Sapinho na boca – tratamentos caseiros

Por Daiane Silva

Características da candidíase oral

Tratamentos contra sapinho na boca

Proteja a saúde de sua boca | Imagem: Reprodução

O fungo cândida albicans e alguns outros semelhantes, que vivem na superfície cutânea, são os responsáveis pelo chamado sapinho (candidíase oral), que ocorre, frequentemente, em crianças.

São placas brancas, que aparecem na boca, língua, céu-da-boca e parte interna das bochechas. Caso não recebam tratamento adequado, podem ainda se espalhar pelo esôfago, chegando ao estômago e até aos pulmões!

A candidíase oral acomete pessoas com baixa imunidade, seja por fatores orgânicos, ou outros, como por exemplo:

  • pessoas com anemia;
  • pessoas infectadas pelo HIV;
  • pessoas que fazem tratamentos prolongados com corticoides;
  • pessoas obesas;
  • diabéticos;
  • pessoas que sofrem com distúrbios hormonais;
  • pessoas que sofrem de xerostomia (boca seca);
  • estresse;
  • quimioterapia.

Como devem ser os cuidados com o sapinho, ou candidíase oral?

Como a candidíase oral afeta comumente pessoas de todas as idades, inclusive bebês, é importante aprender métodos naturais para tratar o problema.

- Cuide da alimentação, particularmente se o paciente for pessoa que apresente imunidade baixa, ou alguma das doenças citadas como facilitadoras da ação dos fungos. Devem ser ingeridos alimentos de fácil digestão e deglutição, como os mais macios: sopas, purês e suflês, entre outros. Também boas fontes de zinco e ferro, tais como: carnes magras, frutos do mar, peixes, frutas secas, cereais e pães enriquecidos. Consuma bastante líquidos, especialmente leite e derivados, como o iogurte, muito ricos em cálcio, vitaminas e com alto valor energético. O alho cru, possui grande valor fungicida, colaborando muito para acabar com o problema.

HIGIENIZE:

  • Para limpar a boca, dilua uma colher de chá de bicarbonato de sódio em uma xícara de chá de água e limpe delicadamente a boca do bebê, utilizando uma gaze, antes de cada mamada. Limpe também o seio, antes e depois da mamada. Continuar fazendo isso mesmo depois de os sintomas desaparecerem, por mais alguns dias.
  • Crianças maiores e adultos, podem fazer a mesma higienização, antes e depois das refeições.
  • Objetos pessoais, principalmente do bebê, devem ser também higienizados constantemente, como bicos de mamadeiras, chupetas, mordedores, etc. Devem ser observados os cuidados para que não haja contaminação entre as outras crianças da casa.
  • VIOLETA DE GENCIANA: este é um tratamento muito conhecido nesses casos, deve ser aplicado no local, solução de violeta de genciana, quatro vezes ao dia.
  • Existem certos remédios homeopáticos que também costumam ser usados em caso de sapinho: Borox C3 – deve ser usado um tablete, a cada hora, para crianças até 5 quilos;  2 tabletes para crianças maiores);
  • Em casos mais agravados, sugere-se o Mercurius Corrosivus C3 (também deve ser usado a cada hora, ou conforme orientação médica); há ainda a opção do Cinnabaris D3, que deve ser usado conforme critério médico.