Chá de japecanga: para que serve, como fazer e contraindicações

Você já ouviu falar no chá de japecanga? A bebida é um remédio natural poderoso e utilizado no tratamento de diversas doenças, principalmente inflamações e alergias.

Além disso, ainda ajuda a fortalecer o sistema imunológico, a reduzir a glicose e a diminuir o colesterol ruim do sangue.

Devido às suas ações, a infusão, que costuma ser preparada com a raiz das várias plantas do gênero smilax, possui diversas aplicações na medicina tradicional brasileira. E, dependendo da região do Brasil, essas ervas podem ser chamadas de japecanga ou salsaparrilha.

Quer saber mais sobre esse remédio natural e descobrir para que serve o chá de japecanga de acordo com a ciência?

Então, continua lendo esse artigo, pois nele você também vai aprender a como preparar essa bebida e quais os cuidados necessários ao consumi-la. Confira!

Para que serve chá de japecanga?

Entre os benefícios da erva estão as propriedades diurética e depurativa. (1) Assim, a planta aumenta a produção de urina e ajuda a eliminar toxinas que circulam no sangue.

Planta japecanga

Japecanga serve para fortalecer o organismo e reduzir a glicose do sangue (Foto: depositphotos)

Além disso, a salsaparrilha é um anti-inflamatório e analgésico natural.(2) Também contém propriedades antifúngica, antibacteriana e antiviral. (1, 3, 4)

Isso significa dizer que ela consegue inibir a proliferação de micro-organismos, que podem causar diversas doenças e prejudicar o funcionamento do organismo.

Por fim, mas não menos importante, a japecanga é antioxidante. Portanto, protege o organismo do desgaste celular. (5)

Todas essas propriedades fazem com que a japecanga tenha diversos usos. Confira as sete principais aplicações do chá da erva a seguir!

Fortalecer o sistema imunológico

Um dos principais usos do chá feito com a raiz da japecanga é para fortalecer o sistema imunológico.

Isso acontece porque essa parte da erva é rica em substâncias que aumentam a produção de glóbulos brancos e outras células de defesa do organismo, como os anticorpos.

Na prática, esse benefício faz com que o corpo fique mais preparado para lidar com o surgimento de doenças, consequentemente, serve para melhorar a saúde e a qualidade de vida. (3)

Além disso, as propriedades antibacterianas da planta também ajudam a fortalecer o organismo.

Dessa forma, a infusão preparada com a erva fortalece o corpo e ajuda a eliminar micro-organismos que podem ser nocivos para a saúde.

Tudo isso faz com que ela seja eficaz, e bastante utilizada, no tratamento de herpes, uma vez que o vírus costuma se manifestar em casos de imunidade baixa. (4)

Tratar problemas inflamatórios

Em primeiro lugar, é preciso entender que a inflamação é um processo natural do organismo e serve para que ele consiga se livrar mais rapidamente de uma infecção.

Em outras palavras, a inflamação acontece quando o sangue e as células de defesa do corpo são enviados em maior quantidade para o local afetado.

Nessa área, as enzimas liberam substâncias que servem para impedir que o problema se espalhe e atinja outros tecidos. Todo esse processo eleva a temperatura da área, fazendo com que ela fique quente, vermelha e dolorida.

O que a japecanga faz é impedir que essas substâncias sejam liberadas. No lugar delas, a planta aumenta as células de defesa, fazendo o corpo destruir o que causou a infecção, recuperando-se mais rápido.

Devido a esses efeitos, o chá de japecanga é utilizado em casos de reumatismo, alergias e até mesmo para ajudar a tratar crises de asma. Todos esses problemas são causados por processos inflamatórios. (2, 3)

Auxiliar no tratamento de acne

Outro uso comum da infusão pela medicina popular é no tratamento da acne, principalmente das temidas espinhas. Nesses casos, a planta age por causa de duas propriedades já citadas, a anti-inflamatória e a antibacteriana.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a “acne é o nome dado às espinhas e cravos que surgem devido a um processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos”. (6)

Diante disso, a infusão de japecanga diminui a inflamação e a proliferação das bactérias causadoras desse processo.

Assim, ajuda a reduzir o processo inflamatório, que pode ser bem dolorido, e acelerando a cicatrização de maneira natural. (2, 3)

Mulher com algodão no rosto

Além dos benefícios para a saúde, japecanga também pode ser usada para fins estéticos (Foto: depositphotos)

Diminuir a retenção de líquidos

Sabe aquela sensação de inchaço, principalmente nas pernas? Pois saiba que ela pode ser causada pela retenção de líquidos, mas o chá de japecanga também pode agir beneficamente nesses casos.

Como a raiz da planta é diurética, ela aumenta a produção de urina pelos rins e, consequentemente, há uma redução do líquido retido pelas células.

Outro benefício atrelado a esse é o efeito depurativo. Por esta razão, a planta ajuda a eliminar toxinas que podem fazer mal ao organismo humano. (1)

Diminuir dores musculares

A raiz da japecanga pode ajudar a reduzir as dores musculares, por ser rica em substâncias analgésicas. Ou seja, uma xícara do chá pode ser um substituto de medicamentos sintéticos e sem os efeitos colaterais dos mesmos. (2, 4)

Devido à ação anti-inflamatória, a planta também é uma opção para quem sofre com dores nas articulações causadas por problemas inflamatórios, como a artrite.(3)

Reduzir a glicose

O chá de japecanga pode ser usado para controlar os índices de glicose no sangue. Esse processo deriva da presença de uma substância chamada ácido clorogênico, também encontrada em outros vegetais, como no café verde.

No organismo, esse ácido age impedindo a produção de uma enzima responsável por transformar o carboidrato ingerido em glicose. Desse modo, ocorre uma redução natural do açúcar que circula no sangue. (7)

No entanto, é preciso lembrar que nenhum chá deve ser utilizado como substituto dos tratamentos tradicionais sem a orientação de um médico.

Portanto, caso seja diabético, é importante buscar orientação profissional antes de usar a japecanga.

Reduzir o colesterol ruim

O chá de japecanga reduz os níveis do colesterol ruim (LDL) no sangue devido à presença de substâncias que agem como “detergentes” naturais e são chamadas de saponinas.

Esse processo de redução de gordura acontece porque as saponinas se unem com o colesterol dos alimentos e se tornam insolúveis.

Na prática, isso faz com que o colesterol não seja absorvido e posteriormente seja descartado nas fezes.

Desse modo, a infusão proporciona uma redução gradual do colesterol. Além disso, contribui com a diminuição dos riscos de acidentes vasculares e diversas outras doenças. (7)

Como fazer chá de japecanga?

Ingredientes:

  • 1 xícara de água filtrada
  • 1 colher (de chá) da raiz de japecanga.

Modo de preparo:

O primeiro passo é levar a água com a japecanga ao fogo até que comece a borbulhar.

Feito isso, desligue o fogo e abafe a infusão, deixando descansar por 5 minutos. Após isso, basta coar e beber o chá.

Raízes de japecanga

Os benefícios da japecanga são encontrados nas raízes da planta (Foto: depositphotos)

Compressas para acne

Por ter ação anti-inflamatória e cicatrizante com as acnes, a japecanga também serve para fazer compressas no tratamento contra as espinhas. (2, 3)

Para isso, ferva duas xícaras de água com cinco colheres (de sopa) de raiz seca, durante 15 minutos. Depois, abafe por mais 10 minutos e coe.

Por fim, umedeça gases no chá de japecanga e aplique na pele. Deixe o remédio natural agir por cinco minutos e retire com água corrente.

Onde encontrar a planta?

A raiz de japecanga pode ser encontrada em lojas de produtos naturais e em feiras livres.

Mas caso na sua cidade não tenha uma loja especializada, procure na internet, pois existem diversos sites que comercializam produtos naturais.

Cuidados e contraindicações de uso

Nas pesquisas feitas pelo Remédio Caseiro não foi encontrada nenhuma contraindicação para o uso da japecanga. No entanto, como qualquer outra erva medicinal é necessário ter alguns cuidados.

Por exemplo, grávidas, lactantes e crianças só devem consumir o chá sob orientação médica. O mesmo acontece com pessoas que possuem doenças crônicas ou fazem uso de medicamentos controlados.

Além disso, é sempre importante ficar atento à quantidade ingerida e nunca ultrapassar as três xícaras por dia do chá. (2)

Referências

(1) PEREIRA, Flávia Liparini. “Potencial das raízes de smilax brasiliensis Spreng. (smilacaceae) e Herreria Salsaparrilha Mart. (Agavaceae) no tratamento de alterações metabólicas, induzidas por dieta em camundongos balb/c“. 2013. Disponível em: http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/BUBD-9EBQ2Z. Acesso em 10 de julho de 2019.

(2) KHAN, Ahmad et al. “Investigation of the anti-inflammatory the analgesic effects of the extracts from Smilax ornata Lem. (Jamaican sarsaparilla) plant“. Journal of Ethnopharmacology, v. 240, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.jep.2019.111830. Acesso em 10 de julho de 2019.

(3) SOTO-HERNÁNDEZ, Marcos; TENANGO, Mariana Palma; GARCÍA-MATEOS, Rosario. “Phenolic Compounds: Natural Sources, Importance and Applications“. 2017. Disponível em: 10.5772/67213. Acesso em 10 de julho de 2019.

(4) CÁCERES, Armando et al. “Ethnobotanical, pharmacognostical, pharmacological and phytochemical studies on Smilax domingensis in Guatemala“. Revista Brasileira de Farmacognosia, v.22, n.2, p.239-248, 2012. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-695X2011005000211. Acesso em 10 de julho de 2019.

(5) AMADO, Paula Avelar et al. “Chemical composition, antioxidant and cytotoxic activities of extracts from the leaves of Smilax brasiliensis Sprengel (Smilacaceae)“. Natural Product Research, v.32, n.5, p.610-615, [2018]. Disponível em: https://doi.org/10.1080/14786419.2017.1327861. Acesso em 10 de julho de 2019.

(6) Sociedade Brasileira de Dermatologia. “Acne“. Disponível em: https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/doencas-e-problemas/acne/23/. Acesso em 10 de julho de 2019.

(7) PEREIRA, Flávia et al. “Antihyperlipidemic and antihyperglycemic effects of the Brazilian salsaparrilhas Smilax brasiliensis Spreng. (Smilacaceae) and Herreria salsaparrilha Mart. (Agavaceae) in mice treated with a high-refined-carbohydrate containing diet“. Food Research International, 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.foodres.2015.07.034. Acesso em 10 de julho de 2019.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (Mtb-PE: 6770) com formação completa no curso de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo (UniFavip-DeVry). Experiência prática de dois anos em produção jornalística para TV e rádio. Atualmente atua na área de redação para web, nas áreas de educação, beleza e saúde alternativa. Além da formação no curso superior, possui experiência em produção de vídeo, diagramação de livros e revistas e marketing.