Quais são os benefícios do óleo de rícino?

Por Redação

Óleo de rícino

Óleo de mamona | Imagem: Reprodução

O óleo de rícino é o óleo extraído das sementes da mamona (ricinus communis), uma planta bastante comum em nosso país. As sementes da mamona contém entre 40 e 50% de óleo, rico em ácido ricinoleico e, ao contrário das mesmas, não é tóxico, já que a ricina não é solúvel em óleo.

Atualmente, o óleo ganhou novo status como importante produto para a economia e para a preservação ambiental, já que pode ser usado como biodisel.

Efeitos medicinais que vem desde a antiguidade

A mamona é usada medicinalmente desde o antigo Egito, pelos seus poderes antiinflamatórios e antioxidante, tendo diversas aplicações. Algumas descobertas são mais recentes, mas, o óleo de rícino foi, desde sempre, uma alternativa médica, num tempo em que a medicina ainda não havia avançado e as técnicas eram limitadas. Apesar do gosto desagradável, este óleo possui muitas propriedades terapêuticas e medicinais:

Como é considerado um excelente estimulador do sistema imunológico, em parte pela concentração de ácidos graxos, o óleo de rícino é usado, na medicina popular, no tratamento de doenças como:

  • Esclerose múltipla;
  • Paralisia cerebral;
  • Artrite e reumatismos;
  • Mal de Parkinson.

Também faz parte de tratamentos mais corriqueiros, trazendo benefícios contra:

  • queda de cabelo;
  • constipação intestinal;
  • infecções por fungos;
  • distúrbios menstruais;
  • problemas gastrointestinais;
  • acne;
  • enxaqueca;
  • queimaduras de sol;
  • inflamações.
  • Ele tem efeito laxativo, já que este óleo retém água no intestino e também causa uma espécie de irritação nas mucosas, o que provoca o esvaziamento do intestino. Este efeito sempre foi um dos mais utilizados do óleo de rícino, já que é considerado eficiente e seguro. Deve-se tomar uma colher do óleo pela manhã, pode ser misturado a sucos para disfarçar o gosto. Não é recomendado tomar por mais de três dias seguidos.
  • No tratamento das micoses, que costumam ser muito resistentes a tratamentos, o óleo tem efeito efetivo, já que sua ação antifúngica já foi comprovada.
  • A pele pode ser muito beneficiada com o óleo, já que ele tem efeito emoliente, penetra na pele hidratando-a e estimulando a produção de colágeno e elastina, prevenindo assim, rugas e linhas de expressão e também pode tratar com eficácia acne, furúnculos, verrugas, pele seca, dermatites,etc.

Precauções e contra-indicações do uso do óleo de rícino

Em primeiro lugar, o uso do óleo é desaconselhado às gestantes, pois pode induzir ao parto ou ao aborto, lactantes e pessoas com doenças intestinais graves ou com qualquer doença interna, também não devem fazer uso. Sempre é aconselhável consultar um médico antes.

Quanto à dosagem, deve-se ter cuidados também, já que, tomado em excesso, pode causar náuseas, vômito, cólicas e diarreias. A dose recomendada ao dia, fica entre meia e uma colher de chá.

O óleo pode ser comprado em casas de produtos naturais ou em farmácias.