Trigo-sarraceno: grão ideal para dietas sem glutén

O trigo-sarraceno é um grão que contém fibras solúveis e insolúveis que baixa o LDL, equilibra a glicemia, mantém o fluxo sanguíneo e protege o intestino


O trigo-sarraceno é um grão que contém fibras solúveis e insolúveis que ajudam a baixar o LDL (colesterol “ruim”), equilibra a glicemia e mantém o fluxo sanguíneo, evitando agentes coagulantes e atua na saúde dos intestinos. É rico em flavonoides, antioxidantes que protegem o coração, e é ideal para dietas sem glúten.

É também um excelente energizante. As fibras retardam a absorção dos carboidratos complexos presentes no grão, o que mantém a glicemia estável. É ainda uma rica fonte de magnésio e manganês, necessários para o metabolismo dos carboidratos.

Você pode inserir o trigo-sarraceno na sua dieta para ajudar no equilíbrio da digestão. As fibras mucilaginosas (semelhante à goma) lubrificam e acalmam o trato digestivo. Além disso, o grão contém um tipo de fibra não digerível que atua como probiótico, alimentando a flora intestinal.

Trigo-sarraceno: grão ideal para dietas sem glutén

Foto: depositphotos


Assim como a maioria dos cereais integrais, contém hormônios vegetais chamados ligninas, que promovem o equilíbrio hormonal, tanto no homem como na mulher. Possui propriedades que protegem contra o câncer de mama, de colo e outros tipos de problemas hormônio-dependentes. Também ajuda a proteger o sistema cardio-vascular e doenças nos ossos.

Saiba como aproveitar ao máximo o trigo-sarraceno

Faça um delicioso prato a partir do trigo-sarraceno. Deixe de molho as sementes cruas por 30 minutos, escorra e mantenha úmidas, até começarem a germinar (o trigo-sarraceno torrado tem coloração marrom-dourada, enquanto cru é branco ou verde-claro).

Você pode usar o grão para fazer uma farinha. Ela não contém glúten e pode ser usada em pães, bolos e biscoitos. A integral é mais escura porque contém a casca e também uma proporção de proteína maior. Essa receita é feita a partir do grão germinado é ainda mais rica em nutrientes.

Um mingau também pode ser preparado. Deixe as sementes de molho e germine-as para liberar as fibras mucilaginosas. Misture os brotos com iogurte ou leite de oleaginosa e frutas.


Reportar erro