Como não ficar com sono durante o dia

Veja também algumas dicas que ajudarão a deixar esse processo mais fácil de ser realizado

Existem sempre aqueles dias em que o cansaço e a preguiça aparecem em momentos inapropriados. Apesar de ser algo normal, isso pode acabar atrapalhando o rendimento na realização das tarefas do dia e até mesmo prejudicar nos relacionamentos, trabalho e estudo. Conheça alguns truques caseiros para não ficar com sono em momentos indevidos.

Para acordar disposto e conseguir ter um dia produtivo procure dormir, pelo menos, oito horas de sono diariamente. Veja também algumas dicas que ajudarão a deixar esse processo mais fácil de ser realizado.

Como espantar o sono durante o dia

Chocolate

O indicado é consumir 75 gramas ao longo do dia

O chocolate é um poderoso estimulante (Foto: depositphotos)

O chocolate é estimulante e ajuda a deixar o cérebro despertado. Mas faça preferência por aqueles de sabor amargo e evite exagerar na quantidade para não gerar outros prejuízos para à saúde. 75 gramas ao longo do dia já são suficientes.

Chá de gengibre

O chá de gengibre desperta e é rico em nutrientes

O gengibre tem o poder de afastar o sono (Foto: depositphotos)

Uma forma natural de espantar o sono é através do consumo de chá de gengibre. Além de despertar, a bebida ainda é rica diversos nutrientes, como vitaminas A, B, C e D, zinco, magnésio e selênio, trazendo diversos benefícios para à saúde.

Veja também: Dor, cansaço…! Talvez você sofre da síndrome das pernas inquietas

Para preparar a bebida use a proporção de uma colher (de sopa) de gengibre ralado para cada xícara de água. Misture os dois ingredientes e leve-os para ferver por dez minutos.Tampe o recipiente e deixe-o abafado por alguns minutos. Antes de consumir a bebida, coe-a.

Chá preto

Por possuir cafeína, o chá preto é um estimulante natural

Esse chá é rico em cafeína (Foto: depositphotos)

Grande fonte de cafeína, o chá preto, assim como o café, é uma ótima opção para quem deseja se manter acordado.

Coloque a água para ferver e depois adicione duas colheres (de sopa) de chá preto. Depois, mantenha o recipiente abafado por três minutos, coe e beba.

Consuma alimentos ricos em vitamina C

Opte por alimentos ricos em vitamina C como laranja, limão e kiwi

A escassez de vitamina C ocasiona em fadiga (Foto: depositphotos)

Pessoas que consomem poucos alimentos fontes de vitamina C estão mais propícios a sentirem fadiga e cansaço ao longo do dia.

Para evitar esse tipo de problema, consuma alimentos ricos no nutrientes, como laranja, limão, goiaba, morango, tomate, brócolis, espinafre, entre outros.

Veja também: Alguns remédios podem causar cansaço excessivo. Saiba quais

Lavar o rosto com água fria

A água fria quebra a sensação de conforto do corpo

A água fria vai causar choque térmico e “acordar” o organismo (Foto: depositphotos)

Apesar de não ser muito agradável, a técnica ajuda a tirar o sono. Isso quebrará a sensação de conforto e ajudará a acabar com o cansaço fora de hora.

Mantenha o corpo ereto

 A posição ajuda a driblar o sono, deixando-o ativo

Independente de onde esteja, mantenha a postura ereta (Foto: depositphotos)

Seja no carro, faculdade, trabalho ou qualquer outro lugar em que precisará ficar sentado, faça isso com o corpo devidamente ereto. A posição ajuda a driblar o sono, deixando o cérebro mais ativo e esperto.

Hábitos para evitar a sonolênica durante o dia

Em entrevista publicada no Portal R7, a endocrinologista Cláudia Cozer revelou que uma das principais formas de evitar o sono ao longo do dia é se alimentando bem, especialmente no horário do almoço.

“Pratos muito volumosos e reforçados com carboidratos como macarrão, arroz, batata e massas em geral dão mais sonolência. Por isso, escolha apenas um carboidrato no prato, e dê mais espaço para fibras e proteínas, sempre com equilíbrio”, aconselhou a profissional.

Veja também: Conheça receita de pasta para amenizar cansaço físico e mental

É importante, ainda, evitar ingerir grandes quantidades de comida de uma só vez. “Quando você processa os alimentos durante a digestão, eles passam por uma série de reações químicas que tornam o sangue menos ácido. Nessas reações há um aumento do gás carbônico, porque o organismo está trabalhando mais e gastando mais energia, e isso dá sonolência”, revelou.

Escolher bem os alimentos e bebidas na hora de dormir

O cigarro, assim como a bebida alcoólica, são estimulantes

Evite fumar antes de dormir (Foto: depositphotos)

O que aconteceu na noite anterior ao sono também é de fundamental importância no rendimento do dia seguinte. Bebida alcoólicas, cafés, chá verde e refrigerantes são estimulantes e prejudicam o sono.

Evite também alimentos ricos em gordura, que irão deixar o processo digestivo mais lento. Opte por vegetais verdes, frutas vermelhas, maracujá ou chá de camomila, que ajudam a manter o corpo e a mente mais relaxados.

Fazer exercícios

É importante não praticar o exercício muito próximo da hora de dormir

Praticar exercício favorece um boa noite de sono (Foto: depositphotos)

Fazer atividades físicas ao longo de dia, além de trazer inúmeros benefícios para a saúde, também ajudam a melhorar a qualidade do sono, desde que não seja um pouco antes de ir pra a cama.

Não ler ou ver coisas estimulantes antes de dormir

Evite mexer no celular, computador ou assistir TV antes de dormir

Ficar no celular antes de dormir atrapalha o sono (Foto: depositphotos)

Evite realizar atividades que instiguem a curiosidade ou sejam estimulantes, pois isso deixará o cérebro mais ativo, prejudicando a noite de sono.

Mexer no celular, computador, assistir TVs ou ficar em qualquer outro tipo de luminosidade intensa irão deixar a mente em alerta.

Veja também: Faça em casa banhos naturais para espantar de vez o cansaço

Tirar uma soneca

O cochilo depois do almoço não pode exceder 30 minutos

Cochilar pode atrapalhar a noite de sono (Foto: depositphotos)

Geralmente é depois do almoço que bate aquela preguicinha e indisposição. Segundo o pneumologista e especialista em sono, Maurício Bagnato, isso acontece devido a diminuição da temperatura do corpo.

“É um processo fisiológico que acontece porque a temperatura do corpo fica mais baixa. Essa oscilação térmica durante o dia é parecida com a que o corpo alcança quando estamos adormecendo, por isso sentimos sono. Depois que acordamos, essa temperatura começar a subir, mas logo depois do almoço a temperatura começa a diminuir de novo. Isso é um sinal que a natureza mostra para gente que dormir um pouco não faz mal”, afirma o pneumologista.

O recomendado pelos especialistas é, se possível, tirar uma soneca em torno de 15 a 30 minutos. “Isso é saudável, desde que o indivíduo sinta a necessidade, mas não deve passar de 30 minutos. Ela ajuda até a melhorar a produtividade, pois a pessoa se sente mais disposta depois” afirma a neurologista, Anna Karla Smith.

Doenças que podem causar cansaço e indisposição

Sentir uma leve indisposição ao longo do dia é algo normal e um sintoma sentido por quase todos. Mas é preciso ficar atento caso o cansaço e a fadiga seja algo recorrente.

A indisposição em excesso pode ser sinal de diversos problemas de saúde, como anemia, diabetes, hipotireoidismo, intolerância à lactose, entre outros.

Em entrevista ao Portal R7, O endocrinologista membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), Pedro Assed falou sobre a importância de saber distinguir o cansaço do corpo da indisposição da mente. 

“A indisposição psíquica, que impede a realização de atividades, sugere doenças como depressão. Nesse caso, o mais indicado é buscar um psiquiatra, que pode realizar uma avaliação completa do quadro para o tratamento correto. Já para o cansaço físico, as possibilidades são múltiplas e incluem condições como intolerância a lactose, anemia, hipotireoidismo e diabetes”, revelou.

Sobre o autor

Formada em Jornalismo pela Unicap, pós-graduada em Comunicação Empresarial e Mídias Digitais pela Devry, fez intercâmbio na ETC School, em Bournemouth (UK) e tem experiência nas áreas de assessoria de comunicação, produção de vídeo e foto e redação.