Capeba: Confira benefícios e propriedades dessa planta

A capeba pode ajudar no combate à febre, além de regular o ciclo menstrual

Há milhares de anos, as plantas são utilizadas como aliadas da saúde em diversas culturas ao redor do mundo. Um desses vegetais com propriedades medicinais é a capeba, de nome científico Pothomorphe umbellata, também popularmente conhecida por outros nomes, como caena, paiparoba e aguascina.

A capeba é uma planta brasileira comumente encontrada nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo e sul da Bahia.

Características da capeba

Pertencente à família das Piperaceae, a capeba é um arbusto de um a dois metros de altura, com folhas ovaladas, arredondadas ou em formato de rim; as suas minúsculas flores são distribuídas em espigas.

O nome científico da capeba é Pothomorphe umbellata

Essa planta é encontrada facilmente no sudeste do país (Foto: Reprodução | Wikimedia Commons)

Os princípios ativos da planta incluem os óleos essenciais, compostos fenólicos, esteroides, mucilagens, chavicina, pariparobina, piperatina, piperina e jamborandina.

Propriedades e benefícios da capeba

As propriedades medicinais da capeba incluem a sua ação antirreumática, anti-inflamatória, antianêmica, antiespasmódica, antianêmica, antigonorreica, colagoga, desobstruente, desopilante do fígado, diurética, emoliente, estomáquica, febrífuga, laxativa, sudorífera, tônica e vermífuga.

Veja tambémChá de aguapé, um diurético natural. Saiba como usar

Graças à sua propriedade diurética, a planta estimula o funcionamento da bexiga e dos rins, auxiliando na eliminação das toxinas do organismo através da urina. Por esse motivo, a capeba é indicada no tratamento de infecções urinárias, como a cistite, além de combater o inchaço.

A capeba também contém propriedades laxativas, contribuindo para o bom funcionamento do intestino e, por isso, é recomendada para os indivíduos que sofrem com a prisão de ventre. A casca da planta é usada para tratar problemas respiratórios; já outras partes da capeba podem auxiliar no combate a úlceras, doenças gástricas, problemas de fígado, vesícula ou baço.

Graças às suas propriedades medicinais, a capeba ainda pode ajudar no combate à febre, além de regular o ciclo menstrual.

Com o chá de capeba é possível normalizar o ciclo menstrual

A capeba regula o ciclo menstrual (Foto: depositphotos)

As folhas, a raiz, o caule e as sementes desta planta são usadas na medicina popular no preparo de chás que podem combater os males supracitados.

Como preparar o chá de capeba?

Leve ao fogo uma chaleira contendo 750ml de água e 30g da planta. Deixe ferver pelo período de 10 minutos, desligue o fogo e abafe. Espere amornar e beba uma xícara deste chá três vezes ao dia, preferencialmente antes das refeições principais.

Veja também: Nutricionista indica chás diuréticos e um ‘segredo’ no modo de preparo

Contraindicações e efeitos colaterais

O uso da capeba é contraindicado para gestantes e lactantes. Os efeitos colaterais podem incluir diarreia, vômitos, náuseas, febre, cólicas, tremores, alergias e dores de cabeça. Lembre-se que o uso de plantas medicinais também deve ser feito apenas sob orientação de um especialista.

Sobre o autor

Formada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas) pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), com certificado DELE (Diploma de Español como Lengua Extranjera), outorgado pelo Instituto Cervantes. Produz conteúdo web, abrangendo diversos temas, e realiza trabalhos de tradução e versão em Português-Espanhol.