Especialistas afirmam: alimentação vegana ou vegetariana faz bem na gravidez

De acordo com nutricionista, é necessário substituir a carne por outros alimentos para não perder nutrientes


Quem é vegetariano ou vegano já deve ter ouvido a pérola: “mas, e as proteínas?”. Esta pergunta clássica surge devido a falta de conhecimento da maioria das pessoas a respeito desses dois estilos de vida que excluem carnes, leite, ovos e todos os demais produtos de origem animal ou que são testados neles.

Porém, já está mais que comprovado cientificamente que o veganismo ou vegetarianismo além de não fazer mal ao organismo, pode trazer muitos benefícios à saúde. Recentemente, duas das mais prestigiadas organizações de nutrição dos Estados Unidos, American Dietetic Association e a Academy of Nutrition and Dietetics, declararam posição favorável desses estilos de vida inclusive na gravidez.

alimentacao-vegana-vegetariana-gravidez

Foto: Depositphotos

“Dietas vegetarianas e veganas são saudáveis, nutricionalmente adequadas e podem fornecer benefícios na prevenção e no tratamento de certas doenças”, diz a Academy of Nutrition and Dietetics, em artigo publicado em no Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics.

Além disso, a organização destaca que após estudos feitos com a colaboração de gestantes, ficou comprovado que as grávidas vegetarianas terminam o primeiro trimestre da gestação com menor sobrepeso e complicações, a exemplo da diabete gestacional. No entanto, é necessário seguir as recomendações do nutricionista, principalmente com relação às substituições da carne.

Quais nutrientes não devem faltar para uma grávida vegetariana ou vegana?

De acordo com a nutricionista Giana Ross, em entrevista para o blog Energie e Nutrição, existem pelo menos oitos nutrientes que precisam ser repostos na alimentação de quem deixa de comer carne e/ou os demais produtos de origem animal. São eles:

1. Ferro

 tofu-nutriente-rico-em-ferro

Foto: depositphotos

Além de evitar a anemia, o ferro auxilia no crescimento do bebê. Para consumir este nutriente basta apostar em uma alimentação rica em leguminosas, tofu, folhas de cor verde escuro e sementes.

2. Vitamina B12

cogumelo-rico-em-vitamina-b12

Foto: Depositphotos

Este é um grande desafio para qualquer vegetariano ou vegano, tendo em vista que é mais encontrado nas carnes. Para suprimir a necessidade dessa vitamina, é mais indicado fazer uso de suplementos. Porém é possível encontrar este nutriente nos cogumelos shimeji e shitake.

3. Proteína

 ervilha-rica-em-proteina

Foto: Depositphotos


O nutriente mais questionado pode ser encontrado tanto nas leguminosas como também nos grãos.

4. Cálcio

couve-flor-rico-em-calcio

Foto: Depositphotos

Nutriente responsável pela formação dos ossos dos bebês, o cálcio pode ser encontrado em vegetais verde escuros, oleaginosas. leguminosas e outros alimentos.

5. Zinco

grao-de-bico-rico-em-zinco

Foto: Depositphotos

As leguminosas são fontes importantes de zinco, mas ele também pode ser encontrado em grãos e sementes.

6. Ômega 3

chia-rica-em-omega-3

Foto: Depositphotos

Famoso por ser encontrado nos peixes, o ômega 3 também está presente na linhaça, na chia e em outras leguminosas, mesmo que em menores quantidades.

7. Ácido Fólico

brocolis-rico-em-acido-folico

Foto: Depositphotos

Este tipo de vitamina do complexo de B pode prevenir defeitos no tubo neural no desenvolvimento da criança. Sendo assim, se faz necessário consumir vegetais de folha verde-escura, leguminosas e outros vegetais.

8. Vitamina D

leite-de-soja-rico-em-vitaminad

Foto: Depositphotos

Cereais integrais, cogumelos e leite de soja são exemplos de alimentos ricos em vitamina D e que podem ajudar no fortalecimento dos ossos e na musculatura.


Informar erro