Ashwagandha: para que serve e como tomar

Essa planta indiana ganhou notoriedades pelo combo de benefícios que consegue proporcionar à saúde

Você já ouviu falar sobre ashwagandha? No geral, trata-se de um extrato em pó ou cápsulas naturais compostas com raízes de uma planta indiana que possui alguns benefícios saúde. Aprenda o que é, para que serve e como tomar este remédio que é um verdadeiro presente da natureza.

Com o aumento de adeptos da vida saudável, o uso fitoterápico de alimentos naturais está cada dia mais popular. Isso é uma boa notícia, uma vez que existem vários alimentos, plantas e raízes que são verdadeiros remédios disponíveis na natureza, como é o caso da ashwagandha.

Esta planta é utilizada há séculos pela medicina oriental, e assim é feito até hoje. Rica em propriedades únicas, a ashwagandha possui nutrientes e composição surpreendentes, que podem ser a chave para o tratamento e cura de alguns males em específico.

Veja abaixo o máximo de informações confiáveis sobre as propriedades e benefícios dessa planta que está mais famosa a cada dia!

O que é ashwagandha?

Ashwagandha, também conhecida pelos nomes de ginseng indiano é, na verdade, a planta Withaia Somnifera. Uma erva medicinal com potente efeito relaxante e afrodisíaco concentrado em suas raízes. É um opção natural que tem aparecido fortemente no cenário da medicina alternativa, principalmente para combater a insônia, estresse e impotência sexual.

Folhas, raiz e cápsulas de ashwagandha

Ashwagandha é também conhecida pelo nome de ginseng indiano (Foto: depositphotos)

Pertencente à família das plantas solanáceas, a ashwagandha é uma espécie parente do tomate. Seus frutos variam entre a coloração laranja e vermelha, são pequenos, assim como a planta em si, que mede entre 35cm e 75cm.

É uma planta muito comum na Índia, seu país de origem, mas também é encontrada em regiões de países como Nepal e China. Por lá, seu uso é basicamente voltado a medicina natural. Suas folhas e bagas são usadas no tratamento de queimaduras e ferimentos. Já as raízes, principal parte da planta, servem para produzir chás e outros remédios.

É importante, contudo, compreender que as descobertas sobre esta planta ainda são recentes, apesar do seu uso secular. Existem sim algumas comprovações científicas e estudos que demonstram efeitos positivos, mas muitas pesquisas ainda estão em andamento para entender os “mecanismos” de funcionamento da ashwagandha.

Etimologia da palavra “ashwagandha”

Você deve estar se perguntando como é a pronúncia certa da palavra “ashwagandha”, não é? A palavra se pronuncia “ashuaganda”. O termo é a união de duas palavras do idioma Hindi (principal língua da Índia). “Ashva” significa “cavalo” e “gandha” quer dizer “cheiro”. Ou seja, o nome da planta é basicamente “cheiro de cavalo”.

Com isso, já dá para perceber que a planta tem um cheiro forte. Sim, acredita-se que o nome tenha sido escolhido pelos povos antigos justamente por remeter ao cheiro forte presente nos cavalos.

Mas além disso, o nome possui relação entre a frase popular “saúde de cavalo”, que é uma expressão usada para se referir a quem tem boa saúde e não fica doente. Sendo assim, também já dá para perceber que estamos falando de uma planta com propriedades fortalecedoras impressionantes.

Contudo, é importante aprender a diferenciar a Ashwaganda da Alkekengi. Ambas são plantas conhecidas em alguns locais pelo nome de “cereja de inverno”, mas são bem diferentes entre si.

Veja também: Ervas e plantas capazes de elevar a saúde dos homens

Para que serve?

A Ashwagandha é usada há centenas (talvez milhares) de anos de forma terapêutica. Com o avanço da ciência médica e fitoterápica, foram descobertos vários usos comprovados dessa planta em prol do benefício na saúde humana.

Aqui você vai conhecer os principais usos dessa planta para a saúde humana A Ashwagandha pode ser encontrada na forma de cápsulas ou como ingrediente para chás. Entre os seus muitos usos, se destacam a ação relaxante e estimulante sexual. Confira os benefícios da Ashwagandha:

  • Alivia o estresse
  • Diminui a ansiedade
  • É um estimulante sexual natural
  • Equilibra os níveis de glicose
  • Combate o câncer
  • Faz bem para a memória
  • Melhora o sistema imunológico
  • Fornece energia para o corpo
  • Melhora a qualidade do sono
  • Regula a tireoide 

As propriedades dessa planta ainda são capazes de combater a tuberculose, úlceras e fadiga adrenal. Além disso, algumas pesquisas já obtiveram as primeiros resultados que apontam que a Ashwagandha ajuda no tratamento da artrite.

Se surpreendeu? Pois é, estes são os benefícios comprovados pela ciência. Além destes que foram citados, acredita-se que a Ashwagandha seja dona de muitos outros benefícios e propriedades vantajosas para a saúde.

Conheça melhor os benefícios

Aqui você vai descobrir um pouco mais sobre cada benefício da Ashwagandha comprovado cientificamente. Descubra como as propriedades dessa raiz de planta age no organismo a fim de servir como remédio milagroso para alguns males comuns.

Alivia o estresse

Em primeiro lugar, é bom citar um dos principais benefícios do uso contínuo da Ashwagandha: alívio de estresse. Sim, esta planta é tão eficiente neste caso que é chamada de “antidepressivo natural”. Ela literalmente manda o estresse, ansiedade e fadiga mental embora.

As propriedades capazes de aliviar o estresse estão na composição das raízes da planta. Elas agem diretamente no desequilíbrio de hormônios que causam ou são causados por momentos de estresse.

Seu efeito anti-estresse é semelhante ao efeito causado pelo medicamento imipramina, encontrado em farmácias. Funciona como um estabilizador de humor natural.

Diminui a ansiedade

Outro benefício super importante da Ashwagandha é a sua capacidade de diminuir a ansiedade. Quem sofre com essa doença sabe que quadros ansiosos são horríveis e podem vir junto a sintomas muito fortes e desconfortáveis. Esta planta pode ser de muita ajuda nesses casos.

Mais uma vez, esse efeito é resultado das propriedades medicinais encontradas nas raízes da planta. Pesquisas apontam que a ação da Ashwagandha é parecida com o efeito de remédios como lorazepam e imipramina. Contudo, não possui efeitos colaterais como estes citados.

Outros estudos afirmam que esse benefício só é obtido se o paciente seguir uma alimentação mais saudável. Ainda não se sabe exatamente quais são os nutrientes que possibilitam o efeito ansiolítico, mas é comprovado que em um dieta pouco nutritiva, essa ação não acontece no organismo. Exercícios de respiração também podem ser muito importantes durante o uso da Ashwagandha como ansiolítico natural.

É um estimulante sexual natural

Depois dos benefícios associados a estresse, nervosismo e ansiedade, a principal vantagem medicinal da Ashwagandha é o seu efeito estimulante para o sexo. Algumas das suas propriedades são consideradas afrodisíacas, por isso, aumenta o desejo sexual e também a fertilidade nos homens.

Esse benefício é mais voltado para os homens, uma vez que a Ashwagandha age com o hormônio da testosterona. Algumas pesquisas apontam que consumir Ashwagandha aumenta os níveis desse hormônio, o que estimula a ereção e performance sexual masculina.

Além disso, com o controle e aumento dos níveis de testosterona, a fertilidade masculina aumenta. Dessa forma, é um ótimo remédio natural para tratar a disfunção erétil. Acredita-se, também, que essa planta ajuda a melhorar a qualidade do esperma, o que beneficia a concepção saudável (quando o sexo é feito com o objetivo de engravidar).

Por outro lado, a Ashwagandha não pode ajudar em caso de contagem de espermatozoide, uma característica que faz muitos homens serem inférteis ao tentar a concepção natural. Nestes casos, recomenda-se a pesquisa sobre outros métodos de concepção. 

Veja também: Infusões para sua libido: aprenda a fazer chás afrodisíacos

Equilibra os níveis de glicose

A Ashwagandha pode ser a chave do controle da diabetes! Isso mesmo, a composição da planta se baseia em substâncias que são capazes de controlar os níveis de glicose. Portanto, é um ótimo remédio natural para casos de diabetes mais controladas.

Ela estabiliza os níveis de açúcar no organismo. Por isso, é muito indicada como opção natural de potencialização do tratamento da diabetes. A ciência comprovou que consumir o extrato dessa planta/raiz aumenta a sensibilidade do paciente a insulina.

Utilizar a planta como um auxiliar natural nesses casos pode evitar que imprevistos aconteçam, como picos de glicose que acontecem mesmo com o uso da insulina. Além disso, faz muito bem para a corrente sanguínea dos pacientes de diabetes.

Combate o câncer

Sim, a medicina comprovou recentemente que a Ashwagandha traz benefícios reais quando o assunto é combater alguns tipos de câncer. Inclusive, alguns estudos têm esperança de que a planta pode ser uma das chaves para o tratamento mais eficaz contra essa doença no futuro.

Algumas substâncias e propriedades encontradas na Ashwagandha são capazes de impedir o crescimento de tumores, especialmente os malignos. Essas propriedades são antioxidantes o suficiente para, inclusive, fazer os tumores diminuírem. Mas, claro, se o uso for feito da forma correta.

Além disso, ela faz com que os sintomas dos tratamentos (quimioterapia e radioterapia) diminuam, o que acelera o processo e proporciona mais qualidade de vida para os pacientes. Em casos onde a doença já está avançada, o extrato da planta pode prolongar a vida com mais qualidade do que alguns remédios artificiais.

Além disso, algumas pesquisas afirmam que o consumo diário da Ashwagandha durante o tratamento de câncer deixa as células cancerígenas mais sensíveis aos remédios, quimioterapia e radioterapia. Por isso, as chances de cura aumentam!

Faz bem para a memória

Na terceira idade, a Ashwagandha é considerada um ótimo estimulante para a memória e o bem-estar geral do cérebro. O seu uso pode, inclusive, proteger este órgão de doenças graves como Alzheimer e Parkinson (ambas provocam a degeneração de partes do cérebro).

Em primeiro lugar, é importante ressaltar que esta planta é fonte de duas propriedades medicinais super potentes: withaferin A e  withanolide D. As duas são utilizadas em medicamentos para o cérebro há anos. Elas atuam na função cognitiva.

Este benefício foi comprovado por estudos da medicina africana, que verificou que a Ashwagandha faz bem em caso de várias doenças do cérebro.

Melhora o sistema imunológico

Muitos estudos comprovam que o consumo regular do extrato ou chá da raiz de Ashwagandha estimulam e beneficiam o sistema imunológico. Além de contar com alguns nutrientes, vitaminas e minerais importantes, o extrato de Ashwagandha tem substâncias que protegem o organismo de vários males.

Além disso, a medicina já comprovou que consumir essa planta melhora a circulação sanguínea e melhora a qualidade do sangue. Por isso, o corpo fica ainda mais protegido e preparado em caso de doenças.

Fornece energia para o corpo

Um benefício importante da Ashwagandha é a sua capacidade de promover energia, disposição e resistência ao organismo humano. Sendo assim, é super recomendada para quem pratica atividades físicas ou estuda/trabalha usando a mente.

Ela age como um potencializador dos músculos e do cérebro. Portanto, pode ser usada tanto para dar energia ao corpo como para energizar a mente quando necessário. Além disso, ajuda a diminuir o estresse físico e muscular, além de aumentar a resistência cardiorrespiratória.

Alguns estudos comprovam que esse efeito é real, uma vez que a medicina observa que a Ashwagandha é capaz de diminuir a produção excessiva do hormônio cortisol.

Melhora a qualidade do sono

Um estudo realizado com 18 pacientes voluntários provou para a medicina que o consumo da Ashwagandha é capaz de melhorar o sono, além de dar mais força aos músculos e diminuir lipídios do corpo.

Os voluntários eram de ambos os sexos e tinham a idade entre 18 e 30 anos. Cada um deles recebeu 3 doses de Ashwagandha por dia durante 10 dias, sem fazer uso de nenhum outro medicamento. Eles também praticaram exercícios e se alimentaram bem durante esse período.

Ao fim da pesquisa, os exames e relatos comprovaram que todos obtiveram melhora na qualidade do sono e mais facilidade para adormecer. Sendo assim, a Ashwagandha pode ser considerada um ótimo remédio natural para combater a insônia.

Regula a tireoide

O extrato da Ashwagandha também é capaz de ajudar a estabilizar as funções da tireóide, o que é benefício para quem possui doenças ou alterações desta glândula. Mas tenha cuidado com esse uso, ele só deve ser feito com autorização e monitoramento de um médico. Não se deve nunca tentar alterar as funções da tireoide sozinho(a).

Os estudos encontrados foram feitos observando a ação da planta em ratos de laboratório, mas já existem estudos com humanos e as evidências benéficas são promissoras. É possível que, em breve, a Ashwagandha seja um grandioso remédio natural para regular a tireoide.

Contudo, indica-se o uso dessa planta para os pacientes de doenças como Hashimoto e Doença de Grave. Mesmo assim, procure um médico especialista para mais informações.

Veja também: Remédios caseiros para problemas na tireoide

Usos medicinais em estudo

Apesar de citarmos um montão de benefícios comprovados pela medicina, existem algumas outras vantagens medicinais muito conhecidas, mas que ainda estão sendo estudadas. É sensato citá-las, uma vez que muitas pessoas conhecem a Ashwagandha por estes motivos. Mas ressaltamos que eles ainda não são comprovados cientificamente, apesar de algumas evidências.

  • Melhora a atenção em crianças, combatendo o déficit de atenção e a falta de foco no aprendizado
  • Diminui a hiperatividade em crianças, relaxando os músculos e estimulando o sono em caso de insônia infantil
  • Melhora o equilíbrio em pacientes com ataxia cerebral
  • Combate a artrite (quando consumida junto com o suplemento Articulin-F)
  • Diminui dores por excesso de atividade física
  • Combate cãibras noturnas
  • Combate a tuberculose
  • Diminui os sintomas da fibromialgia

Todos estes benefícios já possuem estudos em andamentos, e alguns deles estão bem perto de serem comprovados, como no caso da melhora de artrite e tuberculose. Contudo, não existem artigos ou estudos científicos com estes resultados confirmados.

Mas, a cada dia a Ashwagandha aparece com novos benefícios. Isto é ótimo, pois podemos estar em frente ao alimento que será a chave para a cura de várias doenças!

Como tomar corretamente?

A protagonista da Ashwagandha é a raiz. É onde está a maioria das propriedades medicinais desta planta. É também a base do extrato de Ashwagandha, que é a maneira mais fácil de encontrar esta planta no Brasil. Contudo, as bagas também são usadas de forma segura pela medicina natural.

Cápsulas de Ashwagandha

Além do chá, é possível aproveitar os benefícios dessa planta a partir de suas cápsulas (Foto: depositphotos)

Veja como consumir corretamente a Ashwagandha de várias formas:

  • Chá: Tomar 1 xícara antes de dormir
  • Cápsulas: Tomar 1 comprimido antes do almoço e 1 antes do jantar
  • Extrato líquido: Tomar de 2 ml a 4 ml (40 e 80 gotas, respectivamente) em meio copo de água 3 vezes ao dia

O chá e o extrato líquido são recomendados para o combate a insônia, estresse e ansiedade, principalmente. Já as cápsulas de Ashwagandha servem para todos os benefícios citados neste artigo.

Vale ressaltar, portanto, que se você consumir o comprimido de manhã, vai aproveitar o efeito estimulante e energético durante todo o dia. Por outro lado, se consumir à noite, antes do dormir, você vai obter os efeitos antiestresse e levemente sedativo.

Como preparar o chá de Ashwagandha?

O chá de Ashwagandha possui sabor amargo e efeito termogênico, que ajuda a emagrecer, dormir melhor e traz muitos outros benefícios. Veja como preparar o chá:

  1. Ferva 1 xícara de água e desligue o fogo
  2. Adicione 1 colher (de sopa) de raiz seca de Ashwagandha e deixe tampado por 15 minutos
  3. Em seguida, coe e beba

Uma vez que o sabor da Ashwagandha é forte, indica-se fazer a decocção junto a outras ervas ou mesmo pedaços de frutas, como abacaxi ou maçã. Assim, o sabor é disfarçado sem alteração nos benefícios medicinais.

Onde comprar?

A Ashwagandha pode ser encontrada em lojas de produtos naturais (principal local), lojas de suplementos alimentares e físicos, farmácias de manipulação ou mesmo a raiz seca em lojas virtuais.  É sempre importante verificar, seja presencialmente ou online, se o produto é 100% natural. Isso é muito importante!

Busque recomendações e pesquise antes de comprar. Se possível, também escolha pensando nos benefícios que você quer obter. Veja abaixo a melhores opções para cada objetivo.

  • Sabor: procure a fruta na sua forma natural, mas é bem difícil de encontrar
  • Emagrecer de forma saudável: indica-se o chá
  • Benefícios energéticos: Indica-se as cápsulas ou extrato líquido
  • Estimulação sexual: Indica-se cápsulas
  • Efeito relaxante, anti estresse e melhora do sono: Chá, extrato ou cápsula
  • Melhora da diabetes: cápsulas
  • Aumentar a imunidade: cápsulas
  • Benefícios para o cérebro e memória: cápsulas

Veja também: Acabe com a impotência sexual tomando remédios caseiros

Contraindicações e cuidados

Apesar dos inúmeros benefícios, já falamos que também existem algumas incertezas sobre essa planta, seu uso e os resultados obtidos. Por isso, existem algumas contraindicações e cuidados necessários, pelo menos por enquanto. Confira:

É contraindicado para:

  • Mulheres grávidas ou amamentando
  • Pacientes com úlcera no estômago
  • Pacientes com artrite reumatoide
  • Pacientes com lúpus
  • Pacientes com esclerose múltipla
  • Pacientes com doenças autoimunes em geral

Cuidados importantes:

  • Não consuma junto a bebidas alcoólicas
  • Não consuma junto com remédios para dormir
  • Evite consumir em quadros de pressão baixa
  • Não consuma junto a medicamentos para diabetes (pode diminuir muito os níveis de glicose, gerando hipoglicemia.
  • Não consuma antes de cirurgia, pois pode afetar no efeito de anestesias e outros medicamentos
  • Nunca use extrato dessa planta diretamente na pele, pois não se sabe se é seguro fazer isso.
Referências

» Exploratory study to evaluate tolerability, safety, and activity of Ashwagandha (Withania somnifera) in healthy volunteers: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3487234/

» Changes in thyroid hormone concentrations after administration of ashwagandha root extract to adult male mice: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/9811169

» Medline Plus – Ashwagandha: https://medlineplus.gov/druginfo/natural/953.html

» Studies on the immunomodulatory effects of Ashwagandha: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/0378874195013180

» Withania somnifera Dunal (Ashwagandha): potential plant source of a promising drug for cancer chemotherapy and radiosensitization: https://europepmc.org/abstract/med/9055640/reload=0

Sobre o autor

24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.