Como fazer óleo de coco em casa

O óleo de coco pode ser usado em substituição ao óleo comum

Você sabe como fazer óleo de coco em casa e economizar um bom dinheiro? Nesse artigo você vai aprender isso e muito mais! Acompanhe!

Antes de seguir com a receita, é bom que você saiba que o óleo de coco pode ser usado na culinária em substituição ao óleo comum – já que pode ser benéfico para a saúde – em tratamentos estéticos e até em dietas de emagrecimento.

É bom destacar que, mesmo sendo benéfico quando feito em casa, o óleo de coco pode proporcionar ainda mais vantagens para o corpo, já que fica longe de conservantes e demais produtos químicos que podem interferir no produto final.

Receita caseira para fazer óleo de coco

Para preparar o óleo de coco em casa, você vai precisar de 500 ml de água de coco e 2 polpas de coco de casca marrom cortados em pequenos pedaços. Com esses ingredientes a mão, coloque tudo no liquidificador e bata.

Com ajuda de uma peneira, coe toda a mistura e coloque o líquido em uma garrafa plástica. O indicado é deixá-la descansar, em ambiente escuro, por 48 horas. Passado esse tempo, deixe a garrafa ao natural, a uma temperatura média de 25°C por 6 horas.

Para fazer óleo de coco em casa você vai precisar de uma garrafa plástica e dois cocos

Fazer esse ingrediente em casa, o deixa livre de conservantes (Foto: depositphotos)

Depois disso, leve a garrafa para passar mais 3 horas na geladeira. É importante deixar a garrafa em pé. Ao final desse tempo, você vai perceber que houve uma separação na garrafa da parte sólida do óleo.

Para retirar o conteúdo da garrafa, o mais indicado é cortá-la na linha de separação da água com o óleo, aproveitando somente o óleo. Transfira o óleo para um novo recipiente limpo e com tampa.

No que diz respeito a conservação, o recomendado é deixá-lo em temperatura ambiente (27°C). Nessas condições, o óleo de coco feito em casa pode chegar a durar até 2 anos. Ele pode ser usado normalmente.

Benefícios do óleo de coco

Depois de ver o quanto é fácil preparar o óleo de coco em casa, agora chegou a hora de conhecer todos os benefícios que são agregados a esse ingrediente. Lembrando que esses benefícios podem ser empregados tanto na alimentação quanto na estética.

Veja também10 dicas de uso diário do óleo de coco que você não sabia

“O óleo de coco é um dos poucos alimentos que podem ser classificados como um ‘superalimento’. Entre os benefícios do óleo de coco estão a perda de gordura, e melhorias do funcionamento do cérebro”, destaca o médico Juliano Pimentel.

Confira a lista com todos os benefícios:

  • Melhora o metabolismo
  • Protege o corpo contra ação e microrganismos
  • Melhora os níveis de colesterol
  • Reduz a gordura abdominal
  • Combate à diabetes
  • Melhora a função cerebral
  • Faz bem para a pele
  • Ajuda na cicatrização de feridas
  • Minimiza os efeitos da osteoporose
  • Trata o cabelo

Com todas as vantagens de consumir o óleo de coco listadas, chegou a hora de aprender um pouco mais sobre cada um desses benefícios. Ah! Antes de incluir o óleo de coco no seu dia a dia, não deixe de consultar o médico.

Melhora o metabolismo

Em sua composição, o óleo de coco possui triglicerídeos de cadeia média (TCM). Dessa forma, o corpo acaba trabalhando melhor e mais rápido, já que a substância aumenta a quantidade de calorias que são queimadas.

Protege o corpo contra ação e microrganismos

Quase metade da composição do óleo de coco é formada pelo ácido graxo láurico. Quando digerido pelas enzimas presentes no estômago, eles se transformam no monoglicerídeo monolaurina.

Essa transformação toda faz com que o óleo de coco combata patógenos nocivos, tais como bactérias, vírus e fungos. Nesse mesmo contexto, o óleo de coco também combate a placa bacteriana, evitando problemas como o mau hálito e cáries.

Melhora os níveis de colesterol

O óleo de coco é uma substância que possui alto índice de gorduras saturadas. Isso faz com que os níveis do colesterol HDL, também conhecido como colesterol bom, seja aumentado. Consequentemente, o colesterol ruim (LDL) diminui.

Isso implica dizer que o paciente pode prevenir doenças cardiovasculares, a exemplo de infartos. Somado a isso, o óleo de coco também faz bem para a circulação sanguínea e fomenta a coagulação.

Reduz a gordura abdominal

Para reduzir a gordura localizada na região abdominal, o óleo de coco é um importante aliado. É importante destacar que a gordura nessa região está associada a uma série de doenças que estão relacionadas com a má alimentação e o sedentarismo.

Combate à diabetes

Dietas que são ricas em Triglicerídeos de Cadeia Média (TCM), protegem o corpo contra a resistência da insulina. Isso faz com que o estresse do pâncreas, responsável pela produção da insulina, seja reduzido, o que o deixa mais eficiente.

Melhora a função cerebral

O consumo de óleo de coco melhora a função cognitiva, além de prevenir o aparecimento de doenças degenerativas, a exemplo do Alzheimer. Entre os sintomas da doença, destaque para a perda da memória, orientação e linguagem.

Faz bem para a pele

Por não apresentar nenhum efeito colateral, o óleo de coco pode ser usado na pele para prevenir ou tratar problemas. Entre os principais, destaque para psoríase, eczema e dermatite. Ele também protege contra ação nociva dos raios solares.

Esteticamente falando, o óleo de coco melhora a hidratação da pele, trazendo maciez e brilho. Por conter propriedades antioxidantes, a substância também previne o envelhecimento precoce.

Ajuda na cicatrização de feridas

A utilização do óleo de coco na pele faz com que a produção de colágeno seja aumentada. Isso faz com que a cicatrização de feridas e arranhões seja intensificada. Para tanto, basta aplicar o produto direto na região atingida.

Minimiza os efeitos da osteoporose

Quando o óleo de coco é inserido da forma correta na sua dieta, ele possui o poder de reverter os efeitos da deficiência do estrogênio no corpo, característica esta que vem a partir do avanço da idade.

Sendo assim, a estrutura óssea é mantida, o que faz com que problemas como a osteoporose fique longe.

Trata o cabelo

Se você é do tipo de pessoa que faz tudo para ter cabelos saudáveis e brilhosos, certamente já deve ter ouvido falar sobre as propriedades do óleo de coco? Ele é visto como um excelente condicionador natural que regenera os cabelos danificados.

Veja também: Use óleo de coco e garante saúde e beleza a seus cabelos

Ele impede a penetração de água nas partículas do cabelo, reduz a perda de proteína, fazendo com que seu cabelo fique saudável e hidratado. Não é por acaso que o óleo de coco está presente em vários produtos de higiene pessoal.

Óleo de coco emagrece?

Essa é uma pergunta bastante recorrente quanto a utilização do óleo de coco. Antes de seguir com as informações sobre esse ponto, é bom que você saiba que o óleo de coco pode ser usado sim para ajudar na perda de peso.

O óleo de coco caseiro pode durar até dois anos

O óleo de coco é visto com um condicionador natural para os cabelos (Foto: depositphotos)

No processo metabólico dos ácidos graxos no fígado, uma substância faz com que o desejo por consumir alimentos, sobretudo os não saudáveis, seja reduzido. Isso faz com que o paciente perca o apetite com mais facilidade.

“Os triglicerídeos de cadeia média, presentes no óleo de coco, reduzem a sua sensação de fome. Ele mantém níveis estáveis de glicose no sangue e não estimula a liberação de insulina, o que diminui a compulsão por carboidratos”, explica o médico Juliano Pimentel.

Sem contar que, quando usado no preparo dos alimentos, esse ingrediente ajuda a deixá-los mais saudáveis. “É uma ótima opção para cozinhar, substituindo óleos insalubres como o óleo de soja”, testifica Pimentel.

Veja também: Comece a tomar óleo de coco e perca peso em poucos dias

Como usar o óleo de coco na cozinha

Como já foi dito, o óleo de coco pode ser usado livremente na cozinha, sobretudo em substituição ao óleo de cozinha comum. Ao contrário dos outros tipos de óleo, ele consegue suportar altas temperaturas sem oxidar.

Só essa característica faz com que ele já seja visto com outros olhos por quem preza por uma alimentação saudável e ainda por cima não desgrude o olho da balança.

Porém, mesmo com todos esses benefícios, é bom que você tenha em mente que a quantidade indicada para o consumo diário não deve ultrapassar 3 colheres (de sopa). Além disso, o óleo de coco pode fazer mal para a sua saúde.

Veja quais as principais formas de utilizar o óleo de coco:

Para refogar alimentos

No preparo de alguns alimentos, tais como carnes, saladas e outros pratos, você pode fazer uso do óleo de coco para refogá-los. Geralmente ele entra como substituto do óleo comum e até da manteiga ou margarina.

Para grelhar alimentos

Na intenção de deixar carnes grelhadas mais saborosas e macias, a dica é usar um pouco de óleo de coco durante o preparo. Essa mesma dica vale para o preparo de peixes e até hambúrgueres.

Para temperar saladas

Além de substituir a utilização do óleo comum, o óleo de coco também pode ser usado no lugar do azeite de oliva. A título de informação, ele se mostra até mais saudável do que o azeite, fora o fato de agregar ainda mais sabor para a salada.

Receitas com a utilização do óleo de coco

Depois de conhecer todos os benefícios do uso do óleo de coco, inclusive na alimentação, aprenda agora a preparar alguns pratos, doces e salgados, para incrementar o seu cardápio.

É possível usar o óleo de coco para compor diversas receitas culinárias

O óleo de coco é o substituto natural e saudável do óleo comum (Foto: depositphotos)

Purê de abóbora com óleo de coco

Para preparar essa receita, você vai precisar de 1 abóbora paulistinha média, 1 colher (de sopa) de óleo de coco, ½ xícara (de chá) de leite de coco e 2 dentes de alho médios picados. Para temperar use pimenta-do-reino, ervas frescas, sal e canela a gosto.

Corte a abóbora em cubos e coloque para cozinhar em uma panela com água. Assim que ela estiver macia, bata no liquidificador com os demais temperos secos. Com ajuda de uma outra panela, misture a abóbora, o leite e o óleo de coco.

Leve ao fogo baixo e misture bem. O ponto ideal é até começar a desgrudar do fundo da panela. Adicione as ervas frescas e sirva em seguida.

Yakisoba com óleo de coco

Para preparar essa receia, separe 100 g de carne de boi cortada em tiras, 1 pacote de bifum integral, 6 folhas de escarola, 1 cenoura pequena cortada em palitos, ¾ de xícara (de chá) de leite de coco, 2 dentes de alho, coentro, brotos, molho shoyu a gosto e óleo de coco para refogar.

Comece por cozinhar o bifum rapidamente. Feito isso, reserve. Fatie o alho em lâminas finas e pique os talos do coentro. Pegue outra panela e refogue em fogo alto com o óleo de coco. Nesse mesmo momento, acrescente os demais temperos.

Nesse ponto do preparo, acrescente as cenouras, a escarola e por último, a carne picada. Refogue um pouco e acrescente os brotos, tempere com shoyu e misture. Baixe o fogo e acrescente o leite de coco e o bifum. Antes de servir, adicione o coentro.

Veja também: Incrível: óleo de coco no café acelera o metabolismo

Biscoito de tapioca com óleo de coco

No preparo dessa receita você vai precisar de 500 g de goma de tapioca, 200 g de farinha de arroz integral, 250 g de açúcar de coco, 2 ovos, 5 colheres (de sopa) de óleo de coco, 1 colher (de sopa) de extrato de baunilha e 1 pitada de sal.

Com ajuda de uma panela, misture todos os ingredientes secos. Logo em seguida, acrescente o óleo de coco e misture até obter uma farofa. Adicione os ovos e amasse bem até ficar homogêneo. Deixe descansar por alguns minutos, antes de modelar. Leve para assar em forno alto até dourar.

Cookies com óleo de coco

Nessa receita você vai precisar de 1 xícara (de chá) de farinha de amêndoas, 2 colheres (de sopa) de óleo de coco, 1 ovo inteiro, ¼ de xícara (de chá) de cacau em pó, 1 colher (de sopa) de essência de baunilha, 1 pitada generosa de canela em pó, 1 colher (de chá) de mel e castanhas picadas a gosto.

Com ajuda de uma vasilha, misture a farinha de amêndoas e o óleo de coco. Amasse com as pontas dos dedos até ficar macio. Junte os demais ingredientes e misture bem. Modele na forma de biscoitos e coloque em uma assadeira forrada com papel-manteiga e asse em forno preaquecido por 10 minutos.

Cuidado com o consumo excessivo

Mesmo sendo tão benéfico para o corpo, é preciso ter cuidado com o excesso de óleo de coco consumido durante o dia. O normal é consumir até 3 colheres (de sopa) por dia do ingrediente, caso contrário, ele pode trazer alguns problemas para a saúde.

Entre os principais deles, destaque para episódios de diarreia e aumento do peso corporal. Para esse último ponto, vale lembrar que cada colher (de sopa) de óleo de coco possui 120 calorias.

No que diz respeito as contraindicações, o óleo de coco não pode ser consumido por pessoas com gordura no fígado e também por aquelas que sofrem com processo digestivo lento.

Óleo de coco no seu dia a dia

Mediante tudo que foi mostrado nesse artigo, é comum que as pessoas busquem incluir o óleo de coco no dia a dia. Porém, o mais recomendado é que o médico seja consultado. Isso garante a boa utilização do ingrediente.

Esse cuidado é importante independente do tipo de utilização que o paciente dê ao óleo de coco. Fique atento já que, do mesmo jeito que ele pode trazer benefícios para a saúde, também pode trazer problemas.

Sobre o autor

Formado em Jornalismo pela UniFavip | Wyden. Já trabalhou como repórter e editor de conteúdo em um site de notícias de Caruaru e em três revistas da região. No Jornal Extra de Pernambuco e Vanguarda de Caruaru exerceu a função de repórter nas editorias de Economia, Cidades, Cultura, Regional e Política. Hoje é assessor de imprensa do Shopping Difusora de Caruaru-PE, Seja Digital (entidade responsável pelo desligamento do sinal analógico no Brasil), editor da revista Total (com circulação em Pernambuco) e redator web do Remédio Caseiro.