A milagrosa canela de velho: uma aliada contra a artrose

Conheça a receita do chá conhecido como um verdadeiro milagre para quem sofre com as dores das doenças reumáticas

Cientificamente chamada de Miconia albicans, a canela de velho é uma planta medicinal que pode ser usada para inúmeros tratamentos naturais, decorrentes de sua composição fitoquímica. A principal característica conhecida da erva é a sua ação anti-inflamatória, podendo ser uma aliada no tratamento de doenças como a artrose.

A canela de velho é uma planta subarbustiva e comum em ambientes tropicais, ocorre em vegetação secundária, como afloramentos rochosos e vegetação costeira, sendo observada do sul do México até o norte da Argentina e Uruguai, podendo ser encontrada também em nosso cerrado. Possui caule bastante fino, podendo chegar a medir até 3 metros de altura. Existem aproximadamente 1000 espécies pertencem ao gênero das quais cerca de 250 são encontradas no Brasil.

Canela de velho para artrose

Conhecida como um verdadeiro milagre para quem sofre com as dores das doenças reumáticas, a canela de velho possui propriedades que auxiliam no alívio das dores e edemas comuns aos pacientes que sofrem com artrose, artrite reumatoide e outros tipos de incômodos causados por inflamações.

De todas as variedades dessa planta, todas combatem as dores

As doenças reumáticas podem ser aliviadas com essa planta (Foto: Reprodução/Wikimedia Commons)

O consumo da canela de velho também é uma excelente forma natural de aliviar incômodos de problemas como tendinites, torcicolo, dores na coluna, torções nos pés, bursites, hérnias de disco, complicações da diabetes e doenças estomacais e intestinais, graças à sua ação anti-inflamatória.

A planta também possui ação antioxidante, atuando contra os radicais livres do nosso corpo, graças aos compostos fenólicos presentes em sua estrutura. Ela pode ter ação como estimulante sexual, caso as dores sejam relacionadas ao ato, porém, estudos ainda estão sendo feitos para este uso.

Não somente um anti-inflamatório, o chá de canela de velho também tem propriedades antioxidantes, tônicas, digestivas, antimutagênicas, antitumorais, antimicrobianas e hepatoprotetoras.

Chá de Canela de velho

Ingredientes

  • 1 litro de água
  • 15 a 20 folhas de canela de velho

Modo de preparo

Coloque a água para ferver e, depois que entrar em ebulição, adicione as folhas da planta. Deixe em fervura por aproximadamente 30 segundos. Desligue o fogo, permanecendo a bebida abafada por cerca de 1 hora.

Antes de consumir o chá de canela de velho, coe-o. Procure ingerir uma xícara antes do café da manhã e outra antes do jantar. Evite adoçar a bebida.

Como escolher a erva?

Para conseguir usufruir de todos os benefícios trazidos pela Canela de velho, é importante saber escolher as folhas saudáveis para o preparo da bebida.

Ao comprar a planta, procure observar a tonalidade de suas folhas. Elas devem estar bem verdes, além de não conterem poeira, marcas de insetos ou aparência seca. Caso tenha a planta em casa, tenha cuidado com o armazenamento errôneo da planta que pode resultar na presença de mofo nas folhas.

O armazenamento da canela de velho deve ser feito em recipientes de lata, porcelana ou vidro e nunca de plástico. Elas devem ser secas à sombra, dependuradas em varais e cobertas com tecido para poderem ser armazenadas.

Efeitos colaterais e contraindicações

Ainda não existem efeitos colaterais nem contraindicações confirmadas até então. Mas deve-se sempre prezar pela dosagem correta, sem sobrepor o desejado. E é altamente recomendado que se procure um médico e farmacêutico antes de iniciar qualquer tratamento alternativo, para que ele possa lhe indicar a tempo, a dose ou se você está apto ou não para consumir tal erva.

O consumo da erva medicinal não substitui o tratamento indicado por um especialista na área. Ele deve ser usado apenas como um adjuvante ao tratamento prescrito pelo profissional médico ou farmacêutico.

Artrose

A artrose é um problema que acontece devido ao desgaste da cartilagem articular e por alterações da estrutura óssea.

Das doenças designadas como reumáticas, a artrose, segundo o site da Sociedade Brasileira de Reumatologiaé a mais frequente, representando cerca de 40% das consultas em ambulatórios de Reumatologia.

Segundo o especialista Juraci Rosa de Oliveira, a artrose pode afetar todas as articulações, especialmente as articulações de carga, como o joelho.

“A artrose vai provocando uma destruição gradativa da cartilagem articular e a medida que isso vai progredindo, vai desenvolvendo dor, limitação de movimento, rigidez articular, deformidade e limitação para as atividades diárias de trabalho, esporte e até mesmo de locomoção”, esclarece Juraci.

Embora não tenha cura, a artrose é um problema que possui tratamento. Procure um especialista da área para avaliar de perto cada caso.

*Revisado por Maria Júlia Pereira Reis
Graduada em Farmácia pela Universidade Federal de Alagoas – UFAL
Mestranda em Ciências Farmacêuticas

Veja também:

Exercícios para alongar a coluna em casa

Sobre o autor

Formada em Jornalismo pela Unicap, pós-graduada em Comunicação Empresarial e Mídias Digitais pela Devry, fez intercâmbio na ETC School, em Bournemouth (UK) e tem experiência nas áreas de assessoria de comunicação, produção de vídeo e foto e redação.