Qual a melhor opção: açúcar ou adoçante? Descubra

Apesar de serem utilizados para a mesma finalidade, o açúcar e o adoçante são dois produtos diferentes, pois possuem composições distintas


Quando o assunto é refeição, não existe certo ou errado, mas sim o que é mais apropriado para um organismo e o que é dispensável para outro. Isto porque, cada pessoa possui características físicas diferentes, estados de saúde divergentes e ainda estilos de vida completamente distintos. Por isso que não é possível selecionar a melhor opção entre o açúcar ou adoçante.

Apesar de serem utilizados para a mesma finalidade, o açúcar e o adoçante são dois produtos diferentes, pois possuem composições distintas.

Enquanto o primeiro trata-se da sacarose, que é um carboidrato simples e formado por glicose e frutose, tendo como função promover energia. O segundo é composto por substâncias não calóricas e que tem um teor de dulçor muito superior ao açúcar, sendo utilizado em menores quantidades.

Qual a melhor opção: açúcar ou adoçante?

Foto: depositphotos

Estes produtos podem ser usados em casos específicos e sem causar prejuízos a ninguém, pois deve ser levado em consideração a quantidade ingerida, hábitos praticados no dia a dia, a situação da saúde e claro, o acompanhamento médico.


Como devem ser utilizados?

Através do senso comum foi criada a teoria de que os adoçantes são mais saudáveis que o açúcar, alegando que os edulcorantes são menos calóricos. Desta forma, os indivíduos passam a consumir mais alimentos light e acabam enganando o próprio corpo, pois podem acabar ingerindo a mesma quantidade de calorias ou até mais.

Além das dietas, os adoçantes são considerados melhores opções para quem se encontra com obesidade, diabetes e outros problemas de saúde. Todavia não é o único que pode ser usado. “Se o indivíduo, além da obesidade, tem diabetes por exemplo, pode ser estratégia do nutricionista ou médico que o acompanha optar pelo adoçante na maioria das vezes”, destaca a nutricionista Marcia Daskal.

Contudo, se houver acompanhamento médico estes pacientes também podem fazer uso do açúcar, tendo em vista que a saúde não se limita à apenas um tipo de alimento, mas sim de maneira geral levando em consideração a alimentação como um todo.

No caso dos esportistas, esta questão também gera dúvidas entre as pessoas. Isto porque, há quem acredite que o açúcar pode contribuir para um ganho de peso. Esta crença, contudo, foi desmistificada pela pesquisa “Consumo equilibrado: uma nova percepção sobre o açúcar”, realizada pelo Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia no âmbito da Campanha Doce Equilíbrio.

Segundo o resultado deste levantamento, 73% da população que consome açúcar e pratica atividade física está com o peso adequado. E o endocrinologista Marcio Mancini explica que “para o atleta, o uso de açúcar e glicose pode ser necessário, dependendo do tipo, duração e intensidade da atividade física”.


Reportar erro