Como devo ingerir um comprimido, com água ou com comida?

Muitas vezes ingerimos comprimido com o que tiver mais acessível, seja leite, refrigerante ou café. Isso é certo?

Na hora de tomar aquele medicamento, sobretudo comprimido, receitado pelo médico, a maioria das pessoas recorrem a um pouco de água. Porém, tem gente que prefere substituir a água pelo leite ou qualquer outra bebida, em alguns casos, até misturar no meio da comida. Você sabia que, em certos casos, o efeito pode ser cortado? Por isso, na dúvida, recorra ao médico.

De acordo com profissionais da área da saúde, independente do líquido, nunca se deve substituir a água por leite, suco, refrigerante, chá ou bebida alcoólica na hora de ingerir qualquer medicamento. A maioria dessas substâncias pode interferir no resultado final do tratamento. O mesmo acontece com o fato de misturar o medicamento no meio da comida. Essa associação não faz bem para o tratamento.

Em casos específicos, por recomendação médica, o paciente pode substituir a água pelo leite ou ainda incluí-lo na alimentação. Mas, como lembrado anteriormente, tem de ser recomendado pelo médico. Para acabar de vez com algumas dúvidas sobre a ingestão de comprimidos, preste atenção nas orientações a seguir. Depois delas, você nunca mais terá dúvidas.

Como devo ingerir um comprimido, com água ou com comida?

Foto: depositphotos

Na hora de ingerir o medicamento

Água

Por ser uma substância pura, que não resulta em nenhum tipo de interferência no organismo, sobretudo quando associada a um medicamento, por exemplo, é sempre recomendado que essas drogas sejam ingeridas com água. Porém, é bom ficar atento a pessoas que cultivam o hábito de dissolver o medicamento na água. Segundo os médicos, isso não é indicado. Pois há perda da medicação ou perigo do paciente não ingerir a dose inteira pelo gosto ruim que apresenta.

Leite

Em alguns casos, as pessoas trocam a água pelo leite, mas, isso não é uma prática viável, ainda que muitos acreditem que o líquido proteja o estômago da agressão provocada pela química do remédio. Essa substituição deve ser feita apenas pelas pessoas que têm de tomar medicamentos em jejum, mediante prescrição médica. Nos demais casos, o leite pode cortar o efeito do medicamento, sobretudo dos antibióticos.

Os metais presentes no leite, como ferro, cálcio e zinco, entram em ação com o princípio ativo do remédio no trato digestivo, impedindo a correta absorção do medicamento. Nesse caso, o tratamento não é eficaz, já que parte das substâncias são eliminadas pelas fezes.

Misturado à comida

Nos casos de misturar o medicamento a comida, a prática deve ser evitada, já que ingerido nessas condições, o medicamento pode ter sua absorção reduzida de 30% a 40% ou até mesmo ser inativado. Para os casos que o remédio tiver de ser consumido próximo das refeições, recomenda-se que isso seja feito com o intervalo de uma hora antes e de duas a três horas após a refeição.

Bebidas alcoólicas

O uso de medicamento associado às bebidas alcoólicas é uma prática bastante prejudicial. Isso porque a junção de álcool e remédio pode intensificar o efeito dos dois, o que pode ser perigoso para a saúde.

Sobre o autor

Formado em Jornalismo pela UniFavip | Wyden. Já trabalhou como repórter e editor de conteúdo em um site de notícias de Caruaru e em três revistas da região. No Jornal Extra de Pernambuco e Vanguarda de Caruaru exerceu a função de repórter nas editorias de Economia, Cidades, Cultura, Regional e Política. Hoje é assessor de imprensa do Shopping Difusora de Caruaru-PE, Seja Digital (entidade responsável pelo desligamento do sinal analógico no Brasil), editor da revista Total (com circulação em Pernambuco) e redator web do Remédio Caseiro.