Planta meliloto: propriedades e benefícios para a saúde

Ótimo remédio para aliviar problemas como cãibras nas panturrilhas, inchaços, sensação de peso e dores nos membros inferiores


Com um aroma bem característico a planta Melilotus officinalis, ou simplesmente meliloto, é eficaz no tratamento de problemas circulatórios.

Sendo utilizada desde a Antiguidade, a erva também conhecida como trevo-cheiroso nasce às margens de trilhas  de forma natural, dando preferência a solos argilosos e salinos.

Suas propriedades medicinais são reconhecidas e aprovadas, assim pode ser usada para atenuar diversos problemas de saúde, tanto de forma interna como externamente.

Planta meliloto: propriedades e benefícios para a saúde

Foto: depositphotos

Propriedades medicinais de meliloto

  • Adstringente;
  • Anticoagulante;
  • Antiespasmódica;
  • Antiedematosa;
  • Anti-inflamatória;
  • Antisséptica;
  • Cicatrizante.

Benefícios desta planta

Meliloto é indicado para diversos tratamentos relacionados a circulação de sangue no organismo. Por exemplo, as propriedades desta planta conferem a ação tonificante da circulação e de todo o sistema linfático, isto é, das veias e artérias.

Desta forma, caracteriza-se como um ótimo remédio para aliviar problemas como cãibras nas panturrilhas, inchaços, sensação de peso e dores nos membros inferiores e coceiras. É também eficaz nos tratamentos de hemorroida e trombose.

Além disso, sua utilização pode ser muito bem empregada no tratamento de insônias, febre, má digestão, traumatismos e conjuntivites. Bem como em casos de resfriados, amigdalite, reumatismos e azia. De forma externa, pode ser aplicado em hematomas superficiais, pois ajuda acelera a cicatrização dos tecidos danificados.


O chá de meliloto

A infusão preparada com esta planta pode ser aplicada internamente, como chá, e também externamente, em forma de banhos e compressas.

Para isso, basta ferver uma xícara de água filtrada junto com duas colheres (de sobremesa) das folhas secas de meliloto, por pelo menos 10 minutos. Depois que retirar do fogo, deixe o recipiente tampado e a substância em descanso por 15 minutos. Finalize coando a bebida.

Esta receita é excelente para aliviar, principalmente, os formigamentos e incômodos sentidos nas pernas. Por essa razão, busque ingerir, no máximo, três xícaras deste chá por dia e de preferência consuma após as refeições principais.

Uma dica valiosa, é que esta planta, se combinada com outras em infusão, possui um efeito sob a circulação muito positivo. As ervas aliadas podem ser: hamamélis, laranja amarga, ginkgo biloba e videira-vermelha.

Precauções e cuidados

Mesmo se tratando de um produto altamente natural, o meliloto não pode ser consumido por todos os interessados.

Por exemplo, grávidas, lactantes, crianças menores de 12 anos e pacientes que tomam remédios anticoagulantes não devem fazer uso dessa erva em nenhuma forma. Já as pessoas que possuem insuficiência hepática, antes de utilizar o chá desta planta deve consultar, primeiramente, um especialista.

Já com relação aos efeitos colaterais, esses só aparecem quando há um excesso no consumo desse medicamento natural. Então, para evitar dores de cabeça e problemas no fígado, quem desejar fazer uso do meliloto deve respeitar as orientações sobre o consumo diário permitido e não ultrapassar três meses de tratamento contínuo.


Reportar erro