Barbatimão: Para que serve?

A utilização medicinal do barbatimão vem a partir da existência de duas substâncias: tanino e flavonoides

O barbatimão é uma erva medicinal que possui muitos benefícios. Mas, na verdade, você sabe para que serve o barbatimão? Se a sua resposta a essa pergunta foi “não”, seguindo a leitura desse artigo você vai aprender muito mais sobre ela.

A utilização medicinal do barbatimão vem a partir da existência de duas substâncias: tanino e flavonoides. O primeiro defende contra ação de microrganismos. Já o segundo, protegem o DNA das células dos efeitos oxidativos.

Sendo assim, a planta pode ser usada para tratar doenças na pele, úlceras, afecções na garganta, combate corrimento vaginal, gonorreia, entre outros. Nesse sentido, consultar o médico é uma atitude bastante válida.

Para que serve o barbatimão

Como já deu para perceber só na introdução desse artigo, o barbatimão possui muitas utilizações na medicina alternativa, tudo isso se deve ação que ela exerce sobre a saúde das pessoas.

O barbatimão serve para cicatrizar feridas e fissuras

O chá de barbatimão é muito conhecido por ajudar a saúde feminina (Foto: Reprodução | Wikimedia Commons)

Veja agora quais as principais propriedades do barbatimão:

  • Adstringente
  • Anti-hemorrágica
  • Antisséptica
  • Antibacteriana
  • Antiblenorrágica
  • Cicatrizante
  • Coagulante sanguíneo
  • Diurética
  • Emética
  • Hipotensora
  • Oftálmica
  • Tônica

Depois de conhecer todas elas, agora chegou a hora de aprender como a planta pode interferir positivamente no processo de tratamento e cura de certas doenças. Todas elas são baseadas nas ações apresentadas anteriormente.

Veja também: Como comprar folhas de barbatimão; veja também benefícios

  • Cicatrização de feridas
  • Efeito anti-inflamatório
  • Dor de garganta
  • Gastrite e úlcera gástrica
  • Ação bactericida
  • Atua contra o veneno de serpentes
  • Conjuntivite
  • Faz bem para a saúde da mulher

Saiba com mais detalhes como o barbatimão age no processo de tratamento das doenças apresentadas.

Cicatrização de feridas

Os taninos encontrados na casca do barbatimão possuem substâncias fenólicas solúveis em água. Dessa forma, quando utilizado para tratar ferimentos na pele, além de evitar a inflamação das mesmas, ele contém o sangramento e ajuda na cicatrização.

Para as pessoas que sofrem de diabetes e tem problemas com cicatrização de feridas, o tratamento com barbatimão pode apresentar excelentes resultados. Ele também induz a formação de novos vasos sanguíneos na região das feridas, ajudando no processo de cicatrização.

Efeito anti-inflamatório

É também através dos taninos que o barbatimão consegue formar uma camada protetora nos tecidos lesados, impedindo que microrganismos, como bactérias, se instalem e causem uma inflamação na ferida.

Dor de garganta

Por combater a ação de determinadas bactérias, o barbatimão pode ser usado para auxiliar o tratamento das dores de garganta. Vale ressaltar que esse é um problema causado pela ação da bactéria Streptococcus pyogenes.

Gastrite e úlcera gástrica

Para problemas relacionados ao estômago, tais como úlcera gástrica e gastrite, o barbatimão possui efeito benéfico. Um estudo comparou o extrato do barbatimão com os efeitos de um medicamento para tratar esses problemas. Como resultado, ele conseguiu evitar a formação das úlceras.

Veja também: Chá de aroeira para gastrite vai resolver seus problemas

Ação bactericida

O barbatimão serve para acabar com as bactérias presentes na pele. Sendo assim, ele se mostra eficaz contra o aparecimento de acne e furúnculos. Já em relação aos fungos, a erva pode ser usada contra a candidíase, que afeta a boca e a região íntima.

Para os casos de doença de Chagas e leishmaniose, o barbatimão também se mostra eficaz. Ele atuou na redução da população dos parasitas na corrente sanguínea.

Atua contra o veneno de serpentes

A utilização do barbatimão também pode ser vista contra a ação do veneno de certas espécies de serpentes, são elas, as urutus, surucucus e as jararacas. Na prática, a erva conseguiu inibir os efeitos tóxicos dos venenos dessas serpentes.

Conjuntivite

A conjuntivite é uma doença que ocasiona a inflamação da membrana que cobre o interior das pálpebras e toda a parte da frente do globo ocular. Como o barbatimão tem substâncias que combate a inflamação, ele pode ser usado no tratamento.

Faz bem para a saúde da mulher

O barbatimão é uma planta que apresenta propriedades relevantes quando o assunto se refere à saúde da mulher. Ele combate inflamações no útero e ovários, além do mais, a erva também reduz o corrimento vaginal.

Em outros casos, o barbatimão pode ser usado no combate as hemorragias e gonorreia. Outro benefício associado a essa planta é a promessa de tratamento do HPV. Nesse caso, o barbatimão é utilizado na forma de pomada.

Veja também: Trate o corrimento vaginal através de métodos naturais

Como usar o barbatimão

O barbatimão pode ser encontrado em várias regiões do Brasil, desde o Amapá até o Paraná. Por esse motivo, a forma de utilização da planta é bastante vasta, podendo ser preparada como infusão, banho de assento e até pomada.

O barbatimão pode ser usado na forma de infusão, banho de assento e até pomada

Um dos benefícios associados a essa planta é a promessa de tratamento do HPV (Foto: Reprodução | Wikimedia Commons)

Confira mais detalhes sobre as diferentes formas de utilizar o barbatimão quando o assunto é referente ao tratamento de problemas de saúde.

Chá de barbatimão

Para preparar o chá do barbatimão você vai precisar de 1 litro de água fervente e 20 gramas da folha do barbatimão ou da casca do caule. Misture os ingredientes e deixe descansar por 10 minutos.

Antes de beber, use uma peneira para remover as partes da planta utilizadas e ingira sem adoçar. A recomendação é que a infusão de barbatimão seja ingerida ao longo do dia, de três a quatro vezes.

Banho de assento

O banho de assento é uma forma eficaz para tratar os problemas relacionados à região íntima da mulher. Para prepará-lo você vai precisar de 2 litros de água e 2 punhados casca do caule do barbatimão. Leve ao fogo e deixe ferver por 15 minutos.

Desligue o fogo e deixe a panela tampada e descansando por 10 minutos. Remova a parte da planta utilizada, espere amornar um pouco e despeje toda a receita em uma bacia grande. Espere ficar em uma temperatura que não cause danos e sente por 10 minutos.

Barbatimão possui efeito cicatrizante?

O barbatimão é uma planta que possui poderoso efeito cicatrizante. Isso se deve a presença de substâncias conhecidas por taninos. Além de impedir que as bactérias se instalem na região afetada, a erva também diminui a dor e inchaço.

Outra propriedade do barbatimão quando ao assunto se refere a ação cicatrizante é o poder de originar novos vasos sanguíneos, o que acaba acelerando também o poder de regeneração (cicatrização) da região da pele afetada.

Veja também: Chá de confrei trata feridas e fissuras

Ainda sobre a ação cicatrizante, o barbatimão também ativa a ação dos miofibroblastos, células envolvidas no processo de cicatrização de tecidos. Nos casos de tratamento de feridas, as folhas podem ser usadas como compressa.

Candidíase: barbatimão pode ajudar?

A candidíase genital é uma doença causada pela ação de um fungo presente no organismo humano. Para combater problemas dessa natureza, o barbatimão pode ajudar sim, se mostrando bastante eficaz.

O chá de barbatimão serve para combater o fungo causador da candidíase

O chá de barbatimão é uma planta que possui poderoso efeito cicatrizante (Foto: depositphotos)

O barbatimão apresenta ação antifúngica, o que faz com que seja inibida a proliferação da Candida albicans, fungo causador da candidíase. Esse fungo pode afetar tanto a cavidade oral quanto a região vaginal.

Nesse caso, a candidíase ocorre devido a um desequilíbrio. O fungo começa a se proliferar, causando algumas alterações e sintomas na região íntima. Os sintomas mais comuns são, coceira, inchaço, dor e queimação ao urinar e corrimento esbranquiçado.

Entre as causas mais frequentes da doença, destaque para relação sexual desprotegida, uso frequente de antibióticos, doenças que tornam o sistema imune mais fraco (Aids e HPV) e uso de roupas apertadas.

Barbatimão emagrece?

O poder emagrecedor do barbatimão não possui comprovação científica. Ele é baseado na sabedoria popular. Sendo assim, acredita-se que a ingestão do chá da erva possui a capacidade de diminuir o estômago.

Nesses casos, antes de incluir o chá de barbatimão para essa finalidade, o mais viável é recorrer ao médico. Só ele possui conhecimento suficiente para comprovar se o chá de barbatimão pode ajudar a obter o peso desejado ou não.

O biólogo e especialista em plantas, Daniel Forjaz, do canal Autor da Própria Saúde chama atenção para o consumo em excesso da infusão de barbatimão. “Um estudo comprovou que a utilização do barbatimão por tempo prolongado pode causar algum problema gástrico, intestinal e até problema neurológico”.

Porém, vale a pena ressaltar a importância de uma dieta equilibrada e com alimentos naturais e saudáveis. Também é importante a inclusão de exercícios físicos para que o emagrecimento seja alcançado.

Veja também: Aprenda como pode ser utilizada a planta barbatimão

Contraindicações do barbatimão

O barbatimão é uma erva que, se consumida em excesso, pode trazer algumas consequências para a saúde. De antemão, as mulheres que estão pretendendo engravidar, ou que já estão grávidas ou amamentando, devem ficar longe da erva.

“O barbatimão não deve ser usado por muito tempo, pois causar certo tipo de toxidade. Mas, para uso temporário, o barbatimão é recomendado, desde que não seja usada uma dose muito alta”, alerta Daniel Forjaz.

Por esses motivos, a inclusão do barbatimão em qualquer que seja o tratamento, deve ser prescrito, recomendado e supervisionado por um médico.

Como usar o barbatimão da forma correta

Mediante todas as informações que foram passadas nesse artigo a respeito do barbatimão, já deu para perceber para que serve o chá de barbatimão e o quão benéfica a erva pode ser para a saúde. Sendo assim, saiba aproveitar todos elas.

Seja através do preparo do chá ou do banho de assento, é importante lembrar que, mesmo se tratando de um ingrediente natural, seu uso deve ser supervisionado por um profissional.

Sobre o autor

Formado em Jornalismo pela UniFavip | Wyden. Já trabalhou como repórter e editor de conteúdo em um site de notícias de Caruaru e em três revistas da região. No Jornal Extra de Pernambuco e Vanguarda de Caruaru exerceu a função de repórter nas editorias de Economia, Cidades, Cultura, Regional e Política. Hoje é assessor de imprensa do Shopping Difusora de Caruaru-PE, Seja Digital (entidade responsável pelo desligamento do sinal analógico no Brasil), editor da revista Total (com circulação em Pernambuco) e redator web do Remédio Caseiro.