Água com limão: emagrece, benefícios e como fazer?

Você já deve ter visto alguém indicando água com limão para emagrecer, e o melhor é que ela realmente auxilia na perda de peso. Essa ação acontece, principalmente, devido à vitamina C, substância essencial na queima da gordura.

Mas, além desse benefício, a bebida também serve para aliviar as náuseas, podendo ser consumida durante a gravidez. Ainda ajuda no fortalecimento do sistema imunológico, diminui os sintomas das alergias e promove uma desintoxicação do fígado.

Por tudo isso, você pode aprender a preparar a água com limão e entender melhor os efeitos benéficos que ela oferece. Confira!

Água com limão emagrece mesmo?

A vitamina C, também chamada de ácido ascórbico, favorece o emagrecimento pois auxilia na oxidação (deterioração) e descarte da gordura armazenada nos tecidos. Segundo um artigo publicado na Revista Brasileira de Epidemiologia, isso acontece porque ela age na produção de catecolaminas, como a adrenalina.

Garrafa com água e limão
Água com limão reduz as medidas e ainda diminui o nível de colesterol (Foto: pixabay)

Além disso, esse ácido é importante na produção de outra substância, a carnitina. Essa, por sua vez, é uma grande conhecida de quem faz musculação, pois aumenta a produção de energia. Com isso, o corpo começa a queimar gordura acumulada e, consequentemente, reduz o peso corporal.

O artigo em questão ainda indicou que a deficiência de vitamina C é um fator de risco para obesidade e diabetes, favorecendo também o acúmulo do tecido adiposo. (1)

Popularmente, o limão já é conhecido por ser rico nesse nutriente, mas de acordo com a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO), cada 100 gramas de limão contém 38 de vitamina C. Isso representa mais da metade dos valores diários recomendados para uma mulher adulta, por exemplo. (2)

Mas, outra propriedade faz dessa bebida uma aliada do processo de emagrecimento, que é a capacidade hipolipidêmica. Isso significa dizer que ela reduz os níveis de colesterol e triglicerídeos que se acumulam no sangue e em outros tecidos.

O limão também é um potente anti-inflamatório, reduzindo a reação normal do organismo contra fatores danosos, como a gordura que é causadora de inchaço. (3)

Para finalizar, ainda segundo o TACO, uma porção de 100 g de limão contém apenas 32 calorias. Por essa razão, a bebida saborizada com a fruta não vai aumentar o consumo calórico diário. (2)

Outros benefícios da bebida para a saúde

Alivia as náuseas

Grávida fazendo coração
Com essa bebida as gestantes podem acabar com os enjoos  (Foto: pixabay)

De acordo com um artigo espanhol publicado no Jornal de Etnofarmacologia, o limão tem efeitos digestivos e antieméticos. Isso acontece porque a fruta é rica em substâncias como o limoneno, ácido cítrico e cumarinas. Todas elas atuam aumentando a produção dos ácidos gástricos, responsáveis pela digestão dos alimentos.

Dessa forma, até mesmo o que causa a sensação de enjoo é retirado do estômago, proporcionando o alívio rápido. Inclusive, até mesmo as grávidas podem se beneficiar dessa bebida para diminuir os enjoos matinais, desde que seja consumida em pequenas quantidades e com acompanhamento médico. (4)

Trata e previne gripes, resfriados e alergias respiratórias

Mulher espirrando
Os sintomas da gripe são atenuados com a água saborizada de limão (Foto: pixabay)

O tratamento e a prevenção de gripes e resfriados são alcançados devido às propriedades antivirais da fruta cítrica. Esse benefício é proveniente da ação do limoneno comprovada por uma pesquisa publicada na revista científica Moléculas, em 2016.

No estudo, pesquisadores colocaram o composto em placas com alguns vírus. O resultado obtido indica que o limoneno consegue impedir a proliferação dos micro-organismos causadores de doenças respiratórias. (5)

Já as alergias são combatidas pelo efeito anti-inflamatório da fruta. (3) Para quem não sabe, esse problema de saúde é um processo inflamatório que ocorre quando o organismo percebe a presença de um corpo estranho.

Esse elemento ativa mecanismos que liberam histamina, uma substância que dilata os vasos sanguíneos para aumentar o envio das células de defesa para a região afetada. Com isso, há um aumento do fluxo sanguíneo causando vermelhidão, dor e aquecimento da área, sintomas comuns das alergias. (6)

Por combater inflamações, o limão consegue, ao mesmo tempo, eliminar o corpo estranho e atenuar os sinais do processo alérgico.

Fortalece a imunidade

Mulher fazendo abdominal
Uma pessoa mais saudável fica também mais disposta (Foto: depositphotos)

Essa ação existe devido ao aumento de produção de anticorpos que o limão possui. Para ser mais específica, a fruta consegue estimular a produção de linfócitos dos tipos B e T, células de defesa que lutam contra microrganismos invasores. (7)

Protege as células

Mulher tocando no rosto
A bebida também promove uma melhora nos aspectos da pele (Foto: pixabay)

De acordo com um artigo da revista Anais Brasileiros de Dermatologia, a vitamina C é essencial na produção de colágeno, substância que promove uma boa aparência da pele e protege as demais células do corpo. (8)

Desintoxica o fígado

Outra vantagem em tomar a água com limão é para o seu fígado, já que a fruta possui propriedades hepatoprotetoras. Isso impede que substâncias tóxicas, como o álcool, microrganismos ou medicamentos, façam mal ao órgão.

Além disso, essa fruta cítrica é mais um alimento rico em antioxidantes, responsável por impedir a ação de substâncias nocivas no fígado, principalmente os radicais livres. (3)

Por fim, o sumo do limão também consegue estimular a produção da bile, líquido produzido no fígado e que dilui a gordura. Dessa forma, ingerir essa bebida diariamente é uma maneira de otimizar o funcionamento desse órgão, sem sobrecarregá-lo. (5)

Aumenta a absorção de ferro

O ferro heme, derivado de fontes vegetais, precisa da ação da vitamina C para ser absorvido com mais eficácia. Isso porque, ela influencia diretamente no transporte e armazenamento do mineral no organismo.

Há também o fato de que o ácido ascórbico consegue “driblar” a existência dos anti-nutrientes nos vegetais. Com isso, aumenta-se a biodisponibilidade de determinadas vitaminas e minerais, como é o caso dos fitatos.

Outro motivo que faz a vitamina C ser essencial para a absorção de ferro é porque ela mantém o mineral em forma solúvel, facilitando uma maior absorção pelo intestino. (9)

Como fazer e tomar?

Copo de água com limão
Você pode colocar as rodelas do limão na água ou espremer a fruta (Foto: pixabay)

Ingredientes:

  • 1 copo de água filtrada gelada
  • 1 limão maduro.

Modo de preparo:

Esprema o limão na água e beba em seguida, sem adicionar nenhum tipo de adoçante. Ou, você pode usar uma jarra com um 1 litro de água gelada e adicionar os limões em fatias, com casca e bem higienizados. Essa segunda versão pode ser consumida fracionada durante todo o dia.

Já para escolher a melhor opção entre os tipos limões que existem, você pode optar por um que mais agrade seu paladar.

Existe alguma contraindicação

O Remédio Caseiro não encontrou nenhuma proibição expressa para o consumo da água com limão. No entanto, pessoas que sofrem com gastrite ou úlceras estomacais podem ter os sintomas agravados com a bebida.

De acordo com uma publicação do Blog da Saúde, administrado pelo Ministério da Saúde, substâncias ácidas aumentam a acidez estomacal. Esse problema faz com que a sensação de queimação aumente, além de agravar problemas do estômago. (10)

Portanto, é preciso tomar cuidado ao ingerir essa bebida, de preferência procurar o seu médico, para o profissional avaliar o caso clínico e informar se ela está ou não liberada.

Referências

(1) LEÃO, Ana Luisa Marcucci; SANTOS, Luana Caroline dos. “Consumo de micronutrientes e excesso de peso: existe relação?” Revista Brasileira de Epidemiologia, v.15, n.1, p.85-95, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbepid/v15n1/08.pdf. Acesso em 28 de julho de 2019.

(2) Tabela Brasileira de composição de alimentos. NEPA – UNICAMP, 4ª edição, 2011 Disponível em: http://www.nepa.unicamp.br/taco/home.php?ativo=home. Acesso em 28 de julho de 2019.

(3) TOMAR, Amita et al. “Pharmacological importance of citrus fruits”. International Journal of pharmaceutical sciences and research, v.4, n.1, p.156-160, 2012. Disponível em: http://ijpsr.com/bft-article/pharmacological-importance-of-citrus-fruits/?view=fulltext. Acesso em 28 de julho de 2019.

(4) ARIAS, Beatriz Álvares; RAMÓN-LACA, Luis. “Pharmacological properties of citrus and their ancient and medieval uses in the Mediterranean region”. Journal of Ethnopharmacology, n.97, p.89-95, 2005. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15652281. Acesso em 28 de julho de 2019.

(5) GUALDANI, Roberta et al. “The Chemistry and Pharmacology of Citrus Limonoids”. Molecules, n.21, v.11, p.1530-1569, 2016. Disponível em: https://doi.org/10.3390/molecules21111530. Acesso em 28 de julho de 2019.

(6) SABARÁ, Hospital Infantil. “Informações sobre alergia”. Disponível em: https://www.hospitalinfantilsabara.org.br/para-pais-e-visitantes/informacoes-alergicas/. Acesso em 28 de julho de 2019.

(7) GHARAGOZLOO, Marjan; GHADERI, Abbas. “Immunomodulatory effect of concentrated lime juice extract on activated human mononuclear cells”. Journal of Ethnopharmacology, v.77, p.85-90, [2001]. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/11483382. Acesso em 28 de julho de 2019.

(8) MANELA-AZULAY, Mônica et al. “Vitamina C”. Anais Brasileiros de Dermatologia, v.78, n.3, 2003. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962003000300002. Acesso em 28 de julho de 2019.

(9) COZZOLINO, Silvia M. Franciscato. “Biodisponibilidade de minerais”. Revista de Nutrição, v.10, n.2, 1997. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-52731997000200001. Acesso em 28 de julho de 2019.

(10) Ministério da Saúde. “Alimentação adequada pode melhorar os sintomas da gastrite, afirma médico”. Disponível em: http://www.blog.saude.gov.br/index.php/saudeemdia/33278-alimentacao-adequada-pode-melhorar-os-sintomas-da-gastrite-afirma-medico. Acesso em 28 de julho de 2019.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (Mtb-PE: 6770) com formação completa no curso de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo (UniFavip-DeVry). Experiência prática de dois anos em produção jornalística para TV e rádio. Atualmente atua na área de redação para web, nas áreas de educação, beleza e saúde alternativa. Além da formação no curso superior, possui experiência em produção de vídeo, diagramação de livros e revistas e marketing.