunidade de conhecer todas as formas. Ah! É importante ressaltar que todas as formas indicadas são bem fáceis, onde não precisa nenhum tipo de preparação especial para isso.

Massagem

A massagem é uma das formas mais usuais de utilizar o óleo de patchouli. Para tanto, basta misturar 45 gotas do óleo essencial em 120 ml de creme hidratante. Depois de misturar bem, coloque um pouco do creme na mão e passe sobre o corpo. Faça movimentos circulares rápidos e delicados.

Banho

Outra forma bastante comum de usar o óleo de patchouli é através da preparação de banho. Para isso, você pode encher uma banheira com água morna e adicionar cinco gotas do óleo. Caso não tenha banheira, pingue duas gotas em sua esponja de banho e use para massagear todo o corpo.

Compressa

Para realizar a utilização do óleo de patchouli como compressa, você vai precisar de um pedaço de algodão. Coloque um pouco de água morna em uma bacia e pingue duas gotas do óleo. Depois, basta umedecer o algodão na água e aplicar sobre a região que se deseja tratar.

Uso direto

Dependendo do caso que está para ser tratado, o uso do óleo de patchouli também pode ser usado de forma direta. Para tanto, basta colocar um pouco do óleo na mão, esfregar e depois colocar próximo ao nariz ou na área desejada.

Óleo de pathouli para espantar insetos

O óleo de pathouli possui uma substância capaz de fazer com que os insetos se afastem. Esse poder inseticida atua contra formigas, piolhos, moscas, mosquitos, pulgas e traças. Para essa utilização em específico, o óleo pode ser aplicado diretamente no corpo, através de spray ou quando ele é queimado. Quando for usar para pulverizar, basta misturar um pouco do óleo em água.

Esse mesmo óleo também pode ser usado para lavar roupas, evitando, assim a incidência de traças e outros insetos que podem danificar os tecidos. Para usá-lo com esse fim, basta misturar algumas gotas do óleo junto com água e deixar a peça de roupa imersa por alguns instantes. Feito isso, depois é só enxaguar e colocar a peça para secar.

Sobre o autor

Formado em Jornalismo pela UniFavip | Wyden. Já trabalhou como repórter e editor de conteúdo em um site de notícias de Caruaru e em três revistas da região. No Jornal Extra de Pernambuco e Vanguarda de Caruaru exerceu a função de repórter nas editorias de Economia, Cidades, Cultura, Regional e Política. Hoje é assessor de imprensa do Shopping Difusora de Caruaru-PE, Seja Digital (entidade responsável pelo desligamento do sinal analógico no Brasil), editor da revista Total (com circulação em Pernambuco) e redator web do Remédio Caseiro.