Cardamomo: benefícios e como usar

O cardamomo é uma daquelas especiarias que têm um ótimo aroma e inúmeros benefícios. Não é a toa que é chamada de “rainha das especiarias“. 

A semente dessa planta possui vitaminas e minerais que juntos podem ajudar a melhorar a saúde intestinal, diminuir o colesterol e até combater o câncer.

O cardamomo também ajuda a regular o metabolismo e está diretamente ligado à regulação do açúcar no sangue, sendo um ótimo aliado no controle da diabetes.

Grãos de cardamomo
O cardamomo é da família do gengibre e por isso possui forte sabor e aroma (Foto: depositphotos)

A ciência moderna já provou que existem muitos outros benefícios interessantes para a saúde. Quer conhecê-los? Continue a leitura!

10 benefícios do cardamomo para a saúde

De acordo Matheus Motta, nutricionista do Vigilantes do Peso, “o cardamomo possui vitaminas A, B e C e minerais como cálcio, ferro e magnésio. Tem ação antisséptica e expectorante, sendo um aliado contra resfriados”.

Ainda é composto por cobre, potássio, manganês, zinco, potássio e fósforo. O que possibilita que acumule propriedades antioxidantes, diuréticas, anti-inflamatórias, antibacterianas, entre outras.

“Todos esses componentes desempenham papéis importantes na circulação sanguínea, crescimento, regeneração e reparo de tecidos, densidade óssea, hormônios sexuais e ainda na saúde metabólica geral”, afirma o especialista.

1. Melhora a saúde digestiva

O consumo de cardamomo, seja na forma de chá ou como tempero, favorece a secreção de certos sucos do trato gastrointestinal, ajudando a manter os ácidos do estômago sob controle. Isso evita distúrbios digestivos, como a azia, e consequentemente pode diminuir a ocorrência de úlceras estomacais.

Segundo o nutricionista Matheus Motta, esse benefício ocorre em função do número de compostos antioxidantes e anti-inflamatórios encontrados no seu extrato, a exemplo do extrato metanólico.

Além disso, o consumo da especiaria também reduz os espasmos musculares na região abdominal e por conter fibras, trata a constipação, evitando problemas de gases e inchaço.

Por ser antibacteriano, seu consumo pode ainda ajudar a proteger o organismo contra bactérias, como a Salmonella, que causa intoxicação alimentar. (1)

2. Favorece a saúde do coração

O cardamomo é um ótimo aliado para a nossa saúde cardiovascular.

Isso porque ele tem em sua composição fitonutrientes e antioxidantes que melhoram as condições para uma melhor circulação sanguínea, diminuindo os níveis de açúcar no sangue e os níveis de colesterol. 

Além disso, por ser um diurético natural, consumi-lo favorece a excreção de sódio e potássio através da urina, o que ajuda a controlar a hipertensão.

3. Combate o mau hálito

Qualquer pessoa que tenha problemas bucais como mau hálito, cáries e sangramento na gengiva pode usar essas sementes como remédio caseiro. E não é só por causa do seu aroma forte, capaz de mascarar o odor, mas também graças ao seu benefício antibacteriano.

Na Índia, é comum as pessoas mastigarem algumas vagens de cardamomo após as refeições. E isso não acontece por acaso. O cineol encontrado no seu óleo essencial, tem se mostrado um forte antisséptico, matando as bactérias e germes que podem causar problemas orais. (2)

O cineol é o componente principal (90%) do óleo essencial extraído do eucalipto. 

4. Reduz doenças respiratórias

Em razão da sua propriedade anti-inflamatória, essas sementes e seus extratos têm sido usados como remédio natural para tratar doenças respiratórias.

E isso não é válido apenas para a asma, mas também para a tosse, bronquite, congestão pulmonar e muito mais. Estudos mostram que o seu consumo pode reduzir a resposta alérgica geral. (3)

Além disso, devido ao seu efeito broncodilatador, inalar o óleo do cardamomo diminui a resistência das vias respiratórias e aumenta a passagem de ar para os pulmões, favorecendo uma melhor respiração.

5. Previne e combate o câncer

Os compostos antioxidantes presentes nele, a exemplo dos polifenóis, também ajudam a combater o câncer. 

A suplementação com as sementes foi eficaz na diminuição, atraso, e até mesmo no impedimento do crescimento de tumores, podendo prevenir câncer de pele e estômago. (4)

Os compostos ativos que demonstraram habilidades anticâncer foram o terpeno-limoneno, cineol e gama-bisaboleno. Eles apresentaram uma redução expressiva da inflamação geral, o que inibe o crescimento das células cancerígenas e inicia a morte de células infectadas. (4)

Além disso, esses compostos também ajudaram a combater os radicais livres, moléculas responsáveis por aumentar o estresse oxidativo, que gera muitas das doenças graves e com risco de vida.

6. Beneficia pele e cabelos

As vitaminas, minerais e propriedades antimicrobianas dessa especiaria não só beneficiam a saúde interna, como ainda são perfeitas para manter a pele saudável e livre de todos os tipos de problemas, como infecções e acnes, conta o nutricionista, Matheus Motta.

“Ele possui atributos e enzimas que não apenas atrasam os sinais do envelhecimento, mas também ajudam a tornar a pele mais limpa, sem qualquer dificuldade. Os antioxidantes presentes nele ajudam nesse sentido”, frisa o profissional.

E mais: não é apenas benéfico para a pele, mas também pode contribuir para o crescimento e saúde dos cabelos, além de tratar problemas e infecções no couro cabeludo.

7. Emagrece

Segundo o nutricionista, consumir o chá do cardamomo é um dos métodos que podem auxiliar na perda de peso.

Isso porque “os poderosos compostos antioxidantes melhoram as condições da síndrome metabólica, que inclui hipertensão arterial, nível elevado de açúcar no sangue, excesso de gordura em torno da cintura e níveis de colesterol anormais”.

Estudos científicos descobriram que a suplementação de cardamomo melhorou a função hepática e cardíaca, favorecendo a perda de peso corporal dos que apresentavam síndrome metabólica (devido à dieta rica em gorduras e carboidratos). (5)

8. Desintoxica

Essa função desintoxicante é essencial para limpar o fígado, órgão que tem importante papel na digestão, imunidade, metabolismo e armazenamento de nutrientes.

Um tratamento de três meses com cardamomo resultou em um aumento de enzimas antioxidantes e melhorou a função hepática em geral. (6)

9. Fortalece ossos

Ele possui níveis consideráveis de ferro e manganês. Enquanto o ferro é necessário para o oxigênio no sangue, o manganês é responsável por manter uma boa saúde óssea.

Ele ainda é rico em riboflavina (vitamina B2), essencial para manter a saúde dos olhos, pele, boca e cabelos.

“A riboflavina ajuda no crescimento adequado do corpo, pois uma de suas funções é quebrar as proteínas e carboidratos dos alimentos”, afirma o nutricionista, ao complementar que a substância também ajuda na utilização adequada de oxigênio pelo organismo para o melhor funcionamento dos órgãos.

10. Evita a candidíase

A especiaria pode inibir o crescimento de várias culturas de levedura de candida, que causa candidíase.

Os ingredientes ativos encontrados nos óleos essenciais do cardamomo interferem nas proteínas das membranas das bactérias desses agentes patológicos, causando a sua morte.

Como usar o cardamomo?

Extremamente versátil, o cardamomo pode ser utilizado de várias maneiras. Na gastronomia ele entra no preparo de pratos doces, como bolos e sobremesas; salgados, como pães e sopas; e bebidas quentes ou frias, como chá, café e refrescos. Confira algumas receitas:

Chá de cardamomo

(Foto: depositphotos)

Ingredientes

  • 1 xícara de leite desnatado ou água
  • 1 pedaço de gengibre fresco
  • 1 pau de canela
  • 1 colher (de chá) de cardamomo 
  • 1 colher (de sopa) de açúcar (opcional).

Modo de preparo

Ferva todos os ingredientes, tampe e deixe descansar por cerca de três minutos. E está pronto para tomar.

Café com cardamomo

(Foto: depositphotos)

Ingredientes

  • 1 colher (de chá) de café
  • 1 pitada de cardamomo
  • 180 ml de água.

Modo de preparo

Coloque o café, o cardamomo e a água numa panela e leve ao fogo até levantar fervura. Retire a panela do fogo e deixe o café baixar. Repita esse procedimento 3 vezes e então remova a espuma que se formou por cima do café. Após isso, é só se servir.

Bolo de laranja e cardamomo

(Foto: depositphotos)

Ingredientes

  • 8 claras de ovo 
  • 300 g de farinha de trigo
  • 200 g de açúcar
  • 100 g de manteiga
  • 150 ml de suco de laranja
  • 1 colher (de sopa) de fermento em pó
  • Raspas da casca de meio limão e de meia laranja
  • 2 colheres (de chá) de cardamomo.

Modo de preparo

Bata as claras em neve e reserve. Misture o açúcar e a manteiga até formar uma pasta homogênea. Junte as raspas de laranja, limão e o cardamomo. Adicione o suco de laranja, a farinha de trigo e o fermento e mexa. Por fim, adicione as claras em neve. Leve ao fogo por 30 minutos.

Outros usos

Tempero

Para tornar o seu frango mais interessante, você pode temperar o prato com algumas pitadas de cardamomo e algumas folhas de louro.

Você pode adicionar uma ou duas colheres da versão em pó para obter sabor e aroma extras em suas receitas doces, como sobremesas e bolos.

Água de cardamomo

Ferva um copo de água com alguns cardamomos, algumas sementes de erva-doce e um pedaço de gengibre. Beba esta mistura em jejum todas as manhãs para se livrar de doenças digestivas.

Gargarejo

Recomenda-se o cardamomo embebido em água fervente como uma solução de gargarejo matinal para controlar a dor de garganta. Isso é sugerido devido às propriedades antibacterianas.

Óleo essencial de cardamomo

O óleo essencial extraído das sementes de cardamomo contém numerosos ingredientes bioativos que agem como antioxidantes. Além disso, ele é capaz de:

  • Facilitar a digestão e manter o equilíbrio gastrointestinal
  • Melhorar a saúde respiratória
  • Acalmar as dores de estômago
  • Melhorar o humor.

Contraindicações e efeitos colaterais

Apesar dos benefícios, o nutricionista alerta que “altas concentrações do chá podem causar vômitos. Pessoas com doenças inflamatórias intestinais, cálculos biliares e cólicas devem evitar. Não é recomendado o uso para mulheres que sofrem de endometriose, além de gestantes e lactantes”.

O que é cardamomo e qual a sua origem? 

O cardamomo é uma planta da família Zingiberaceae (a mesma do gengibre), e é nativo das florestas úmidas do sul da Índia, onde acredita-se que ele seja cultivado há mais de 4 mil anos.

Hoje em dia a planta é cultivada no Nepal, Tailândia e América Central. Já no Brasil, é possível encontrar o cardamomo em mercados ou feiras e em lojas de especializadas.

Curiosidade

Acreditava-se que o cardamomo possuía propriedades afrodisíacas. A especiaria também foi usada contra impotência, provavelmente devido aos seus benefícios para a circulação sanguínea.

*Artigo feito com a colaboração do nutricionista do Vigilantes do Peso, Matheus Motta (CRN4-14100681).

Referências

(1) BINATTI, T. T.; GEROMEL, M. R.; FAZIO, M. L. S. Ação antimicrobiana de especiarias sobre o desenvolvimento bacteriano. Higiene Alimentar, v.30, nº 260/261, setembro/outubro de 2016. Disponível em: http://docs.bvsalud.org/biblioref/2016/11/2786/260-261-sitecompressed-105-108.pdf. Acesso em: 02 de dezembro de 2019.

(2) RAHMAN, M.M. Cardamom powder supplementation prevents obesity, improves glucose intolerance, inflammation and oxidative stress in liver of high carbohydrate high fat diet induced obese rats. Lipids Health Dis., Aug 14;16(1):151, 2017. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28806968. Acesso em: 02 de dezembro de 2019.

(3) CAÑAR, A; MARÍA, F. Estudio del consumo de la hoja larga (cardamomo) ,como medicina alternativa para tratar afecciones respiratorias ( bronquitis ),en los habitantes de la comunidad el poste en santo domingo de los tsáchilas periodo 2017. Tecnología en administración de boticas y farmacias, 2017. Disponível em: http://www.dspace.cordillera.edu.ec:8080/xmlui/handle/123456789/3424. Acesso em: 02 de dezembro de 2019.

(4) SINGARAVEL, S. Cardamom (Elettaria cardamomum Linn. Maton) Seeds in Health. Elsevier, 2011. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/B9780123756886100349. Acesso em: 02 de dezembro de 2019.

(5) MOHAMED, A; ABDELAZEM, M. Hepatoprotective effect of aqueous extract of cardamom against gentamicin induced hepatic damage in rats. International Journal of Basic and Applied Sciences, 2016. Disponível em: https://www.sciencepubco.com/index.php/ijbas/article/view/5435. Acesso em: 02 de dezembro de 2019.

(6) IAMONI, R. A cura pelos remédios caseiros. Rio de Janeiro: Ediouro, 1997. Disponível em: https://joseleonardotorres.webnode.com.br/_files/200000572-9771c986c6/A_Cura_Pelos_Remedios_Caseiros_Leo.pdf. Acesso em: 02 de dezembro de 2019.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.