Chá de arruda – Para que serve?

Na Idade Média essa planta era muito usada em rituais religiosos, pois era tida como erva de proteção contra feitiçarias

A arruda é bastante conhecida entre as pessoas por ser uma erva usada para espantar o mau-olhado. Mas o que pouca gente sabe é que essa mesma arruda possui propriedades medicinais que podem ser útil no processo de tratamento e cura de muitas outras doenças. Nesse sentido, a forma mais usual é através da preparação da infusão, no caso, o chá de arruda.

Espécie de nome Ruta graveolens, a arruda pertence à família Rutacae e ao gênero Ruta. A arruda possui em sua composição óleo essencial, flavonoides, metilnocilcetona, furacumarinas, alcaloides, taninos e rutina, sendo esta última sua substância mais importante. A rutina é responsável por fornecer resistência aos vasos sanguíneos, sendo este seu principal atributo.

Características da arruda

A planta normalmente é ramificada a partir da base e possui baixa estatura. Sua estrutura também é dotada de caule lenhoso e folhas carnudas. As flores da arruda têm pequeno porte com a cor amarela enquanto o fruto possui formato de cápsula. Ela é facilmente encontrada em mercados, feiras livres e lojas especializadas na venda de produtos naturais.

 o chá de arruda combate a infecção urinária, assim como as dores e desconfortos ocasionadas por ela

A planta costuma ser utilizada por benzedeiras em rezas (Foto: Pixabay)

Benefícios da arruda para a saúde

A arruda ganhou todo esse destaque nos tratamentos relacionados à saúde humana justamente pela presença de algumas propriedades terapêuticas. Essas estão relacionadas a ações adstringente, analgésica, antiasmática, antiepiléptica, antiespasmódica, anti-helmíntica, anti-hemorrágica, anti-histérica, anti-inflamatória, antinevrálgica, bactericida, calmante, carminativa e cicatrizante.

Dessa forma, a arruda é indicada para induzir e regular o fluxo menstrual, além de acabar com as dores intensas causadas pela contração do útero. Isso é possível graças ao estímulo que as substâncias presentes na ervas provocam nas fibras musculares do útero. Por esse motivo a planta não é indicada para o tratamento entre mulheres grávidas ou que estão planejando engravidar, pois nesses casos, ela possui efeito abortivo.

Veja também: Mulheres grávidas podem tomar chás?

O chá de arruda também é indicado para melhorar a circulação sanguínea, impedindo o acúmulo de gordura em placas nas paredes internas dos vasos. A presença da vitamina P, ou rutina, fortalece os vasos sanguíneos, impedindo a ruptura dos mesmos. A bebida também é indicada para tratar problemas relacionados ao sistema urinário: ela facilita a filtragem do sangue pelos rins e reduz o inchaço dos membros inferiores.

Veja outras propriedades da arruda

Devido às propriedades anti-inflamatórias, o chá de arruda combate a infecção urinária, assim como as dores e desconfortos ocasionadas por ela. A incontinência urinária também pode ser sanada através do tratamento com o chá de arruda. Por ajudar o sistema digestivo como um todo, especialmente em caso de úlceras e infecções, esse chá também é responsável por ajudar o trânsito intestinal.

Para os pacientes que sofrem de asma também podem incluir no seu tratamento o chá de arruda. Ele ajuda a evitar que as crises aconteçam, justamente porque ele evita a contração dos alvéolos pulmonares. Já que o assunto é o sistema respiratório, consumir a bebida concebida a partir da arruda corrige inflamações nas vias respiratórias como um todo. No aparecimento de dores reumáticas e nevrálgicas, a arruda também atua beneficamente.

O chá de arruda também possui efeito calmante. Como se ainda não bastasse a bebida protege o corpo contra a ação de infecções bacterianas, conjuntivite, além de intoxicações alimentares e salmonelas. Quando usada na forma externa, através de banhos, a arruda é uma excelente solução para extermina os piolhos. A partir das folhas amassadas também se obtém um poderoso cicatrizante.

Receita do chá de arruda

Para preparar o chá, basta seguir as indicações:

Ingredientes

  • 200 ml de água filtrada;
  • 1 colher (de sobremesa) de folhas de arruda.

Modo de preparo

Com ajuda de uma panela com tampa, coloque a água para ferver. Assim que atingir o ponto de ebulição, desligue o fogo e acrescente as folhas de arruda. Deixe o recipiente tampado e descansando por 10 minutos.

Passado esse tempo, pegue uma peneira e remova toda a erva usada para preparar o chá, logo em seguida, a bebida estará pronta para ser ingerida. A indicação é que o chá de arruda seja consumido em até três doses diárias.

Contraindicações do chá de arruda

Antes de fazer uso da arruda ou de qualquer outra erva, o médico deve ser consultado. Essa é uma precaução que deve sempre ser levada em consideração pelo paciente, já que o organismo pode responder de forma inesperada ao tratamento. Consultando um médico, esse e outros problemas podem ser evitados. Além do mais, esse profissionais também pode prescrever a dosagem e o tempo do tratamento.

Veja também: Receitas de banhos caseiros naturais para descarregar as más energias

Somado a todos esses cuidados, é necessário ter muito cuidado na inclusão da arruda no tratamento de qualquer paciente, já que a planta é tóxica, venenosa e possui substâncias abortivas. Sendo assim, ela não é indicada para mulheres que estejam com intenção de engravidar, que já estejam esperando o filho ou aquelas que estão em período de amamentação.

Desconsidere o tratamento com a arruda para crianças menores de seis anos. Doses elevadas do chá de arruda podem causar vertigens, tremores, gastroenterites, convulsões, hemorragias uterinas, vômitos, salivações, edema na língua, dores abdominais, náuseas e vômitos, secura na garganta, dores epigástricas, cólicas, arrefecimento da pele, depressão do pulso, contração da pupila e sonolência.

Como se todas essas complicações não fosse suficiente, o excesso do chá de arruda pode causar fitodermatites, um problema de pele que a torna sensível à luz solar. Isso acontece devido a um mecanismo fototóxico que está presente na arruda e reage com a pele. Vale considerar que o uso contínuo do chá traz riscos de problemas ao fígado e rins, principalmente para quem já sofre com doenças vinculadas a esses órgãos.

Arruda para espantar o mau-olhado

A arruda se destaca no âmbito da sabedoria popular devido a todo o misticismo que o envolve. Ela é capaz de afugentar mau-olhado. A planta costuma ser utilizada por benzedeiras em rezas e em vasos perto das portas de entrada das casas, para cuidar da proteção energética do local. Na Idade Média era muito usada em rituais religiosos, tida como erva de proteção contra feitiçarias.

Veja também: Fitoenergia: sistema de cura usa plantas para promover equilíbrio

Michelângelo e Leonardo da Vinci afirmaram que foi graças aos poderes metafísicos da arruda que ambos tiveram sensíveis melhoras em seus trabalhos de criatividade. Por esses e outros motivos, é usada até hoje para espantar maus-olhados das pessoas invejosas.

Sobre o autor

Formado em Jornalismo pela UniFavip | Wyden. Já trabalhou como repórter e editor de conteúdo em um site de notícias de Caruaru e em três revistas da região. No Jornal Extra de Pernambuco e Vanguarda de Caruaru exerceu a função de repórter nas editorias de Economia, Cidades, Cultura, Regional e Política. Hoje é assessor de imprensa do Shopping Difusora de Caruaru-PE, Seja Digital (entidade responsável pelo desligamento do sinal analógico no Brasil), editor da revista Total (com circulação em Pernambuco) e redator web do Remédio Caseiro.