Como aromatizar a casa com lavanda

Ter uma casa cheirosa é tudo de bom, não é mesmo? Você vai aprender agora como aromatizar seu lar com lavanda e alguns truques excelentes para manter um perfume gostoso em todos os cômodos.

A lavanda é extremamente cheirosa graças à sua composição rica em taninos, cumarinas, saponinas, ácido capróico, isobutírico, butírico, cumárico, ursólico e rosmarínico.

Além disso, a planta conta com óleo essencial rico em linalol, citronelol, geraniol, d-limoneno, borneol, d-borneol, sabineno, farneseno, alfa-pineno, beta-pineno, alcanfor, cineol e beta-felandreno.

O resultado é um aroma delicioso e que promove uma sensação de calmaria e bem-estar. Quer saber como? Confira agora!

Formas de perfumar a casa com lavanda

A alfazema ou lavanda é muito utilizada pela indústria dos cosméticos e perfumaria. Seu aroma é considerado delicado e duradouro. Por isso mesmo ela é tão popular. Veja algumas formas de perfumar a casa com lavanda.

Sachê de lavanda

É possível aromatizar a casa com sachê de lavanda

Os sachês são muito usados em guarda-roupas, cômodas e gavetas (Foto: depositphotos)

Existem duas formas de preparar o sachê de lavanda. A primeira é com as flores naturais. Para isso, você deve colhê-las pela manhã e fazer pequenos raminhos da planta, com o caule e as folhas podadas. Depois, é só deixá-los secar longe do Sol e do vento por, aproximadamente, duas semanas.

Depois de seca, coloque a lavanda dentro de pequenas trouxinhas de tecido e amarre com um laço na ponta. A segunda forma é comprar a lavanda já seca em casas do segmento e fazer o mesmo processo de empacotamento. Os sachês podem aromatizar guarda-roupas e gavetas.

Águas de lençóis

É possível aromatizar a casa com água de lençóis de lavanda

Essa solução pode ser usada para perfumar roupas de cama e banho (Foto: depositphotos)

Quer manter suas roupas de cama e banho sempre perfumadas? Aposte nas águas de lençóis! Para fazer esse produto basta ter em mãos três ingredientes: óleo essencial de lavanda, álcool de cereais e água. Os dois primeiros podem ser comprados em casas especializadas. Embora, o óleo possa ser feito em casa.

Para extrair o óleo essencial da lavanda é só cortar pequenos pedaços da planta e pôr tudo para secar. Depois disso, coloque as flores e ramos secos em um pequeno frasco e adicione óleo essencial sem aroma (também vendido nas casas do gênero). Deixe por dois dias o pote sob o Sol. Coe e ele estará pronto para o uso.

Com o óleo depurado, você só terá que colocar 40ml dele em 100ml de álcool de cereais e 50ml de água limpa. Misture bem e coloque em um recipiente spray. Em seguida, é só borrifar nos tecidos.

Sabonete artesanal

É possível aromatizar a casa com sabonete artesanal de lavanda

O sabonete pode ser usado em gavetas de roupas (Foto: depositphotos)

Você poderá colocar sabonetes artesanais de lavanda espalhados pelo lavabo, banheiro e até dentro de gavetas. Para isso, você deve comprar uma barra de 500 gramas de glicerina, 40 mililitros de óleo essencial de lavanda, 50 mililitros de lauril líquido (para espumar) e 1 colher (de sopa) de manteiga de Karité, para ficar mais hidratante.

Para fazer o sabonete artesanal de lavanda é só colocar a glicerina em uma panela esmaltada no fogo, ou em banho maria, até derreter totalmente. Depois desligue o fogo e adicione a essência de lavanda, o lauril e a manteiga de Karité. Para deixar a consistência do sabonete mais dura, adicione uma pitada de sal ou um pouco de lanolina.

Coloque em uma forma de silicone e deixe endurecer pelas próximas 24 horas. Se não tiver um recipiente nesse material, despeje a mistura quente em uma forma comum e forre com um plástico para facilitar a retirada do sabonete quando ele estiver pronto. Se quiser ponha um pouco de lavanda seca na mistura para dar um ar rústico à barra artesanal.

Aromatizador de ambiente

É possível aromatizar a casa com borrifador de lavanda

Essa forma é indicada para ambientes fechados (Foto: depositphotos)

O aromatizador de ambiente é uma ótima solução para deixar sua casa com cheirinho de lavanda. Ele funciona muito bem em ambientes mais fechados, como banheiros ou quartos.

Para isso, você utiliza 100 mililitros de água destilada, a mesma quantidade de álcool de cereal e 30 mililitros de óleo essencial de lavanda. Em seguida, é só misturar tudo em um pote de vidro aberto e colocar uma varetinhas de madeira, que podem ser palitos de espetinho ou as próprias varetas vendidas em casas de perfumaria.

Planta natural

É possível aromatizar a casa com a lavanda in natura

A planta, se bem cuidada, pode viver vários anos no vaso (Foto: depositphotos)

Você também pode perfumar a sua casa com a lavanda in natura. Para isso, ela deve ser plantada em um vaso com solo calcário bem drenado, com pH entre 6,5 e 7,5. O seu cultivo exige ao menos 6 horas de exposição ao Sol.

Depois de 6 a 8 meses, a primeira floração acontece. É preciso manter a planta podada e, nessas ocasiões, aproveite para colher as flores antes que elas se abram. Se bem tratada, a planta no vaso pode durar anos.

Para aromatizar a casa com lavanda natural é só deixar o vaso algumas horas em cômodos iluminados. Mas lembre-se de deixá-la ao sol algumas horas por dia.

Características da lavanda

A lavanda, também conhecida por alfazema, tem um histórico de ser a flor dos romanos, pois eles se utilizavam principalmente das suas características aromatizantes. Por isso, era comum que as roupas e os ambientes fossem perfumados com essas flores. Inclusive, a lavanda era utilizada para o asseio pessoal, na hora do banho.

Por ser uma planta típica do clima frio, ela demorou a chegar nos trópicos e se estabeleceu principalmente na Europa, Arábia e Ilhas Canárias. Ela pertence à família das Lamiaceae e é um pequeno arbusto, cujas flores violetas já ganharam versões brancas ou azuladas, por conta da manipulação genética.

Seu arbusto pode atingir até 80 centímetros de altura. Suas folhas são finas, resistentes e possuem uma penugem. São três as variações mais utilizadas a stoechas, dentata e a multífida.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Federal da Paraíba com especialização em Comunicação Empresarial. Passagens pelas redações da BandNews e BandSports, TV Jornal e assessoria de imprensa de órgãos públicos.