Previna problemas femininos com a dieta!

Todos nós sabemos da importância em manter uma alimentação saudável, com um cardápio equilibrado. Quando…


Todos nós sabemos da importância em manter uma alimentação saudável, com um cardápio equilibrado. Quando falamos em “dieta”, é comum associarmos o termo a uma lista de restrições para emagrecer, mas nem toda dieta tem o emagrecimento como objetivo principal.

Uma dieta equilibrada e saudável traz enormes benefícios à nossa saúde e está diretamente relacionada com a prevenção de doenças como diabetes, colesterol alto e hipertensão. Existem alguns problemas típicos do gênero feminino que podem ser evitados com a ajuda da dieta. Saiba mais a seguir:

Dieta para prevenir problemas femininos

Dor de cabeça

A dor de cabeça atinge grande parte do público feminino: de acordo com a Academia Brasileira de Neurologia, 76% das brasileiras sofrem com o mal. Dentre as principais causadas da dor de cabeça feminina estão má alimentação, estresse e alterações hormonais típicas do ciclo menstrual.

Segundo os resultados de uma pesquisa realizada pela Escola de Ciências da Saúde da Universidade Griffith, na Austrália, uma dieta rica em vitaminas do complexo B pode ajudar na prevenção de crises de enxaqueca. Estas vitaminas, principalmente a B12, são essenciais para o bom funcionamento do sistema nervoso e evitam alterações de sensibilidade no corpo, que podem causar enxaquecas.

Previna problemas femininos com a dieta!

Foto: Reprodução


Câncer de mama

Segundo dados do Ministério da Saúde, o câncer de mama está entre as dez doenças que mais matam mulheres no país. Alguns alimentos como brócolis, mostarda, couve e hortaliças verdes são ricos em glucosinolatos, aminoácidos que atuam na prevenção e tratamento da doença. Outros alimentos, como alho, nabo, alface, abóbora e espinafre também devem fazer parte da dieta.

Menopausa

As ondas de calor e a irritação são bastante comuns na menopausa e, para evitá-las, é recomendado ingerir boas porções de soja. A indicação de consumo é de, pelo menos, 54 miligramas de isoflavonas por dia, o equivalente a dois copos de leite de soja ou sete gramas de tofu.

Câncer de colo do útero

Segundo uma pesquisa da Escola de Medicina da Universidade Vanderbilt (EUA), o consumo de três ou mais porções de peixe por semana diminui em 33% o risco de desenvolver câncer de colo do útero.

Endometriose

As causas da endometriose ainda não são conhecidas e atinge cerca de 6 milhões de brasileiras. De acordo com pesquisas, as mulheres que consomem alimentos ricos em ômega 3 tem menores chances de serem diagnosticas com a doença.


Reportar erro