Acerola: 8 benefícios para sua saúde

Até metade de século passado ela não existia no nosso país, atualmente é uma das frutas mais disseminadas e apreciadas: estamos falando da acerola. Natural da América Central, essa fruta só foi trazida para o Brasil em meados dos anos 50 e, a partir daí, passou a ser produzida e consumida em larga escala.

Muito de sua fama se dá, não só pelo sabor doce e cítrico, mas principalmente, pela riqueza de nutrientes que apresenta. Essa frutinha redonda, pequena e avermelhada concentra expressivas quantias de vitamina C, ficando na frente de frutas consagradas nesse quesito, como a laranja, a goiaba e o caju.

Tigela com acerolas

A acerola pode ser consumida in natura ou em forma de suco Foto: depositphotos)

E é a partir desse nutriente que se encontram seus benefícios. A acerola tem altíssimo potencial antioxidante e imunoprotetor, prevenindo contra cânceres, doenças inflamatórias e melhorando o funcionamento de órgãos e tecidos.

A seguir, conheça mais sobre ela, aprenda a fazer o suco e veja se possui contraindicações.

Quais os principais benefícios da acerola?

O nutricionista Sidrack Vila Nova Filho explicou como as propriedades medicinais da fruta agem no corpo humano. Confira a lista com as 8 principais vantagens:

1- É antioxidante

A acerola possui três grandes benefícios atrelados a alta taxa de substâncias antioxidantes presentes na sua composição.

O primeiro deles é a prevenção do envelhecimento precoce. De acordo com o especialista, “a acerola é rica em polifenóis e antocianinas, importantes antioxidantes que ajudam a combater os radicais livres decorrentes da má alimentação, estresse e poluição, para citar alguns”, explicou. Essas moléculas, em excesso, danificam células sadias do corpo, causando doenças e prejuízos para órgãos e tecidos, adiantando o envelhecimento celular.

É a partir disso que chegamos ao segundo benefício: a prevenção do câncer. Os antioxidantes inibem a formação de células tumorais – aglomerado causado pela multiplicação desenfreada dos radicais livres – deixando-os mais lentos ou mesmo impedindo que apareçam. Dessa forma, o desenvolvimento de alguns cânceres, a exemplo do de cólon, é reprimido.

Por fim, combate as DCNTs (doenças cardiovasculares, doenças respiratórias crônicas, diabetes mellitus e neoplasias). Os antioxidantes também têm a capacidade de diminuir processos inflamatórios, sendo de extrema importância no tratamento das doenças crônicas não transmissíveis, como: aterosclerose, diabetes e obesidade.

2- Melhora a saúde dos tecidos e órgãos

Vila Nova Filho ressaltou a abundância da vitamina C, também chamada de ácido ascórbico, na estrutura nutricional da fruta e sua vantagem para o organismo. “A vitamina C ajuda na manutenção do tecido conjuntivo pois é imprescindível na formação do colágeno, proteína que tem função estrutural, garantindo elasticidade e resistência às células epiteliais (retardando a formação de rugas, por exemplo), reforçando tendões e ligamentos e atuando na sustentação dos órgãos internos”, esclareceu.

3- É cicatrizante e anti-inflamatória

Esse mesmo composto, a vitamina C, é fundamental para quem sofre com acnes. O profissional de nutrição afirmou que o nutriente ajuda na diminuição de processos inflamatórios, acelerando a cicatrização de feridas, lesões e machucados.

4- Aumenta a imunidade

É também mérito da vitamina C o estímulo ao bom funcionamento das células do sistema imune. Mecanismo responsável pela prevenção de doenças causadas por micróbios (bactérias, vírus e fungos), por exemplo. Portanto, ingerir diariamente a quantidade ideal dessa vitamina aumenta as defesas do corpo.

5- Previne a anemia

Uma das atuações principais da vitamina C é sua capacidade de ampliar a absorção do ferro através da alimentação. De acordo com Sidrack, o processo é chamado de “aumento da biodisponibilidade”. Esse cenário favorece a prevenção ou tratamento da anemia ferropriva, causada pela deficiência do ferro no indivíduo.

Essa propriedade é importante para pessoas veganas e vegetarianas, pois o ferro contido em alimentos vegetais não é tão facilmente absorvido pelo organismo como o ferro de alimentos de origem animal. O consumo da acerola facilita a captação.

6- Faz bem para o coração

A acerola é uma ótima fonte de potássio. “Esse nutriente é importante para a saúde dos vasos sanguíneos e coração, pois contribui para a passagem do fluxo sanguíneo entre os vasos, o que ajuda na prevenção e controle de pressão alta, ataques cardíacos, derrames e aterosclerose”, pontuou o nutricionista.

Além disso, a vitamina C melhora a resistência e elasticidade vasos sanguíneos.

7- Protege os olhos

Um benefício peculiar da acerola, que muita gente não conhece, é a sua capacidade de favorecer a saúde dos olhos. “A vitamina A encontrada na fruta é necessária para o bom funcionamento dos olhos uma vez que protege a córnea contra os impactos que a captação da luz pode causar, prevenindo distúrbios oculares como xeroftalmia”, relatou Vila Nova Filho.

8- Melhora a flora intestinal

As frutas no geral possuem expressivas quantidades de fibras, e com a acerola não é diferente. Esses compostos trabalham para o bom desempenho da flora intestinal. “As fibras alimentares insolúveis presentes na acerola facilitam a formação e locomoção do bolo fecal, o que ajuda na prevenção e tratamento de constipação“, detalhou Sidrack.

Tabela Nutricional

A Malpighia emarginata, nome científico da acerola, é um dos alimentos que possuem a maior concentração de Vitamina C que se tem registro.

Porção de 100 gramas Quantidade por porção
Valor energético 33 Kcal
Proteína 0,9 g
Colesterol 0
Carboidrato 8,0 g
Fibra 1,5 g
Cálcio 13 mg
Magnésio 13 mg
Manganês 0,07 mg
Fósforo 9 mg
Ferro 0,2 mg
Sódio 0
Potássio 165 mg
Zinco 0,1 mg
Vitamina C 941,4 mg

* Valores diários de referência com base em uma dieta de 2000kcal ou 8400kj. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. Dados retirados do TACO, edição revisada e ampliada. (1)

Receita do suco de acerola saudável

Copo com suco de acerola

O suco é uma das formas mais comuns, práticas e saborosas de usufruir dos benefícios da acerola Foto: depositphotos)

Um dos modos mais comuns de consumir os benefícios da acerola é através do seu suco natural. Um erro recorrente nessa receita é o uso de açúcar, que pode melhorar o sabor, mas anula alguns dos principais benefícios. Veja como fazer o suco natural e saudável.

  1. No liquidificador, adicione 1 copo de acerolas lavadas e sem talo.
  2. Usando o mesmo copo, adicione a mesma medida de água filtrada.
  3. Bata tudo até que fique homogêneo.
  4. Por fim, coe e beba sem açúcar.

Contraindicações

No campo científico, não foram observadas contraindicações e efeitos colaterais para o consumo da fruta. No entanto, ingerir esse ou qualquer outro alimento, natural ou não, em exagero causa prejuízos a saúde. Portanto, busque a moderação.

*Artigo feito com a colaboração do nutricionista, especialista em Nutrição Clínica e Materno-Infantil, Sidrack Lucas Vila Nova Filho (CRN-6: 20387).

Referências

(1) TACO, Tabela Brasileira de Composição de Alimentos. Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação da Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP. 2011. Disponível em: http://www.cfn.org.br/wp-content/uploads/2017/03/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada.pdf . Acesso em: 21 de outubro de 2019.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.