Sintomas da caxumba

Caxumba é uma doença infecciosa viral que provoca inflamação nas glândulas parótidas. Conheça os sintomas desta enfermidade


Caxumba é uma doença infecciosa que provoca inflamação nas glândulas parótidas – um dos três pares de glândulas que produzem saliva –, podendo atingir também as glândulas submaxilares e sublinguais. Trata-se de uma doença causada por um vírus da família dos paramyxovirus e, na maior parte das vezes, a infecção afeta as crianças, nos meses de inverno e no início da primavera.

Os sintomas iniciais de caxumba geralmente aparecem entre 14 a 25 dias após o contágio com o vírus. Conheça os sintomas da doença neste artigo.

Sintomas da caxumba

Algumas pessoas podem ter caxumba sem apresentar qualquer sintoma, mas, quando eles se desenvolvem, costumam aparecer após duas ou três semanas do contato com o vírus.

O primeiro sintoma é o inchaço das glândulas salivares, podendo ser em ambos os lados ou em apenas um deles, que se manifesta como um papo que se forma entre a orelha e o queixo. Outros sintomas incluem:

  • Dor ao mastigar, engolir e ao abrir a boca;
  • Dor de cabeça e na face;
  • Perda de apetite;
  • Febre superior a 38ºC;
  • Fadiga e fraqueza;
  • Sensação de mal estar;
  • Boca seca.

Embora seja uma doença de evolução benigna, em alguns casos raros podem ocorrer complicações potencialmente sérias, envolvendo inflamação e inchaço em alguma parte do corpo, tais como testículos, pâncreas, ovários e seios, cérebro e meningite. A meningite pode ocorrer se o vírus causador da caxumba se espalhar através de sua corrente sanguínea para infectar o sistema nervoso central.

Outras complicações também incluem a perda de audição em um ou ambos os ouvidos; além de complicações fetais, caso uma mulher grávida contraia a enfermidade no primeiro trimestre de gestação.

Sintomas da caxumba

Foto: Pixabay


Sintomas de caxumba no bebê

Os sintomas de caxumba no bebê são os mesmos citados, mas, se criança não souber ou tiver dificuldade para se expressar, ela poderá perder o apetite, ficar irritada e chorar com mais facilidade, até que os sintomas físicos (como febre e inchaço do rosto) possam ser observados.

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico da caxumba é basicamente clínico, mas o médico também pode coletar uma amostra de sangue para investigar a presença da enfermidade. Se o indivíduo tem caxumba, o exame de sangue mostrará que os anticorpos estão sendo produzidos para combater o vírus.

Não existem medicamentos específicos contra a caxumba. O tratamento da doença é realizado de maneira a aliviar os seus sintomas e, geralmente, é feito com o uso de analgésicos, antitérmicos, repouso, ingestão de água e alimentação pastosa. Um bom remédio natural para caxumba é fazer gargarejos com água morna e sal.

Felizmente, a maioria dos adultos e crianças se recupera da doença em duas semanas, sem grandes complicações.

Prevenção

No geral, o indivíduo é considerado imune ao vírus causador da caxumba se já teve a infecção alguma vez na vida ou se tomou as vacinas tetraviral e a tríplice-viral.

A vacina tríplice viral também protege o organismo da rubéola e sarampo; e a tetraviral protege contra a catapora.


Reportar erro