Receitas para aliviar a dor de dente

Por Redação

A dor é sempre um sinal de que algo não está bem, por isso, sempre é bom ficarmos atentos quando ela surge. Uma dor de dente é capaz de desnortear qualquer pessoa, por mais calma e controlada que seja!

Atualmente, com os avanços na área odontológica, a dor de dente já tem uma solução eficiente, uma visita ao dentista sempre garante o tratamento correto para eliminar a causa desse incômodo, mas, quando se trata de dor e de sentar-se na temida cadeira do dentista, algumas pessoas costumam protelar, esperando que a dor passe e não volte mais. Desnecessário dizer o quanto isso é ruim para a saúde, pois, se a dor surgiu, é sinal de problema e este deve ser investigado e resolvido o mais rápido possível para evitar que os danos sejam maiores.

Problemas, probleminhas e problemões

Tratamentos naturais para dor de dente

Algumas causas para a dor de dente | Imagem: Reprodução

As dores de dentes mais comuns são as mais fracas, causadas por sensibilidade dos dentes, que normalmente acontecem após a ingestão de algum alimento ou bebida quente, frio ou doce, que causa a pontada momentânea, desaparecendo em seguida e só aparecendo novamente se o dente for exposto novamente a estas temperaturas.

Também é comum a dor que se sente apenas nos dentes superiores, devido à sinusite, neste caso, vários dentes são afetados ao mesmo tempo.

O bruxismo, que é o problema que algumas pessoas tem de ranger os dentes, costuma ser causador de dores nos dentes também, além do desgaste destes, por isso, se sentir sintomas além da dor de dentes frequente, como dor na mandíbula ou dores de cabeça, é bom visitar o dentista para a fabricação de uma placa de silicone para proteger os dentes durante o sono. Há certos problemas com a junta temporomandibular que podem causar dor e sensibilidade nos dentes, além de tratamentos dentários realizados recentemente, que costumam deixar os dentes sensíveis por algum tempo ou doloridos, dependendo do tipo e extensão do procedimento realizado.

Algumas dores, geralmente agudas e intensas, que perduram por algum tempo e latejam, são as que necessitam de uma avaliação do dentista rapidamente, especialmente aquela dor que é forte, constante, apresenta até mesmo inchaço e interfere em suas atividades, como por exemplo, no sono. Se sentir uma dor forte ao morder um alimento, por exemplo, pode ser sinal de cárie, dente quebrado, obturação solta ou polpa danificada. A polpa é a parte viva do dente, onde há veias e nervos. A polpa é danificada ou fica exposta quando há uma cárie profunda ou quando o dente quebra, isso pode causar a morte do nervo do dente e também uma infecção que é uma coisa realmente grave, já que pode se espalhar para a gengiva, osso e, em casos extremos, até matar!

As dores na polpa dos dentes são bem complicadas, já que são um alerta de que algo está errado, mas o nervo do dente morre muito rapidamente, geralmente em doze horas e a dor some, voltando a doer pouco tempo depois, já que a polpa do dente fica infectada ou com um abscesso. Por tudo isso, se houver dores persistentes e fortes, o dentista precisa ser procurado sem demora!

Quando não for possível conseguir uma consulta emergencial, algumas providências para aliviar a dor de dente podem ser tomadas (Indicamos algumas receitas caseiras)

Cuidados e receitas de remédios para dor de dente

Receitas de remédios naturais e cuidados para lhe ajudar | Imagem: Reprodução

  • TOMAR ANALGÉSICOS: A aspirina e o paracetamol que se toma para as dores corriqueiras pode ajudar nos casos de dor de dente, também o ibuprofeno, que ajuda a conter a inflamação que pode estar acompanhando a dor;
  • ÓLEO DE CRAVOS: Você pode encontrar em qualquer farmácia, só deve ser observada a dosagem e seguida corretamente, já que a ingestão excessiva desse óleo pode causar envenenamento. O óleo deve ser aplicado APENAS NO DENTE e não na gengiva, caso contrário, haverá uma queimadura na mesma. O óleo alivia a dor temporariamente.
  • REDUZA O INCHAÇO: Uma compressa fria na bochecha diminui o inchaço;
  • GELO: Manter água gelada ou um cubo de gelo na boca, pode aliviar a dor, mas também pode aumentar a sensibilidade, por isso, desista dela de isso acontecer.
  • ELEVE A CABEÇA: quando a dor é latejante, elevar a cabeça diminui a pressão na área e isso alivia a dor.
  • BOCHECHOS: isso não vai curar a dor, é claro, mas pode aliviar, especialmente se o bochecho retirar restos de alimentos que possam estar aumentando a dor. Misturar uma colher de chá de sal em água quente e bochechar.
  • FIO DENTAL: seu uso pode ser um grande aliado, tanto nas escovações diárias quanto nas crises de dor, já que ele pode retirar algum pedaço de alimento que esteja agravando a dor.
  • ALIMENTOS E BEBIDAS QUENTES, FRIAS OU DOCES: Como já foi mencionado, podem causar sensibilidade e dor, portanto, atenção com elas!
  • GAZE PARA PROTEGER: Se o dente manifestar sensibilidade ao ar, cubra-o com uma gaze ou cera dental, encontrada em farmácias.
  • ASPIRINA SÓ PARA INGERIR! : Muitas pessoas acham que colocar o comprimido no dente alivia a dor, mas isso é mito! A aspirina pode até causar queimaduras na gengiva ou bochecha!
  • Além desses pequenos recursos, ainda há um chá feito com folha de batata doce que pode ajudar: Ferva 1 xícara de água e acrescente uma folha de batata doce picada, deixando ferver por mais uns minutos. Coe, espere esfriar e faça bochechos com esse chá várias vezes ao dia.