Tratamentos para cessar as dores da tendinite

Por João Silva

As queixas por dores nos membros superiores são constantes, elas debilitam profissionais que exercem trabalhos manuais rotineiros. A causa maior está ligada à inflamação dos tendões, a tendinite, que em relação com outras síndromes formam o grupo de Lesões por Esforço Repetitivo (LER).

Tendinite

Imagem: Reprodução

Causada primeiramente pelo próprio uso dos membros (ombro, braço, antebraço, pulso e mão), a tendinite é comum e representa boa parte das incapacidades laborativas adquiridas em trabalho, onde um esforço repetitivo e sem pausa leva a lesionar os tendões, estrutura fibrosa de tecido conjuntivo que auxilia os músculos e ossos a se equilibrar e movimentar. Esse é, no entanto, o desgaste físico dos tendões, que também podem ficar frágeis devido à baixa nutrição e drenagem provenientes de uma má alimentação.

É uma deficiência adquirida que não ocorre nas pessoas por um padrão genético, tão poucos têm maior incidência por gênero, mas sim padroniza os profissionais de desportes, carregadores, dançarinos, pianistas e digitadores. É fato que a tendinite está aparecendo em trabalhadores da área de informática, os quais passam boa parte do dia em frente à computadores, utilizando de mouse e teclado e às vezes com má postura. Contudo, também pode ser detectada em pessoas fora desse padrão de atividade, pois uma má alimentação onde o consumo de alimentos gordurosos e pobres em cálcio e água desidrata tendões.

Além das dores características, a tendinite apresenta sintomas de inchaço local, incapacidade locomotiva, fadiga e perda de força. Uma atenção deve ser dada a essas dores, porque podem estar ligadas a outras complicações, como:

  • Traumas mecânicos
  • Infecções
  • Doenças reumatológicas, metabólicas ou do sistema imunológico.
  • Latrogenia
  • Degeneração das articulações
  • Neuropatias

É possível prevenir o desgaste dos tendões com uma alimentação balanceada, exercitando as articulações a atividades diferentes. Alongar-se antes de iniciar o seu trabalho também ajuda no condicionamento dos músculos. Por vezes, pacientes utilizam de luvas ortopédicas para imobilização do antebraço, mas só podem ser usadas com indicação médica.

Diagnóstico e tratamento

Como a síndrome é popular, é causa de boa parte de benefícios concedidos a funcionários que alegam ter tendinite. Para a comprovação da incapacidade e busca da cura, exames como ultra-sonografia e ressonância magnética podem encontrar as lesões nas articulações, para que o tratamento seja sugerido em seguida.

Tratamento

Antes de qualquer medida, o paciente precisa de repouso para que não force mais a ação dos tendões, para que em seguida seja feita a desintoxicação e desinflamação da região. Aconselhamos o uso de:

  • Compressas mornas de argila
  • Consumo de alimentos alcalinos como alho, castanha de caju, abóbora, melão, brócolis, maçã, repolho, mamão, ameixa e chá verde.
  • Consumo de vitamina B
  • Tomar bastante água para hidratação e irrigação das fibras do tendão