Alfarroba – Benefícios e propriedades

Confira todos os benefícios da alfarroba - substituta natural do chocolate

Você já ouviu falar sobre a Alfarroba? Trata-se do fruto da alfarrobeira, que tem ocupado um lugar de destaque nas listas de substituições saudáveis, tudo porque seu sabor se assemelha ao do cacau e ao do chocolate! Isso mesmo, a alfarroba é a substituição saudável de um dos doces mais desejados do planeta!

O consumo excessivo de chocolate pode causar muitos danos a saúde, como obesidade, espinhas, acne, picos de açúcar no sangue e prejudicar os dentes.

Os chocolates amargos são bem menos prejudiciais, mas quem prefere opções totalmente naturais tem no cacau e na alfarroba as melhores saídas.

Conheça a alfarroba: substituta do chocolate

A alfarroba se assemelha ao feijão. Composta por uma vagem fina e comprida com sementes marrom em seu interior. Essas sementes podem ser consumidas inteiras, em refeições, trituradas para serem consumidas em pó – maneira mais tradicional do seu consumo.

Um dos benefícios da alfarroba é diminuir a taxa de açúcar no sangue

A alfarroba se assemelha ao feijão e seu gosto é parecido com o do cacau (Foto: depositphotos)

Propriedades e benefícios da Alfarroba

A alfarroba possui em sua composição antioxidantes e é fonte de vitaminas A, B1 e B2, niacina, cálcio e magnésio.

Sua versão em pó é facilmente encontrada em lojas especializadas em produtos naturais e até mesmo em supermercados.

Possui cerca de 40 calorias em cada colher (de sopa) e não possui gorduras, glúten ou proteínas entre as suas propriedades. Graças a essas peculiaridades, a alfarroba além de ter um sabor parecido com o do cacau, mata o desejo pelo mesmo sem causar os prejuízos que o chocolate comum causa.

Diante desse breve resumo, confira outros benefícios dessa fruta:

Reduzir o nível glicêmico

Entre as principais vantagens de consumir a alfarroba está a capacidade de reduzir o nível glicêmico do organismo. Ou seja, diminuir a taxa de açúcar no sangue.

Graças ao seu baixo teor de açúcar, a alfarroba é doce, mas não possui muito açúcar na sua composição. Sendo um dos principais substitutos do chocolate, além dessa substituição ser capaz de reduzir os níveis glicêmicos, ajuda também na manutenção do colesterol.

Veja também: Talvez você nem imagine, mas o chocolate pode causar terríveis malefícios

Cessar vômitos e ânsias

As propriedades da alfarroba também são indicadas para quem está tendo problemas com vômitos e ânsias. Devido às propriedades da fruta e sementes, e o seu gosto superficialmente amargo, a alfarroba ajuda a “pausar” ou mesmo tratar episódios de vômito.

Mas é importante conhecer a causa do vômito, pois a alfarroba pode ajudar a cessar esse episódio, mas não a tratá-lo. Em caso de suspeita, procure um médico.

Combate indigestão e azia

Os nutrientes encontrados nas sementes das alfarrobas são capazes de aliviar episódios de indigestão e azia. Isso é resultado da ação antiespasmódica presente em sua composição.

Estudos comprovam que a ingestão de pequenas porções diárias de alfarroba em pó – usado em frutas e sucos – pode ajudar a ter digestões mais tranquilas e manter o bom funcionamento do intestino.

Veja também: Indigestão: esse chá combate refluxo, gases e azia. Veja receita

Laxante natural

De acordo com René Morgan, em seu livro “Ervas e plantas medicinais: Doenças, aplicações, descrição e propriedades”, o fruto da alfarrobeira pode ser usado como laxante natural, pois ajuda nos processos intestinais e regula intestino preso.

Além do fruto em si, as sementes dessa planta são ricas em mucilagem, substância responsável por ajudar os intestinos a trabalharem bem e contribuem para uma melhor digestão.

Combate o envelhecimento

A alfarroba é eficaz no combate e prevenção ao envelhecimento graças a presença dos antioxidantes polifenóis em sua composição. Essas substâncias combatem os radicais livres, que são agentes nocivos ao corpo e aceleram o envelhecimento da pele.

Esse tipo de antioxidantes pode ser encontrado na alfarroba e também no cacau. Eles não são capazes de rejuvenescer, pois não possuem propriedades para isso, como o colágeno, mas são uma ótima maneira de prevenir características do envelhecimento, como rugas e queda de cabelo.

Combate o refluxo

O refluxo é um problema que acomete muitas pessoas, desde adultos até mesmo recém-nascidos. Em todos os casos, combater o refluxo pode ser bastante trabalhoso e, na maioria dos casos, é preciso ser tratado com remédios.

Veja também: Remédios caseiros para o refluxo

A alfarroba é uma alternativa natural para tratar esse problema. Uma ótima pedida para quem não quer ter contato com comprimidos.

Ainda que não tenha entre os seus nutrientes propriedades que se assemelham aos benefícios das fibras, essa fruta e a sua versão em pó são capazes de facilitar a digestão e manter os ácidos gástricos trabalhando bem.

A alfarroba não contém lactose ou glúten

A alfarroba é doce, sendo ótima para substituir sobremesas em dietas de emagrecimento

A versão em pó é a maneira mais tradicional de consumir a alfarroba nas refeições (Foto: depositphotos)

Muitas pessoas que tem intolerância a lactose precisam ser afastar do chocolate. A maioria dos chocolates encontrados no mercado estão em versão “ao leite”, e até mesmo os amargos contém lactose em sua composição.

A alfarroba, assim como o cacau, são as principais saídas para que não consegue degradar bem a proteína do leite. Por ter o sabor parecido com o do chocolate, é possível usar a alfarroba em receitas, lanches doces e frutas.

Outra vantagem é que não há glúten na composição da alfarroba, tornando-a assim uma fruta bem leve e com baixo índice glicêmico. Ótimo para substituir doces em dietas de emagrecimento.

Sobre o autor

24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.