8 chás desintoxicantes para limpar seu organismo

Nesse artigo você vai conferir oito chás desintoxicantes que vão trabalhar ajudando um dos órgãos mais importantes do corpo: o fígado. Com essa capacidade, as bebidas podem auxiliar na excreção de substâncias tóxicas do organismo.

Mas essas bebidas só possuem esse benefício pois são compostas por propriedades diuréticas. Por essa razão, elas conseguem ajudar o fígado no trabalho de limpar o corpo, beneficiando ainda mais a saúde do indivíduo.

Portanto, quente ou gelado, o chá é uma das bebidas mais consumidas do mundo. Além disso, oferece diversos nutrientes e substâncias antioxidantes que protegem o organismo do envelhecimento precoce e de doenças degenerativas.

Veja a seguir os chás mais recomendados para desintoxicar o organismo e seus demais benefícios para a saúde. Além disso, confira dicas caseiras de como limpar o organismo e a receita de um chá que ajuda a desinchar o corpo.

Chás para desintoxicar o organismo

Os chás para desintoxicar são: Chá verde, chá de sabugueiro, chá de boldo, chá de dente de leão, chá de tomilho, chá de chapéu-de-couro, chá de alcachofra e chá cardo-mariano.

Tomar uma xícara de chá, 30 minutos antes ou depois das refeições, pode ser útil para limpar o organismo e manter o fígado saudável. Confira a seguir mais informações sobre os melhores chás para fazer uma limpeza no seu organismo!

1-2. Desintoxicantes e emagrecedores: Chá verde e sabugueiro

De acordo com a nutricionista esportiva, Bruna Morais, o chá verde é uma bebida diurética. Por essa razão, consegue expulsar as substâncias tóxicas do organismo através do xixi. Além disso, ela é considerada uma das bebidas termogênicas que mais promovem a queima de gordura corporal. Sendo indicada para quem deseja perder peso com saúde.

Xícara com chá verde

O chá verde é uma das principais infusões desintoxicantes e diuréticas (Foto: depositphotos)

Já o chá das cascas de sabugueiro pode ser utilizado para desintoxicar o organismo devido à propriedade purgativa. Isso significa dizer que essa bebida consegue limpar e purificar o corpo. (1)

Chá verde: Ferva 200 ml de água filtrada e adicione uma colher (de sopa) de chá verde.

Chá de sabugueiro: Ferva 200 ml de água filtrada e acrescente uma colher (de sopa) de cascas de sabugueiro.

3-4. Limpeza e ação diurética: Chá de boldo e dente de leão

“O chá de boldo tem sido relatado na literatura como um excelente agente contra males e distúrbios do trato digestivo, má digestão, distúrbios hepáticos, manifestações reumáticas e inflamações urinárias.” (2) Por essa razão, pode ser usado para limpar o organismo e ainda auxiliar na eliminação de líquidos do corpo. Além disso, é considerado um antioxidante.

Folhas de boldo

Além de tratar distúrbios hepáticos, essa erva também contribui com a digestão (Foto: depositphotos)

Mas não é apenas o boldo que tem esses princípios. Isso porque, o chá de dente de leão também é considerado um aliado do fígado e do sistema urinário. (3)

Chá de boldo: Dois copos de água fervente e uma colher (de sopa) de folhas de boldo.

Chá de dente de leão: 200 ml de água fervente e uma colher (de sopa) de dente de leão.

5-6. Desintoxicantes: Chá de tomilho e de chapéu-de-couro

Apesar de não ser recomendado para gestantes ou hipertensos, o chá de tomilho é indicado para estimular o fígado. Além de ser uma bebida que tem ações digestórias, aumentando o apetite e combatendo a anemia. (4)

Chá de tomilho na xícara

O tomilho é uma erva com propriedades estimulantes e digestivas (Foto: depositphotos)

A planta chapéu-de-couro também pode ser considerada um antioxidante. “A infusão de suas folhas é amplamente utilizada como diurético e agente de limpeza do organismo.” (5)

Chá de tomilho: Ferva 200 ml de água e despeje em uma xícara contendo duas colheres (de chá) de tomilho seco.

Chá de chapéu-de-couro: Ferva um litro de água filtrada e adicione duas colheres (de sopa) das folhas secas dessa planta.

7-8. Chás para desintoxicar o fígado: Alcachofra e cardo-mariano

A alcachofra contém propriedades protetoras e regenerativas do fígado. O chá desta planta também previne a hepatite, a diabetes, o sobrepeso e a insuficiência hepática. Tudo isso graças aos poderes medicinais colerético e colagogo. (1)

De acordo com o Ministério da Saúde, em instrução normativa sobre a lista de medicamentos fitoterápicos de registro simplificado, o cardo-mariano age como um hepatoprotetor. (6)

Chá e folha de cardo-mariano

Assim como a infusão de alcachofra, cardo-mariano também consegue desintoxicar o fígado (Foto: depositphotos)

Chá de alcachofra: Uma xícara de água fervente e uma colher (de sopa) de alcachofra fatiadas.

Chá de cardo-mariano: Meio litro de água fervente e duas colheres (de sopa) da planta.

Qual o melhor chá para desinchar?

Três plantas se destacam por suas propriedades emagrecedoras, são elas: cavalinha, gengibre e chá verde. (7) A primeira delas é originária da Europa e tem como nome científico Equisetum giganteum L. O gengibre, por sua vez, mesmo sendo oriundo da Índia foi aclimatado no Brasil. Já o chá verde é proveniente do sudoeste da Ásia.

De acordo com estudos realizados, o gengibre é um bom termogênico. A cavalinha é usada como diurética, sendo muito aplicada em casos de obesidade associada à  retenção de líquidos. E o chá verde possui princípios ativos que conseguem promover saciedade, retardando a sensação de fome. (7)

O que ajuda a desintoxicar o organismo?

Para cuidar do fígado, podemos adotar alguns hábitos, dentre os quais estão os seguintes: dieta baixa em gorduras, evitar o consumo de farinhas refinadas, descansar, reduzir o nível de estresse e praticar atividades físicas.

O fígado é um dos órgãos mais importantes do nosso corpo, pois tem as funções de: filtrar o sangue, sintetizar o colesterol, produzir proteínas nobres, secretar a bile, armazenar a glicose, desintoxicar o organismo e outros.

Cuidar da maior glândula do nosso corpo é essencial. Isso porque, se estiver com algum problema, o fígado pode causar sintomas como dor de cabeça, incapacidade de concentração, asma, depressão, enjoos, mau humor, má digestão dentre outros.

Portanto, você deve adotar hábitos saudáveis, como descanso adequado, alimentação saudável e prática de exercícios. Além disso, como vimos, a inclusão de chás desintoxicantes também pode ajudar a limpar o organismo.

*Artigo feito com a colaboração da nutricionista esportiva Bruna Morais (CRN6- 19147/PE).

Referências

1. LAINETTI, Ricardo; BRITO, Nei R. S. “A saúde pelas plantas e ervas do mundo inteiro”. Grupo Ediouro, Editora Tecnoprint S.A. 1980.
2. ABREU, Luciana. “Estudo do poder antioxidante em infusões e ervas utilizadas como chás”. Universidade Federal Santa Maria, 2013. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/5742/ABREU%2c%20LUCIANA%20DE.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em 17 de dezembro de 2018.
3. BEVIN, A. Clare; RICHARD, S. Conroy; KEVIN, Spelman. “O efeito diurético em seres humanos de um extrato de   folium officinale Taraxacum durante um único dia” . O Jornal de Medicina Alternativa e Complementar, vol. 15, Nº 8,  Artigos Originais, 2009. Disponível em: https://www.liebertpub.com/doi/abs/10.1089/acm.2008.0152. Acesso em 17 de dezembro de 2018.
4. SIQUEIRA, Maiara Soares Calixto; BRITO, Daiane Roberta de; SILVA, Fernando Oliveira Catanho da. “A utilização do óleo essencial de tomilho (Thymus vulgaris) como recurso fitoterápico para acne vulgar.” Revista Científica do Centro Universitário Hermínio Ometto – FHO|Uniararas, v. 3, n. 1/2015. Disponível em: http://www.uniararas.br/revistacientifica/_documentos/art.7-015-2015.pdf. Acesso em 17 de dezembro de 2018.
5. GARLET, Tanea Maria Bisognin; MATTOS, Jéssica Patrícia Oliveira de; MARTINS, Monik Compagnoni. “Plantas medicinais de emprego popular em Palmeira das Missões, RS” [recurso eletrônico]– 2. ed. – Santa Maria : Ed. PRE, 2017. 1 e-book : il.–(Série Cadernos de Extensão. Meio Ambiente). Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/12225/meio%20ambiente.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em 17 de dezembro de 2018.
6. Ministério da Saúde. “Instrução normativa nº 02 de 13 de maior de 2014”. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2014/int0002_13_05_2014.pdf. Acesso em 17 de dezembro de 2018.
7. CAVALCANTE, Daniella da Silva Porto; JESUS, Flávia Cristina de. “Propriedades medicinais da cavalinha, gengibre e chá verde que auxiliam no emagrecimento.” Faculdade Alfredo Nasser, 2016. Disponível em: http://www.faculdadealfredonasser.edu.br/files/Pesquisar_5/21-11-2016-21.52.04.pdf. Acesso em 17 de dezembro de 2018.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.