A coceira da frieira terá fim com simples tratamentos caseiros

Além de tratamentos com pomadas, a frieira também pode ser tratada de forma natural

Alguns remédios são bastante comuns e eficientes na hora de combater a frieira, como a pomada Vodol, Nizoral ou Mizol. Mas além destes tratamentos, o problema causado por fungos também pode ser tratado de forma natural com o uso de remédios caseiros.

O tratamento para combater a também conhecida como tinea pedis ou pé de atleta é simples. Mas se mesmo depois do tratamento caseiro os sintomas persistirem, procure a opinião de um especialista da área.

Tratamento caseiro para curar frieira

Hipoclorito de sódio

Depois de tomar banho, enxague seus pés com hipoclorito de sódio. Repita o procedimento até três vezes por dia. Provavelmente irá arder, mas persista no tratamento, pois é bastante eficaz.

A frieira é caracterizada por muita coceira, mas tratamentos naturais aliviam

O fungo da frieira se reproduz com facilidade em lugares úmidos, quentes e fechados (Foto: depositphotos)

Batata

Cozinhe duas batatas em um litro de água, sem sal. Depois de morna, deixe os pés imersos na bacia por aproximadamente 20 minutos. Faça o processo até duas vezes ao dia.

Outra forma de usar o tubérculo no tratamento natural contra o fungo é usá-lo como cataplasma. Amasse bem um pedaço de batata crua e aplique no local da frieira. Deixe agir por aproximadamente 20 minutos e repita o procedimento duas vezes ao dia.

Alho

Esmague três dentes de alho e deixe-os de molho em água por 5 horas. Depois de passar o tempo, lave as regiões afetadas pela frieira e friccione a pele com essa água.

Você também pode amassar bem o dente de alho e colocar na área com a frieira por até 30 minutos. Depois, retire o bulbo e lave bem os pés. Repita o procedimento três vezes ao dia.

Nabo

Rale um nabo e faça compressas nos locais com frieiras por quinze minutos. Repita três vezes ao dia.

Óleo de amêndoas

Depois de tomar banho, seque bem a área afetada e depois massageie a região com óleo de amêndoas.

Suco de frutas

Você pode também lavar a região com suco de limão ou maçã diluindo em água.

Chás

Coloque erva-mate em uma bacia com água quente e misture. Coloque o pé ou outra área afetada pela frieira submersa e permaneça a maior quantidade de tempo que aguentar. Depois, enxugue bem a região e repita o procedimento por até dois dias.

Você pode ainda fazer uma mistura usando chá de alecrim. Basta misturar duas colheres (de sopa) da erva seca com um litro de água e deixar ferver. Espere até a temperatura ficar suportável ao toque e mergulhe a área afetada pelo fungo dentro do líquido.

Cebola

Amasse um pedaço de cebola até chegar ao ponto dela soltar um líquido. Aplique essa pasta no local da frieira e deixe agir por alguns minutos. Faça o mesmo duas vezes por dia.

Gengibre

Esmague um pedaço de gengibre até que ele fique pastoso. Coloque em cima da frieira e espere alguns minutos. Você pode repetir o procedimento duas vezes ao dia.

Sintomas da frieira

A frieira é um problema causado por um fungo chamado tricophyton que é mais comum aparecer em homens, mas também pode afetar mulheres. As bolhas e rachaduras provocadas pela frieira podem aparecer em diversas partes do corpo, mas costuma surgir principalmente nos pés.

Além das rachaduras e bolhas, quem sofre de frieira consequentemente sente bastante coceira no local afetado e até mesmo inchaço. Também é muito comum ressecamento, descamação, vermelhidão e dor na região.

A pele afetada pela frieira costuma ficar bastante fina e mais sensível que o normal. Quando o fungo atinge regiões como o couro cabeludo, por exemplo, outros problemas secundários podem surgir, como a queda de cabelo e manchas que descamam.

Causas da frieira

O fungo causador da frieira se reproduz com bastante facilidade em lugares úmidos, quentes e fechados. Por isso, um dos lugares mais comuns de se contaminarem com o tricophyton são os pés.

A infecção pode ser pega também ao andar descalço em ambientes úmidos contaminados pelo fungo, como saunas, chuveiros, vestiários, banheiros públicos, etc.

É preciso também tomar cuidados com a higiene, principalmente dos pés. Lave bem os membros e, principalmente, seque-os entre os dedos. Evite compartilhar objetos pessoais, como chinelos e toalhas, pois o fungo pode ser transmitido.

Como prevenir frieira

Evite aplicar produtos que evitam sudorese nos pés sem o aconselhamento de um especialista.

Calçados fechados e com pouca ventilação costumam causar muito suor nos pés e ainda deixam o local muito quente e abafado, sendo uma perfeita oportunidade para o fungo aparecer. Prefira fazer uso de sandálias mais abertas.

Não utilize a mesma meia com muita frequência. Prefira aquelas com tecidos que não absorvem o suor. Lave os pés diariamente e sempre enxugue-os bem, principalmente entre os dedos. O mesmo serve para banhos de piscina e praia, sempre fazendo uso de uma toalha somente seca, limpa e de uso exclusivo seu.

Tenha um cuidado especial com a higiene das suas unhas, tanto dos pés quanto também das mãos, que também podem ser contaminadas pelo fungo. Não utilize meias e sapatos de outras pessoas e nem divida seus objetos pessoais com elas.