Caldo de cana: 5 benefícios da bebida

Você sabia que o caldo de cana, além de ser delicioso e refrescante, pode trazer diversos benefícios para a saúde? Pois é, a bebida dá mais energia no pré-treino, protege contra diversas doenças e ainda é cheia de vitaminas e minerais.

Ela também agrega uma vantagem relevante para quem faz academia: regenera a musculatura, qualidade importantíssima para o crescimento dos músculos.

No entanto, esse líquido, por ser extraído do caule da cana de açúcar, deve ser consumido com moderação uma vez que pode desencadear aumento expressivo nos níveis de glicose no organismo.

A seguir, vamos te mostrar os ganhos que ele pode oferecer e qual a melhor maneira de consumi-lo sem prejuízos para o corpo.

5 benefícios do caldo de cana para a saúde

Arte sobre os benefícios do caldo de cana

1. Dá mais energia

O caldo de cana é um alimento rico em carboidratos, cada 100 ml possui 18 gramas de carboidratos. (1) Esse nutriente é utilizado pelo corpo como fonte de energia, principalmente durante exercícios físicos.

Nos primeiros momentos de um treino, o organismo usa, quase que exclusivamente, as energias dessa substância. Quando a fonte acaba, ele começa a queimar os músculos, acarretando na perda da resistência, cansaço e apatia. O caldo de cana consegue repor essa “bateria” naturalmente. (2)

Como se não bastasse, os carboidratos encontrados na garapa são de fácil digestão. Desse modo, o corpo absorve o nutriente e consegue utilizá-lo pouco tempo depois do consumo. (3)

2. Combate a anemia

Um copo de 200 ml da bebida contém cerca de 5 mg de ferro. Isso representa metade dos valores diários necessários para uma pessoa adulta. A deficiência do ferro é causa frequente da anemia ferropriva. Desse modo, o consumo regular desse líquido evita o aparecimento da anemia, mas também trata quando ela já existe.

A garapa também possui quantidades significativas de potássio, cálcio, cobre, magnésio, manganês e zinco. (4) Além de apresentar na sua composição as vitaminas A, do Complexo B e C. Suficientes para auxiliar na complementação diária.

3. Protege contra doenças

Um fato interessante sobre o caldo de cana é que ele é rico nas chamadas substâncias antioxidantes. Em especial os compostos fenólicos, como o ácido cafeico e os flavonoides. (5)

Para você entender melhor, os antioxidantes são substâncias que conseguem impedir a degradação das células, causada pelos radicais livres. Essa ação evita uma série de doenças, a exemplo do câncer, como o de esôfago e de estômago, e das doenças cardiovasculares.

Eles também têm a capacidade de dificultar o surgimento de outras doenças crônicas, como é o caso da asma, da catarata, da diabetes e da artrite reumatoide. (6)

4. Ajuda na recuperação e formação dos músculos

A grande quantidade de carboidratos na bebida faz com que ela seja uma ótima opção para recuperar os músculos no pós-treino e, de quebra, ajudar na formação dos mesmos. Isso acontece por conta de dois fatores principais.

1º O caldo de cana repõe os níveis de glicogênio muscular, uma vez que os carboidratos contidos na sua formação viram glicose quando metabolizados. A glicose é enviada para os tecidos e se transforma em fonte primária de energia.

Resumindo: a reserva energética de glicose acumulada nos músculos é utilizada durante os exercícios. Tomar um copo dessa bebida após o treino recupera as reservas utilizadas e restaura a musculatura rapidamente.

2º O consumo também favorece a formação de novas fibras musculares levando ao crescimento do tecido uma vez que a reposição da energia acontece. (7)

Outro aspecto que favorece a saúde muscular é a alta quantidade de antioxidantes. Esses compostos são anti-inflamatórios, aliviando inflamações e dores comuns após as atividades físicas.

5. Reduz o colesterol

Consumir regularmente o caldo da cana ajuda a regular os níveis da lipoproteína de baixa densidade, também chamada de LDL, o temido colesterol ruim. Isso acontece por causa de uma substância chamada de policosanol (PPG), encontrada em abundância na garapa.

Ela não só reduz o colesterol, como também os triglicerídeos no sangue. (8) O PPG ainda possui a capacidade de aumentar os níveis do HDL, o colestrol bom. Além disso, ele inibe a absorção de açúcar pelo intestino, auxiliando na redução da glicose de pessoas saudáveis também. (9)

Quanto tomar?

A indicação é tomar 100 ml de caldo de cana por dia. Dessa forma é possível trazer seus benefícios para o corpo sem prejuízos.

Diabéticos podem tomar caldo de cana?

Copo com caldo de cana

Consumir o caldo de cana antes da atividade física dá energia, após, recupera os músculos (Foto: depositphotos)

O ideal é que diabéticos não consumam o caldo de cana. Essa bebida é rica nos chamados carboidratos simples, que são absorvidos facilmente pelo organismo, elevando a glicose de uma maneira rápida e brusca. Esse efeito causa um pico glicêmico, que pode ser prejudicial para os diabéticos. (10)

A Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) destaca que, mesmo consumindo a bebida em pequenas quantidades, é preciso fazer a compensação de insulina. Isso é, calcular a quantidade necessária de insulina para os carboidratos ingeridos, além de manter a dieta na linha. Tudo isso para evitar uma crise. (11)

Referências

(1) Tabela Brasileira de composição de alimentos. NEPA – UNICAMP, 4ª edição, 2011. Disponível em: http://www.nepa.unicamp.br/taco/home.php?ativo=home. Acesso em: 27 de julho de 2019.

(2) STANCANELLI, Mirtes. Efeito ergogênico do caldo de cana, 2006. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/314084. Acesso em: 27 de julho de 2019.

(3) PRADO, Sonia de Paula Toledo et al. Avaliação do perfil microbiológico e microscópico do caldo de cana in natura comercializado por ambulantes, Revista do Instituto Adolfo Lutz (Impresso), v.69, n.1, 2010. Disponível em: http://periodicos.ses.sp.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0073-98552010000100008&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 27 de julho de 2019.

(4) NOGUEIRA, Fernanda dos Santos et al. Minerais em melados e em caldos de cana, Ciência e Tecnologia de Alimentos, v.29, n.4, p.727-731, 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cta/v29n4/05.pdf. Acesso em: 27 de julho de 2019.

(5) DUARTE-ALMEIDA, Joaquim Maurício et al. Antioxidant Activity of Phenolics Compounds From Sugar Cane (Saccharum officinarum L.) Juice . Plant Foods for Human Nutrition, v.61, p.187-192, 2006. Disponível em: https://dx.doi.org/10.1007/s11130-006-0032-6. Acesso em: 27 de julho de 2019.

(6) GRAF, B. A. et al. Flavonols, flavones, flavanones, and human health: epidemiological evidence. Journal of medicinal food, v.8, n.3, p.281-290, 2005. Disponível em: https://doi.org/10.1089/jmf.2005.8.281. Acesso em: 27 de julho de 2019.

(7) MACHADO, Eduarda Faria Abrahão. Suplementação com caldo de cana de açúcar comparado com outros carboidratos na reposição do glicogênio e cinética de biomarcadores pós-exercício agudo em ratos, 2009. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/274776. Acesso em: 27 de julho de 2019.

(8) SINGH, Amandeep et al. Phytochemical profile of sugarcane and its potential health aspects, Pharmacognosy Review, v.9, n.17, p.45-54, 2015. Disponível em: https://dx.doi.org/10.4103%2F0973-7847.156340. Acesso em: 27 de julho de 2019.

(9) Fitoterapia – alimentos funcionais. Cana de açúcar – Saccharum officinarum. Disponível em: http://www1.londrina.pr.gov.br/dados/images/stories/Storage/sec_saude/fitoterapia/publicacoes/cana_de_acucar2.pdf. Acesso em: 27 de julho de 2019.

(10) Linha guia de diabetes, Curitiba: SESA, 2014. p. 56.

(11) 7 mitos e verdades sobre o diabetes. Disponível em: https://www.diabetes.org.br/publico/para-voces/sbd-na-imprensa/1182-7-mitos-e-5-verdades-sobre-o-diabetes. Acesso em: 27 de julho de 2019. 

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (Mtb-PE: 6770) com formação completa no curso de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo (UniFavip-DeVry). Experiência prática de dois anos em produção jornalística para TV e rádio. Atualmente atua na área de redação para web, nas áreas de educação, beleza e saúde alternativa. Além da formação no curso superior, possui experiência em produção de vídeo, diagramação de livros e revistas e marketing.