Benefícios e propriedades da pitomba

Por ser rica em vitamina C, é sugerido consumir a fruta depois do almoço para ajudar na absorção do ferro

Será que você conhece todas as propriedades e benefícios da pitomba? Essa é uma fruta muito apreciada, porém, nem todo mundo ter conhecimento sobre as vantagens do seu consumo.

A pitomba pertence à família das Myrtaceae. No meio científico ela é conhecida pelo nome de Talisia esculenta. Ela é originária do Brasil e pode ser encontrada com bastante facilidade na região Nordeste.

Trata-se de um fruto bastante curioso, de forma arredondada e cor marrom. A polpa fica protegida na casca. Dependendo do local onde é encontrada pode ser conhecida por vários outros nomes. Entre os principais, destaque para olho-de-boi e caruiri.

Propriedades da pitomba

A pitomba é uma fruta que possui grandes quantidades de sais minerais, entre eles o ferro e o cálcio; vitaminas, onde se destacam a A e C, além de proteínas. Juntas essas substâncias atuam na prevenção e tratamento de várias doenças.

A fruta é de acesso facilitado, já que pode ser encontrada em feiras livres e supermercados. Não há restrição para o seu consumo, dessa forma ela pode entrar na dieta in natura ou como ingrediente no preparo de sucos.

5 benefícios de consumir a pitomba

Entre seus benefícios, a pitomba pode tratar diarreias graves

A pitomba é originária do Brasil, em especial na região Nordeste (Foto: Reprodução | Wikimedia Commons)

No que diz respeito à saúde, a pitomba pode atuar em várias áreas. Entre as principais, ela fortalece o sistema imunológico, protege o sistema vascular, atua no desenvolvimento dos ossos e colabora na formação de hemoglobina.

A partir de agora, veja mais benefícios da pitomba para a saúde:

1- Fortalece o sistema imunológico

Por possuir uma grande quantidade de vitamina C, a pitomba pode ser consumida com o intuito de ajudar o organismo a evitar o desenvolvimento de doenças, tais como gripe e resfriado.

A fruta também age na proteção do sistema vascular. Assim, problemas como a anemia podem ser evitados. Ela também colabora com a formação de hemoglobina, que atua na cicatrização de feridas.

A pitomba também é dotada de ação antioxidante. Dessa forma, ela ajuda a combater os radicais livres que são responsáveis pela degeneração das células. Assim, o envelhecimento precoce é retardado, reduzindo a incidência de rugas.

Veja também: Sabia que é possível eliminar as rugas debaixo dos olhos de forma caseira?

2- Combate os problemas intestinais

Para quem sofre com problemas intestinais, a pitomba pode ser uma excelente saída, justamente pela presença de fibras na sua composição. Sendo assim, além de ajudar na digestão dos alimentos, a pitomba pode tratar diarreias graves.

3- Proteção óssea

Rica em cálcio, a pitomba atua no fortalecimento e desenvolvimento ósseo. Nesse sentido, doenças como osteoporose podem ser evitadas. Fora isso, a pitomba também ajuda no fortalecimento das células.

4- Propriedade antioxidante

A ingestão de substâncias maléficas para o organismo traz algumas consequências que espiram um pouco mais de cuidado. Algumas delas, inclusive, pode causar alteração no DNA. É justamente daí que surgem problemas como o câncer e doenças no coração.

A ingestão da pitomba pode ajudar a evitar os problemas dessa natureza, justamente pela presença da vitamina C.

5- Propriedades cicatrizantes

A ingestão da pitomba favorece a função glandular. Isso ajuda na cicatrização das feridas. Ela também possui ação adstringente, que ajuda na desinfecção dos ferimentos, o que ocasiona na não infecção.

Veja também: Tratamento caseiro com pomadas e remédios cicatrizantes

Por que utilizar a pitomba?

A pitomba consegue combater o envelhecimento precoce, evitando assim o câncer

A polpa da pitomba é doce e suculenta e está envolta por uma casca marrom-amarelada (Foto: Reprodução | Pinterest)

Por tudo que já foi dito até agora, fica fácil saber o motivo pelo qual tanta gente acredita na ingestão da pitomba quando o assunto se refere aos benefícios que ela pode proporcionar para o corpo.

Porém, para que a ingestão da pitomba surta todo o efeito desejado, o mais aconselhável é que o médico seja consultado. De forma responsável, ele vai incluir a fruta no seu cardápio a fim de aproveitar todas as vantagens.

“A pitomba é uma boa fonte de vitamina C, com isso ela traz alguns benefícios, como a prevenção de envelhecimento precoce e algumas outras doenças que tem a ver com os radicais livres, como por exemplo o câncer”, afirma a nutricionista Isabela Lays, em entrevista ao programa Bem Você.

Ainda segundo a nutricionista, existe um horário onde a ingestão da fruta é mais indicada. “A pitomba pode ser utilizada depois do almoço, devido a presença da vitamina C, que ajuda na absorção do ferro existente no feijão e na carne”, explica.

Veja também: A vitamina C ajuda a prevenir doenças? Estudos dizem que não

A fruta também é uma ótima opção para ser consumida nos lanches entre as refeições, já que o índice calórico é baixo. Isso faz com que a dieta para eliminação de peso não seja afetada, nem interfira no controle de algumas doenças.

“A pitomba também pode ser utilizada como lanche, justamente porque ela possui baixa caloria. Em 100 gramas da fruta, ela oferece cerca de 40 calorias. Dessa forma, pessoas com diabetes ou sobrepeso podem estar utilizando”, endossa Isabela.

Como consumir a pitomba

Uma das formas mais usuais de consumir a fruta é in natura. Para isso, basta remover a casca que envolve a polpa. Esta, por sua vez, aparece em cor esbranquiçada. Há quem ache a ingestão da fruta um tanto quanto trabalhosa.

Outra forma bastante comum de incluir a pitomba na alimentação é através do preparo do suco. No mais, também existem outras bebidas, doces e até receitas mais elaboradas.

Veja algumas sugestões para incluir a pitomba na sua alimentação:

Suco de pitomba

Ingredientes

  • 100 ml de água filtrada;
  • 8 pitombas;
  • Açúcar ou adoçante a gosto;
  • Gelo a gosto.

Modo de preparo

Higienize bem as pitombas, logo em seguida descasque todas elas. Com ajuda de um liquidificador, acrescente as pitombas e o açúcar ou adoçante a gosto. Bata bem! Feito isso, antes de ingerir, a recomendação é passar o suco pela peneira.

Veja também: Saiba como escolher a lichia na hora da compra de forma correta

Molho de pitomba

Ingredientes

  • 1 xícara (de chá) de água;
  • 20 unidades de pitomba;
  • 1 colher (de sopa) de maionese;
  • 1 unidade de cravo;
  • 1 colher (de chá) de coentro;
  • 1 colher (de sopa) de açúcar;
  • Uma pitada de sal.

Modo de preparo

Descasque a pitomba e coloque para cozinhar com a quantidade de água recomendada na receita. Junto, acrescente o açúcar e o cravo. Deixe no fogo por 10 minutos. Passado o tempo, desligue o fogo e deixe esfriar por uma hora.

Com ajuda de uma peneira, passe toda a mistura, esfregando o caroço, para retirar o máximo de polpa possível. O passo seguinte é acrescentar a maionese, o sal e o coentro bem picadinho. A dica é servir gelado.

Sobre o autor

Formado em Jornalismo pela UniFavip | Wyden. Já trabalhou como repórter e editor de conteúdo em um site de notícias de Caruaru e em três revistas da região. No Jornal Extra de Pernambuco e Vanguarda de Caruaru exerceu a função de repórter nas editorias de Economia, Cidades, Cultura, Regional e Política. Hoje é assessor de imprensa do Shopping Difusora de Caruaru-PE, Seja Digital (entidade responsável pelo desligamento do sinal analógico no Brasil), editor da revista Total (com circulação em Pernambuco) e redator web do Remédio Caseiro.