,

Chá mate faz mal? Saiba

Hipertensos, com problemas no coração, diabetes, glaucoma e queimação gástrica devem evitar a bebida

O chá mate é uma bebida bastante consumida em todo o Brasil, sobretudo na região Sul. O que pouca gente sabe é que, dependendo da condição de saúde, essa bebida, mesmo sendo natural, pode fazer mal.

Também conhecida por erva-mate e congonha, a planta é comum em regiões subtropicais. Ela é matéria-prima para a produção de chimarrão e tererê, bebidas que são bastante consumidas nas regiões Sul e Centro-Oeste do Brasil.

Fonte de minerais como manganês, magnésio e cálcio, vitamina A, vitaminas do complexo B, vitamina C e vitamina E, a planta possui propriedades antioxidantes, diuréticas, estimulantes, afrodisíacas e levemente laxantes.

O mate é uma erva que contém alto índice de cafeína e pode desencadear reações no corpo

Por conter cafeína, o chá mate não deve ser consumido por quem tem certas doenças (Foto:depositphotos)

O chá mate faz mal?

Se você também é uma das pessoas que não tem certeza em quais circunstâncias o chá mate faz mal, preste atenção! Porém, antes de incluir a bebida no seu dia a dia, a sugestão é que o seu médico seja consultado.

A partir dessa atitude, você ficará mais resguardado quanto ao aparecimento de problemas. Esse alerta vale especialmente para aquelas pessoas que já possuem problemas de saúde, seja ele crônico ou degenerativo.

O mate é uma erva que contém alto índice de cafeína. Sendo assim, ela tem o poder de interferir na condição dos pacientes, sobretudo quem já possui problemas de saúde. Entre eles podem ser citados hipertensão, problemas no coração, diabetes, glaucoma, osteoporose, síndrome do intestino irritável e queimação gástrica.

Para todos os problemas citados, o consumo do chá mate não é indicado, já que ele tem o poder de interferir na estabilidade das doenças. Vale lembrar que tudo é consequência do alto índice de cafeína.

Veja tambémChá-mate: 7 motivos para tomar mais essa bebida

Nos quadros onde são identificados distúrbios hemorrágicos, a cafeína encontrada no chá mate também pode ser a causadora de agravamento na condição. Ela torna o processo de coagulação do sangue mais lento.

Para quem o chá mate é proibido?

-Outro grupo de pessoas que o chá mate é contraindicado são as mulheres que estão em período de gestação. A presença da cafeína pode desencadear um processo de aborto ou induzir o bebê ao nascimento prematuro.

-Já para as mulheres que estão amamentando, o chá mate também não é indicado. Ele causa problemas nas crianças, tais como: a dependência da cafeína e a possibilidade de desenvolver certos tipos de câncer, sobretudo pela fragilidade do organismo.

-No caso das crianças pequenas o consumo do chá mate também não é viável. A justificativa para isso vem do mesmo fato dos bebês. Além de atrapalhar a absorção de alguns nutrientes, ela pode desencadear doenças.

-As pessoas que têm muitas dores de cabeça ou até enxaqueca, o chá mate também não faz bem. Dependentes de nicotina e álcool devem ficar longe do chá mate, já que ele pode aumentar o risco de desenvolver câncer.

Veja tambémBenefícios do chá mate para o colesterol

-Distúrbios relacionados a ansiedade, tais como agitação, nervosismo durante o dia e falta de sono a noite, podem ser intensificados pelo consumo do chá mate. Nesse caso, a substância pode intensificá-los.

-O uso de medicamentos é um fator que também deve ser observado quando o que está em jogo é o consumo do chá mate. Em alguns casos, ele pode cortar o efeito do mesmo ou então intensificá-lo, trazendo consequências mais graves para o corpo.

Consequências do chá mate em excesso

Como foi levantado anteriormente, uma das consequências para o consumo exacerbado de chá mate é a quantidade de cafeína que o corpo recebe. Isso pode causar uma série de consequências.

“Quando a cafeína é consumida acima das quantidades normais para o seu organismo, você pode ficar um pouco irritado, agitado demais e ansioso. Sobre a quantidade ideal de consumo, isso vai depender da individualidade bioquímica de cada um”, afirma a nutricionista clínica Patrícia Carvalho de Jesus.

Outro ponto que deve ser observado é a frequência e a quantidade que o chá mate é ingerido, pois ele pode trazer consequências para o corpo a médio e longo prazos, como enfatiza a nutricionista.

“Quando o consumo de cafeína faz parte de um ciclo, ele gera toxicidade para o organismo. Dessa forma, o indivíduo não descansa. Isso traz como consequência o aumento da produção de cortisol, que é o hormônio do estresse e mais adrenalina, deixando o corpo em estado de alerta”, diz Patrícia.

Todos os sintomas apresentados até agora em relação ao consumo do chá mate podem ser intensificados entre as pessoas que possuem maior sensibilidade a cafeína.

Veja também: Tomar mais chá mate pode ser ainda mais benéfico

“A cafeína inibe, ou dificulta a absorção de nutrientes bastante importantes, como é o caso do ferro. Muitas pessoas que acabam consumindo a cafeína nas grandes refeições, onde o consumo de ferro é maior, como almoço e jantar, esses indivíduos tem tendência a anemia, sobretudo em relação aquelas que não consomem a substância”, informa a nutricionista.

Não custa nada lembra que, qualquer outra dúvida que venha a surgir, sobretudo quando relacionada a condições específicas do seu corpo, o médico deve ser consultado.