Você sabia? Sementes de uva possuem benefícios tanto quanto a fruta

Confira os benefícios de consumir as sementes de uva, e saiba como ingerir corretamente. Conheça ainda a dieta detox de uva


Você também tem o hábito de, ao comer uvas, jogar fora as sementes? Saiba que está na hora de repensar essa atitude! A uva por si já é repleta de benefícios, mas o que muita gente desconhece é que as sementes que habitualmente descartamos contêm benefícios à saúde. Apesar de ser bem pequena, seu conteúdo é rico em propriedades e benefícios que devem ser levados em consideração.

Quais os benefícios das sementes?

As sementes de uva, por incrível que possa parecer, estão entre os alimentos com maior número de benefícios ao organismo. As propriedades envolvem uma quantidade bastante vasta de antioxidantes, o que faz com que seja muito benéfica contra a ação dos radicais livres, combatendo também o envelhecimento precoce da pele, dos tecidos, dos órgãos e das células, mantendo o corpo jovem.

São eficazes ainda no combate às manchas e rugas da pele, ajudando inclusive a melhorar a circulação sanguínea. Atuam na proteção do corpo contra a contaminação que possa trazer enfermidades ao corpo. Ajudam ainda a depurar o sangue quando houver um consumo excessivo de medicamentos ou álcool, e a reforçar as paredes dos vasos sanguíneos.

Você sabia? Sementes de uva possuem benefícios tanto quanto a fruta

Foto: Reprodução/ internet

Depuradoras do intestino e anti-inflamatórias naturais, as sementes da uva ajudam a combater as dores da artrite, além da gastrite, sinusite e dermatite. Mantêm a saúde dos olhos, da pele e do cérebro, e melhoram a saúde do coração, sendo muito indicadas aos pacientes que sofreram ataques cardíacos.

São auxiliares na prevenção das enfermidades degenerativas, além de evitar a formação das placas nas artérias. Combate a queda dos cabelos, além de ajudar no crescimento destes. Atuam ainda como antialérgicas, anti-ulcerosas e anti-histamínicas.

Como consumir

Mas como consumir as sementes e aproveitar todos os benefícios?  Você pode simplesmente comer a uva com a semente. Outra forma de consumo é por meio de extratos ou cápsulas feitas das sementes de uva, que podem ser encontradas em lojas de produtos naturais. Se você for comer diretamente da uva, deve lembrar de mastigar bem para que a digestão seja mais fácil. A dose recomendada, para o caso das cápsulas, é de 300 mg ao dia.


Contraindicações e precauções

Não foram encontradas contraindicações. É importante lembrar que as sementes são de difícil digestão e, por isso, ao serem consumidas ao natural, devem ser bem mastigadas.

Dieta da uva e de suas sementes

A fruta e suas sementes contam ainda com benefícios para quem quer emagrecer e reduzir o percentual de gordura do corpo, e por isso está constantemente presente em diversas dietas de desintoxicação.

Compre um quilo das uvas das mais escuras e escolha o dia para começar sua dieta, a qual deve durar somente 24 horas. Sempre deixe um intervalo de, pelo menos, dois meses antes de repetir a dieta.

Não misture o consumo de uva com outros alimentos: é essencial esperar 20 minutos, pelo menos, para que sejam digeridas, caso contrário, o açúcar da fruta fermentará no estômago causando mal-estar, gases e indigestão.

As uvas devem ser consumidas com as sementes e estas, por sua vez, devem ser muito bem mastigadas. No café da manhã, consuma 2 colheres de sopa de azeite de oliva extravirgem. Além disso, coloque algumas gotas de limão em um copo de água e consuma.

Depois de 10 minutos, faça a ingestão de um copo de uvas frescas com as sementes, mastigando bem. Depois de duas horas, consuma mais um copo de uvas, e entre cada uma dessas doses, tome bastante água.

No almoço, consuma um prato de verduras ao vapor e um punhado de arroz integral. Depois disso, a cada duas horas, consuma um copo de uvas até a hora do jantar. Nela, consuma um copo de sopa de verduras, uma porção de peixe e uma salada verde temperada com azeite de oliva e limão. Duas horas antes de ir dormir, consuma mais um copo de uvas.


Reportar erro