Acabe com a indigestão: Remédios para aliviar esse mal-estar

A ingestão de fibras, algumas verduras e frutas pode ser a solução para se livrar do problema de indigestão

Podendo ser tratados com re problemas digestivos são conhecidos por causar muito incômodo e desconforto. Entre eles, há um lugar de destaque para a indigestão, um estado de mal-funcionamento do estômago após a ingestão de alimentos gordurosos ou até mesmo alimentos comuns, sob alguma situação específica.

De acordo com a especialista Miriam Polunin, em seu livro “Alimentos que curam: Um guia prático de alimentos essenciais para a boa saúde”, a indigestão pode ter várias causas. Estresse, comer exageradamente ou rápido demais, ingerir muita gordura e também alimentos condimentados.

Dessa forma, a indigestão é um problema que atinge muitas pessoas no mundo todo, uma vez que os hábitos alimentares tendem a piorar com o passar do tempo, devido a industrialização dos alimentos e excessos. Se você sofre desse problema, veja alternativas caseiras para tratar e aliviar a indigestão:

Linhaça e aveia

Aveia e linhaça, que são ricas em fibras, são excelentes para auxiliar na digestão

Ricas em fibras, aveia e linhaça são excelentes para auxiliar na digestão (Foto: depositphotos)

Para um alívio das dores causada pela indigestão, os especialistas indicam incluir na dieta a ingestão de mais fibras. Entre as principais recomendações estão a semente de linhaça e a aveia. Ricas em mucilagem, ambas tem a capacidades de aliviar o funcionamento do aparelho digestivo.

Por serem fibras, elas ajudam também no funcionamento do intestino, e são ótimas para o controle da produção de gases.

O recomendado é utilizar a linhaça ou aveia em sucos de fruta ou adicionar uma colher de sopa de alguma delas nas refeições diárias.

Anis-estrelado

Bom para dores estomacais, anis-estrelado ajuda na digestão

Anis-estrelado é bom para dores estomacais e por isso faz bem para a digestão (Foto: depositphotos)

Que o anis-estrelado é muito recomendada para dores e problemas estomacais, muita gente sabe, mas não entende o porquê. A erva possui esses efeitos pois tem ação antiespasmódica gastrointestinal, ou seja, ajuda no controle de espasmos no estômago que causam desconforto.

É uma das melhores pedidas para aliviar sintomas de indigestão, digestões difíceis, dores e espasmos intestinais, além de ser ótimo no combate ao mau hálito.

Além disso, a planta é ótima para a reduzir a formação de gases, favorecendo a expulsão dos mesmos. 

O chá da erva é muito fácil de ser encontrado na forma natural em qualquer supermercado. Se preferir usar a erva, coloque 1 colher de sobremesa de anis-estrelado numa xícara e adicione água fervente. Deixe por 10 minutos, em seguida coe e beba.

Absinto

Absinto é um tônico com alto poder de estímulo digestivo

Tônico, o absinto é um excelente estimulante digestivo (Foto: depositphotos)

Além de ser um grande aliado no combate a inapetência, o absinto tem um efeito tônico muito benéfico ao sistema digestivo. Isso porque é capaz de aliviar e melhorar más digestões causadas pela deficiência de sucos gástricos, responsáveis pelo processo de digestão.

O melhor jeito de usar o absinto no tratamento de indigestão é tomando o chá da erva. Para isso, ferva 3 colheres da planta (triturada ou picada) ou mesmo 3 pequenos ramos em 1 litro de água. Deixe ferver por 15 minuto. Em seguida, deixe descansar por 5 minutos, coe e beba uma xícara depois das 3 refeições principais.

Pimenta

Estimulante ao bom funcionamento do estômago, a pimenta representa o contrário do que muitos pensam

Ao contrário do que muitos pensam, a pimenta estimula o bom funcionamento do estômago (Foto: depositphotos)

Muitas pessoas acreditam que a pimenta faz mal ao sistema digestivo, mas isso é um grande engano. As pimentas possuem propriedades benéficas que estimulam o bom funcionamento do estômago.

Elas estimulam os líquidos digestivos, tanto na produção quanto na manutenção, por isso melhoram o funcionamento do estômago e a digestão dos alimentos.

O ideal é picar a carnosidade da pimenta em pequenos pedaços e incluir em receitas, como no arroz ou saladas. Existem também molhos naturais de pimenta, que podem ser comprados em lojas de artigos naturais.

Abacaxi

Bom para a digestão de proteínas, o abacaxi é ainda bastante refrescante

Abacaxi tem o poder de auxiliar na digestão de proteínas (Foto: depositphotos)

Entre as frutas, uma das que possuem uma capacidade de melhorar e aliviar na digestão é o abacaxi. Ele ajuda na digestão de proteínas, principalmente para aquelas pessoas que têm deficiência na quebra de algumas proteínas específicas, como a de carnes e temperos.

Entretanto, o abacaxi não é recomendado para se ingerir de barriga vazia, pois possui muita acidez, o que força o estômago a trabalhar mais e até pode causar espasmos e queimação.

Mamão papaia

Mamão papaia tem o poder de ajudar na digestão graças ao potencial das sua enzimas

Enzimas encontradas no mamão papaia ajudam na digestão (Foto: depositphotos)

Outra fruta muito recomendada para ajudar na digestão (de proteínas, principalmente) é o mamão papaia. As enzimas proteolíticas encontradas na fruta, como a papaína, são capazes de degradar rapidamente proteínas, por esse motivo é ótima para melhorar digestões pesadas e lentas, como as causadas por excesso de carne, gordura ou alimentos em geral.

Ainda ajuda no combate a formação de gases e na eliminação de vermes e parasitas intestinais. Ajuda nas defesas do organismo e é anti-inflamatório.

A maneira adequada de consumir o mamão papaia com o objetivo de tratar a indigestão é consumindo 1 mamão inteiro por dia, em jejum. Mastigar uma colher de chá de sementes de mamão após as refeições também pode ajudar a melhorar a digestão.

Aspargo

Casos, por exemplo, como de gases e má digestão podem ser tratados com aspargo

Aspargo é potente para agir em casos como de gases e má digestão (Foto: depositphotos)

O aspargo é muito recomendado para melhorar o funcionamento do estômago em casos de má digestão, dores, gases e indigestão. Isso porque suas propriedades estimulam o funcionamento do estômago, alivia a digestão lenta e acelerando assim o esvaziamento do estômago.

Entretanto, cuidado na ingestão do aspargo. O uso excessivo pode causar picos de apetite, devido a sua capacidade de acelerar a digestão. De estômago vazio rapidamente, nosso organismo pedirá mais comida, o que pode causar aumento de peso.

Sobre o autor

24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.