Se livre do vício! Aprenda como parar de tomar refrigerante

Vários problemas de saúde estão condicionados a ingestão constante de refrigerantes. Evite-os

Pela quantidade de vídeos que são veiculados na internet, e em grupos de diversas redes sociais, falando sobre os malefícios causados pela ingestão de refrigerantes muita gente chega a cogitar parar de tomá-los. O que torna a coisa mais difícil é justamente a tal da tentação. Para obter êxito, é preciso que você se agarre aos benefícios sentidos pelo seu corpo, seja a curto, médio ou longo prazo.

Segundo pessoas que já tentaram livrar-se desse hábito, os primeiros dias são os mais complicados, já que você vai começar a sentir falta da bebida e ainda pensar em ceder à vontade, você pode pensar: “vai ser só dessa vez”, mas aí é que vai estar o risco. Não abra exceção! Você tem de se mostrar persistente e tentar colocar na sua cabeça que tudo aquilo está sendo feito em benefício do seu próprio organismo e da qualidade de vida.

Na intenção de tornar essa tarefa um pouco mais fácil, preste atenção em algumas dicas e sugestões. Apostando sempre nas bebidas que podem substituir os refrigerantes, como os sucos por exemplo. Eles podem tornar o processo um pouco mais fácil. E nem precisa lembrar da qualidade que os sucos oferecem para a saúde, não é?

Como aprender a parar de tomar refrigerante

Foto: depositphotos

Perigos da ingestão de refrigerantes

Os refrigerantes são bebidas ricas em cafeína e açúcar. No que diz respeito ao valor nutricional, este é baixíssimo. Vários problemas de saúde também estão diretamente condicionados a ingestão constante de refrigerantes. Entre os mais comuns, destaque para a obesidade, hipertensão arterial, danos ao metabolismo e maior probabilidade de aparecimento de cáries.

Tirando o refrigerante da sua vida

Depois de conhecer alguns dos problemas causados pelos refrigerantes, chegou a hora de saber como aboli-los da sua rotina de uma vez por todas.

Foco

Um dos fatores primordiais para que você deixe de tomar refrigerante é ter força de vontade. Muitas tentações vão aparecer na sua frente, mas você tem de ser forte. Nesse sentido, vale também evitar frequentar lugares onde o consumo de refrigerantes é quase que obrigatório. Informe também aos seus amigos e familiares sobre a decisão, isso vai ajudar a não cair em tentações.

Em festas, almoços entre amigos e reuniões em família, onde o consumo é quase que inevitável, recorrer a sucos e água é a melhor solução para vencer a tentação dos refrigerantes.

Os primeiros dias

Muita gente há de concordar que os primeiros dias sem refrigerante são os mais complicados, principalmente se você costuma consumir a bebida com certa frequência. Sendo assim, evite abrir exceções, mesmo que elas sejam pequenas. Na hora das compras de mercado, abolir a bebida da lista é uma decisão bem pensada.

Outra dica bastante importante vem na hora de escolher uma bebida para substituir o refrigerante. Não tenha a água como primeira opção. O mais aconselhável é que você encontre uma bebida doce que se assemelhe ao refrigerante, porém com histórico mais saudável, como água de coco ou sucos, por exemplo. Isso vai fazer com que seu organismo se acostume com a nova condição.

Memória gastronômica

Muitas vezes, a vontade de tomar refrigerante está associada a uma outra atividade. Comer hambúrguer, batata frita, coxinha, enfim, muitas são as comidas que praticamente exigem que o refrigerante esteja presente. Nesses casos, vale a pena também pensar na adoção de hábitos mais saudável, como a substituição pro frutas ou qualquer outro alimento com propriedades benéficas.

Substituição fácil

Você tem de levar em consideração que, ao sair com os amigos, no cardápio vai sempre estar os refrigerantes como opção. Quando isso acontecer, vale a pena investir em sucos ou coquetéis de frutas. Isso vai fazer com que você não perca o contato com os amigos, nem deixe que essa nova escolha prejudique o seu convívio social. Tenha sempre à mão uma garrafinha de água, por exemplo. Isso vai ajudá-lo por demais.

Sobre o autor

Formado em Jornalismo pela UniFavip | Wyden. Já trabalhou como repórter e editor de conteúdo em um site de notícias de Caruaru e em três revistas da região. No Jornal Extra de Pernambuco e Vanguarda de Caruaru exerceu a função de repórter nas editorias de Economia, Cidades, Cultura, Regional e Política. Hoje é assessor de imprensa do Shopping Difusora de Caruaru-PE, Seja Digital (entidade responsável pelo desligamento do sinal analógico no Brasil), editor da revista Total (com circulação em Pernambuco) e redator web do Remédio Caseiro.