Remédio caseiro para quem sofre de Vitiligo

Por Redação

Aparência da pele com vitiligo

Mesmo essa doença crônica pode ser tratada com plantas medicinais | Imagem: Reprodução

O que é e como se caracteriza o vitiligo?

A carência de melanina, que dá cor à pele, olhos e cabelos, causa manchas irregulares na pele, inicialmente pequenas, podendo aumentarem no futuro. Essa doença crônica também é chamada de leucoderma e, ainda não se conhece a causa exata para essa condição, tendo-se apenas alguns fatores levados em consideração, como a hereditariedade e também distúrbios no sistema imunológico, além de fatores ambientais ou genéticos que podem influenciar o aparecimento das manchas.

Apesar de ser uma doença mais relacionada à estética do que a outros danos à saúde, o lado emocional pode sofrer abalos, devido a problemas com a autoestima, em alguns casos.

Existem alguns tratamentos possíveis para amenizar as manchas ou alcançar a mesma cor de pele, alguns são cremes corticosteróides ou até a pigmentação das manchas para que a cor fique igual, esse tratamento leva até um ano para ser concluído. O uso de um aminoácido chamado L-fenilalanina restabelece lentamente a pigmentação da pele, testes feitos com pacientes por seis anos mostraram a recuperação de 100% da pele do rosto em 85% dos pacientes.

Além desses, também há tratamentos naturais que podem ajudar, sem oferecer os efeitos colaterais que costumam acompanhar os medicamentos convencionais.

Um excelente colaborador nos casos de vitiligo é o Ginkgo Biloba, que oferece sucesso comprovado no tratamento. Além disso, pesquisadores também descobriram que os pacientes da doença costumam ter deficiência de ácido fólico, vitaminas C e B12 e, pacientes que foram tratados exclusivamente com esses suplementos durante seis meses, tiveram resultados ótimos, especialmente no rosto, sem qualquer efeito colateral.

Use o poder das plantas para tratar este problema

RECEITA DE TINTURA DE ERVA CIPÓ-DE-SÃO-JOÃO:

O uso dessa erva medicinal é mais uma forma de tratamento natural para o vitiligo e podem ser utilizadas as flores, que são usadas mais comumente, ou as folhas, raízes e caule, colhidos na época da floração da planta.

MODO DE PREPARO:  Lava-se bem a planta e deixa-se desidratar na sombra por quinze dias. Após esse tempo, pega-se 300g da erva e mistura-se, em um vidro, à 70ml de álcool de cereais e 30ml de água filtrada ou fervida. Deixa-se em infusão num lugar escuro por quinze dias. Coa-se com peneira fina ou pano. Toma-se 25 gotas em meio copo de água, três vezes ao dia. Os primeiros resultados aparecem apenas após seis meses, por isso, é necessário paciência!

OUTRAS SUGESTÕES DE CHÁS PARA SE FAZER USO DURANTE UMA SEMANA CADA UM:

Esses chás podem ser tomados por até seis vezes ao dia e um por semana. Se não for possível encontrar todas as ervas, use as que conseguir, mas é importante o revezamento delas. Se conseguir só uma ou duas, faça o tratamento por uma semana e pare uma. Esse tratamento pode ser feito junto com outros, desde que os horários sejam observados e também pode ser mantido por seis meses, quando, então é preciso parar o tratamento por um tempo.