Tuberculose – Amenize os sintomas com tratamentos naturais

Trata-se de uma doença infecciosa causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, que afeta principalmente os pulmões.…


Tuberculose

Imagem: Reprodução

Trata-se de uma doença infecciosa causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, que afeta principalmente os pulmões. Mas apesar de não ser muito comum, a tuberculose pode agredir também os rins, ossos, órgãos genitais, intestino delgado e até mesmo a meninge, que é uma finíssima membrana que envolve o cérebro e é muito importante para o funcionamento dele.

A transmissão da bactéria é de forma direta, ou seja, pode ser passada de pessoa à pessoa com a tosse, o espirro e as pequenas gotas de saliva que saem da boca enquanto falamos. Por isso deve-se evitar ambientes fechados e muito aglomerados, que são a maneira mais fácil de pegar tuberculose. Outra maneira de prevenção da tuberculose é vacinar as crianças com a BCG – contraindicado para crianças soropositivo –.

Entretanto, nem sempre a bactéria consegue desenvolver a doença no organismo, pois o sistema de auto defesa do corpo combate bem essa bactéria. Contudo, há fatores que aumentam as chances de um indivíduo desenvolver a doença, como má alimentação, tabagismo, alcoolismo, falta de higiene ou qualquer outro fator que abaixe a imunidade.


Sintomas

Por apresentar sintomas muito parecidos com os da gripe, muitas pessoas não dão a devida importância a eles e por isso é difícil descobrir a doença, e quando descoberta já está muito avançada. Por isso é importante observar bem todos os sintomas, pois alguns se apresentam mais fortes e mais demorados que os da gripe.

  • Tosse seca e contínua no início
  • Depois tosse com presença de secreção (pode durar até 4 semanas)
  • Às vezes pode chegar a uma tosse com pus ou sangue
  • Cansaço excessivo
  • Fraqueza
  • Rouquidão
  • Febre baixa
  • Falta de apetite
  • Emagrecimento acentuado
  • Sudorese noturna
  • Palidez
  • Dificuldade de respiração em casos muito extremos

Tratamento da tuberculose

O tratamento da doença é feito com antibiótico, e apenas o médico pode dizer qual o remédio ideal para combater a bactéria da doença. Não se automedique, nem interrompa o tratamento com o antibiótico antes do prazo estabelecido pelo médico – que normalmente dura seis meses – pois mesmo que os sintomas tenham desaparecido, a bactéria continua ali e pode voltar ainda mais forte.

Existe também uma série de remédios caseiros que amenizam os sintomas da patologia, para auxiliar no tratamento com antibiótico. Alguns alimentos, acrescentados ao cardápio diário, podem colaborar para o controle dos sintomas. É o caso da cebola, das sementes de mamão, do suco de acerola e do chá de limão com mel. O chá de alho e própolis e o xarope de agrião também têm muitas propriedades.

Chá de alho e própolis

  1. Bata no liquidificador 3 dentes de alho grandes, 30 gotas de própolis e ½ xícara de chá de suco de limão;
  2. Dividir o suco em 4 doses e tomar uma ao acordar, uma antes do almoço, uma antes da janta e outra antes de dormir.

Xarope de agrião

  1. Lave o agrião e o passe numa centrífuga ou máquina de moer carne;
  2. Quando estiver com um aspecto de massa, coloque em um pano e esprema bem;
  3. Meça a quantidade de caldo que saiu da massa de agrião;
  4. Para cada 300 g de suco de agrião, acrescente 400 g de mel e meia clara de ovo batida;
  5. Leve ao fogo e não pare e mexer;
  6. Quando começar a ferver remova a espuma;
  7. Deixe ferver por mais um tempo, até que o tamanho do líquido suba;
  8. Quando subir, desligue e espere esfriar;
  9. Quando estiver frio coe e transfira para um pote de vidro que possa ficar bem vedado;
  10. Tomar meia xícara do xarope 3 vezes ao dia.

Reportar erro