Como tirar o cheiro de umidade da casa

A umidade em si não tem odor, mas resulta em mofo e outros agentes que liberam mau-cheiro pela casa

Você sabia que é possível tirar o cheiro de umidade da casa? Algumas casas tem o problema de umidade, o que acaba resultando em uma série de problemas. Seja por uma questão de localização, estrutura física da casa, chuva ou mesmo alterações de temperatura, a umidade do lar pode ser incômoda para muita gente, e inclusive provocar cheiros e odores indesejáveis.

Para algumas pessoas que sofrem de problemas respiratórios, como rinite, por exemplo, o cheiro da umidade pode causar ataque de espirros e coriza. Tudo isso devido aos cheiros que a própria estrutura da casa libera ao se tornar úmida.

É um problema muito significativo em períodos chuvoso, em que muitas casas não conseguem ficar secas ou acabam apresentando pontos de infiltração. Por isso, confira algumas dicas para evitar que esses odores acabem prejudicando a vida de quem vive na casa.

O que causa o cheiro na umidade da casa

Antes de tudo, um fato importante para entender o problema é que a umidade, por si só, não tem cheiro. O odor que invade a casa é causado por outras situações geradas pela umidade, como o aparecimento de mofo e fungos em determinados locais.

É possível tirar o cheiro de umidade da casa com carvão, bicarbonato e cloro

A umidade não tem cheiro mas sim o mofo e fungos decorrentes dela (Foto: depositphotos)

Então a primeira tarefa para quem está tentando combater os cheiros causados pela umidade é identificar de onde vem o problema. Procure infiltrações, goteiras, pontos de mofo, olhe nas paredes por trás dos móveis e procure encanamentos quebrados ou vazando.

Outros fatores que podem causar cheiro de umidade é o vapor do banho e até mesmo o cozimento de alimentos em casas com pouca circulação de ar. Nesses casos, é preciso sempre usar as dicas deste artigo regularmente, para conter os odores e evitar maiores problemas.

Sem reverter o causador da entrada da umidade, nenhum dos passos para eliminar os cheiros vai funcionar, uma vez que o odor vai voltar em seguida. Em alguns caso, infelizmente, pequenos reparos de reforma precisarão ser feitos, como quebrar uma parede ou trocar o gesso do teto.

Veja também: Como tirar cheiro de óleo queimado na cozinha

Para essas últimas opções, procure um profissional. Tentar fazer reparos do tipo sem saber como pode resultar na piora da situação gerando prejuízos físicos e financeiros.

4 dicas para tirar cheiro de umidade da casa

 

Ventile a casa

Após identificar e reparar os pontos causadores da umidade e, consequentemente, o mau cheiro, o passo seguinte é ventilar bem o ambiente. Dessa forma, a renovação do ar será possível e o ambiente ficará mais fresco. Tudo isso é potencializado se o dia estiver quente ou ventilado.

Abra janelas e portas. Se possível, deixe luz e calor entrarem nos cômodos. Durante essa etapa limpe bem a casa e tire o pó. Essas tarefas ajudarão pois renovarão o ar para que as próximas dicas sejam eficazes e o cheiro da umidade saia completamente.

Manter a casa arejada é a principal ação que podemos tomar para evitar que o mofo resulte em mau cheiro de umidade. É importante seguir essa etapa mesmo em dias frios e chuvosos. Se a casa ficar totalmente fechada em dias frios, pode facilitar o aparecimento de fungos e mofo que causam o odor.

Veja também: Acabe com umidade do sal com esse truque caseiro

Bicarbonato de sódio

Após ventilar a casa e ter um ambiente arejado, você precisa se livrar dos pontos de umidade que possam ter sobrado. Uma boa alternativa simples e barata é usar o bicarbonato de sódio.

Tanto o bicarbonato de sódio quanto o sal tem a característica de remover a umidade ao seu redor, sendo o bicarbonato um produto com essa característica mais potente que o sal. O melhor jeito de usar é colocando um pouco do bicarbonato nos locais onde a umidade pode se concentrar.

Deixe agir por um dia ou mais, a depender da umidade. Se for simplesmente para prevenir que a umidade se acumule em algum lugar, você pode deixar um montinho de bicarbonato ou de sal próximo ao local em períodos úmidos ou banheiros. Troque o montinho toda semana.

Outra dica legal é usar sal grosso, apesar do seu efeito ser mais lento, sua duração também é maior. Você pode fazer um saquinho de sal grosso utilizando um tecido rede (como aqueles em que vem frutas, desde que os furos sejam pequenos) ou mesmo o tecido de toucas descartáveis de cabelo.

Deixei o saquinho de sal grosso em armários, guarda-roupas, próximo a locais úmidos e também em banheiros e cozinha. Eles ajudam a captar a umidade no ambiente. Troque saquinho conforme a necessidade.

Além de reduzirem a umidade, o bicarbonato de sódio e seus derivados também ajudam a remover odores de cômodos e objetos. Ou seja, um combo para os dois problemas.

Carvão ativo

Outra substância que ajuda muito na remoção do cheiro da umidade é o carvão ativo. Ele é fácil de encontrar em loja de peixes e aquários. É uma substância muito eficiente e de baixo custo, que também tem uma durabilidade bem satisfatória.

Veja tambémComo tirar o mofo em casa com receitas caseiras

Em um recipiente, coloque um punhado de carvão ativo e deixe próximo a lugares onde se concentra umidade. Pode deixar por vários dias. Cuidado para não se sujar, pois é um produto que mancha bastante.

Ele é muito recomendado para remover odores de ambientes, inclusive de ambientes maiores e mais abertos. Mas lembre de usar o carvão ativo. O carvão comum (vegetal) também pode funcionar, mas de forma bem menos efetiva.

Produtos a base de cloro

Por último, é preciso se livrar de todos os fungos e não deixar que eles aparecerem na casa. O melhor método é utilizar cloro ou produtos derivados da substância. Eles são ótimos para eliminar fungos e evitar o mofo.

Já existem borrifadores com produtos a base de cloro prontos no mercado. Você também pode fazer o seu produto caseiro com um litro de água e duas colheres de cloro, colocando em um borrifador. Aplique e deixe agir nos locais de possível acúmulo de mofo.

Veja também: Aprenda truques para limpar paredes sem danificar a pintura

Sobre o autor

24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.