Tratamentos naturais para curar os sintomas da asma

A asma  caracteriza-se pelo estreitamento das vias aéreas, o que causa dificuldade para respirar. As…


Asma, conheça detalhes desta doença e soluções naturais

Conheça detalhes desta doença e soluções naturais | Imagem: Reprodução

A asma  caracteriza-se pelo estreitamento das vias aéreas, o que causa dificuldade para respirar. As vias aéreas são os tubos por onde o ar passa, começando no nariz, passando pela nasofaringe e laringe (as cordas vocais) e seguem pelo pescoço, onde se tornam apenas um tubo único e largo chamado traqueia, que segue até o tórax, dividindo-se nos brônquios, esquerdo e direito, que levam o ar até os pulmões. Em cada um dos pulmões, os brônquios vão se ramificando e ficando menores, espalhando o ar.

O estreitamento que ocorre durante as crises de asma é causado pela inflamação crônica dessas vias. Um ataque de asma é causado por diferentes fatores desencadeantes, ou “gatilhos”, que podem ser alérgicos, então, quando a pessoa se expõe a algum deles, a crise acontece. Esse estreitamento é reversível, mas incomoda bastante, causando momentos de agonia ao asmático.

A crise de asma costuma ocasionar chiado no peito, tosse e falta de ar e, o asmático pode ser alérgico, mas nem sempre esse é o motivo da asma, também há uma grande parcela de pacientes que possuem pessoas na família com a doença, além de vírus e bactérias causadoras de infecções respiratórias que podem ser responsáveis em alguns casos de asma. Os mecanismos causadores da asma são bastante variados e complexos e a doença pode iniciar em qualquer etapa da vida, sendo mais comum aparecer na infância, podendo durar por toda a vida ou não.

Quais são os fatores que podem desencadear as crises?

Os estímulos mais comuns para desencadear as crises são:

  • poeira;
  • fumaça;
  • cheiros;
  • pelos de alguns animais;
  • modificações do clima;
  • gripe ou resfriados;
  • mofo;
  • pólen;
  • certos medicamentos;
  • ingestão de alguns alimentos.

A asma apresenta sintomas característicos, como já mencionamos, como:

  • a falta de ar,
  • o aperto no peito ou dor;
  • chiado no peito;
  • tosse (com ou sem secreção)

Esta doença é uma das principais responsáveis pela tosse crônica em crianças e uma das principais causadoras de tosse crônica em adultos. Esses sintomas podem aparecer a qualquer horário do dia, mas são mais comuns pela manhã e à noite.

O diagnóstico da asma pode ser feito em exame clínico e pelas informações que o paciente der ao médico. Nesse exame, o médico percebe o chiado no peito do paciente, mas nem sempre o chiado é sintoma de asma, por isso, as outras informações do histórico do paciente são imprescindíveis, tais como a frequencia dos sintomas, etc. Também há os exames complementares que ajudarão ao médico nessa tarefa, como a espirometria, que identifica e mede a obstrução ao fluxo de ar; a radiografia de tórax e exames de sangue e pele que identificarão se o paciente é alérgico.

Tratamentos naturais para amenizar os sintomas deste problema

Remédios naturais para amenizar os sintomas desta doença

Remédios naturais | Imagem: Reprodução

Existem tratamentos naturais que podem ajudar a evitar as crises asmáticas, dispensando o uso de antiinflamatórios e broncodilatadores que são os medicamentos que costumam ser necessários nas crises da doença.

São necessários, em primeiro lugar, cuidados especiais quanto aos possíveis fatores desencadeantes das crises por pessoas alérgicas, como:


  • evitar contato com qualquer objeto que possa juntar poeira em casa, como tapetes, cortinas, almofadas, etc. No caso de crianças, é essencial evitar bichos de pelúcia e outros objetos, como os já citados. Também é preciso limpar a poeira acumulada em casa diariamente, com panos úmidos. Aspirar sofás e colchões, evitar os ácaros e dar preferência a pisos frios ou de madeira, nunca cobertos por carpetes.
  • não permanecer em locais onde o cheiro de produtos químicos esteja forte, como locais recém pintados, etc.
  • não ingerir alimentos que já tenham provocado reações alérgicas, como a pimenta (muito comum);
  • evitar cheirar flores ou permanecer em locais onde elas estejam em grandes quantidades, como jardins e floriculturas;
  • manter distância de animais domésticos, como gatos e cachorros;

Métodos naturais

Além dos cuidados para evitar os fatores desencadeantes de crises asmáticas, alguns chás medicinais tem poderes broncodilatadores, como a ARNICA PAULISTA, por exemplo.

– Ferva um litro de água e acrescente 10 gramas de arnica paulista, deixando em infusão por alguns minutos, coando em seguida. Beba esse chá três vezes ao dia. Esse chá possui propriedades antitérmica, antiinflamatória e broncodilatadora. A dosagem deve ser observada, não se devendo tomar em excesso.

 

O eucalipto também pode ser um ótimo tratamento coadjuvante nesses casos. Veja outra receita para tratar a asma:

– Ferva um litro de água e despeje sobre 4 colheres de sopa de folhas secas de eucalipto picadas (se forem folhas verdes, devem ser o dobro da quantidade) e deixe o recipiente tampado por 15 minutos. Tomar uma xícara a cada duas horas.

 

Outra receita indicada para reduzir os principais sintomas da asma é a de um xarope que utiliza o chamado “umbigo” da bananeira:

Você vai precisar de: 1 umbigo de banana médio ou dois pequenos e 1kg de açúcar mascavo.

– coloque numa travessa de vidro: uma camada de açúcar e uma camada de pedaços pequenos do coração de banana cortado, intercalando essas camadas até que a última camada seja de açúcar. Essa mistura deve ser colocada no sol todas as manhãs por duas horas, e isso deve ser feito por dois dias. Após esse tempo, coe o xarope e coloque-o em um vidro com tampa.

Deve-se tomar duas colheres desse xarope pela manhã e à noite, durante quinze dias. Pare por quinze dias e recomece por mais quinze dias. Em casos de asma crônica, pode-se utilizar esse tratamento por até três meses.


Reportar erro